Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


The Sims pode ser considerada a série de jogos mais popular para PC. A franquia ocupa o primeiro lugar entre os títulos mais vendidos de todos os tempos com The Sims 2, seguido pelo The Sims original na segunda posição. Nestes 15 anos desde o primeiro lançamento, o game recebeu diversos capítulos. Confira os principais jogos da franquia.

Série The Sims completa 15 anos de muito sucesso e vários jogos (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

The Sims (2000)

A criação da série The Sims é uma das histórias mais interessante no mundo dos jogos, começando com seu criador, Will Wright, também pai da série SimCity. Ele desejava o poder sobre a arquitetura das casas e começou a desenvolver isso como um passatempo. Eventualmente, Will pensava também em controlar a vida dos Sims que as habitavam.

Porém, ao apresentar o projeto para os diretores da Maxis, eles odiaram a ideia, descartando-a como uma “casa de bonecas interativa”. Will Wright insistiu muito até convencer a companhia que deveriam lançar o jogo como o simulador de vida que conhecemos hoje. The Sims se tornou o título mais vendido para PC de todos os tempos em sua época, perdendo o posto apenas para sua sequência.

The Sims Online (2002)

Aproveitando o sucesso de The Sims, a Electronic Arts planejou lançar uma versão online do jogo que o convertesse em um MMO tradicional. O público de The Sims, no entanto, não abraçou a ideia, talvez porque The Sims Online reproduzia bem demais a realidade. Dessa forma, exigia que o usuário trabalhasse por várias horas para adquirir dinheiro suficiente para se divertir.

The Sims 2 (2004)

O The Sims original teve uma longa sobrevida graças a expansões e à popularidade do jogo, porém fãs queriam algo a mais. The Sims 2 trouxe uma experiência familiar ao expandir o conteúdo do original, mas também com grandes novidades, como gráficos totalmente em 3D e o sistema de envelhecimento que permitia que seu Sim tivesse várias fases em sua vida.

MySims (2007)

Com o grande sucesso do Nintendo Wii e Nintendo DS, a EA começou a investir mais nos consoles, criando até mesmo uma variante de sua franquia The Sims especialmente para as plataformas Nintendo. MySims traz os personagens em versões mais fofinhas e com cabeças grandes simplificando a fórmula de The Sims. Eventualmente, a franquia se aventurou em outras temáticas, como medieval, espionagem, entre outros.

The Sims 3 (2009)

Após as adições dos últimos capítulos da série, o terceiro título se focou em aprofundar ainda mais a base da jogabilidade. Os Sims ficaram mais complexos, com ambições e personalidades, enquanto as casas e os móveis ganharam mais detalhes e opções de personalização.

The Sims Social (2011 - 2013)

Durante a febre dos jogos sociais no Facebook, a série embarcou na onda com The Sims Social. O título chegou a ser o maior da rede social por pouco tempo, mas acabou perdendo um pouco de espaço. Assim como em outros games do gênero, você gastava energia para realizar ações, a qual regenerava com o tempo. Então, diferente dos games originais, seus Sims nunca realizavam nada sozinhos, sempre aguardavam por ordens. The Sims Social foi encerrado em junho de 2013.

Não é preciso ficar chateado por The Sims Social ter sido encerrado, pois a versão FreePlay traz basicamente o título do Facebook para os smartphones e tablets. Porém, o app traz a vantagem de receber ainda mais extras com o passar do tempo. Como de costume em games gratuitos, é possível destravar conteúdo através de microtransações para comprar itens.

The Sims 4 (2014)

O mais recente capítulo da franquia foi lançado em 2014 com uma série de novidades, mas, assim como The Sims 3, o foco é tornar os Sims cada vez mais complexos, com profundas aspirações e personalidades. O resto da experiência também foi simplificada: reduziram o jogo a sua base e tornaram tudo mais fácil e acessível. Como, por exemplo, a criação de personagens, que antes era baseada em sliders, e agora basta clicar e arrastar diretamente no seu Sim.

Qual é sua opinião sobre The Sims 4? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo