Por Da Redação; da Build 2015


Terry Myerson, vice-presidente de software da Microsoft, deu a notícia que muitos esperavam: a Cortana chegará em breve ao Brasil, em português. O executivo da participou de um bate-papo com usuários do programa Windows Insider, que testa o Windows 10, na Build 2015, em San Francisco, nos EUA. Ele revelou ainda mais alguns detalhe sobre o novo sistema operacional e os apps do Android.

Ao ser questionado pelo TechTudo sobre a chegada da assistente virtual ao Brasil, segundo melhor mercado para smartphones Lumia no mundo, Myerson deu mais detalhes. De acordo com ele, o processo de desenvolvimento da Cortana é bastante complexo, mas a empresa está empenhada.

Veja, no vídeo abaixo, as principais novidades do Windows 10 apresentadas na Build 2015

“A Cortana precisa também apresentar o conteúdo local e aprender as características do país. Não se trata apenas do reconhecimento do português. No entanto, eu diria que vocês terão isso em breve, antes mesmo do retorno do jogo do xadrez ao Windows”, brincou Myerson, em referência a uma pergunta de um dos espectadores sobre o retorno do clássico das versões antigas do sistema.

Apps Android no Windows

Outro ponto tocado foi o polêmico suporte aos aplicativos do Android, revelado durante o keynote de abertura, na quarta-feira (29). Questionado sobre o que motivaria um desenvolvedor a criar apps para Windows agora que o sistema suporta apps rivais, Myerson explicou que a medida visa facilitar o trabalho dos desenvolvedores.

“Se alguém tem um aplicativo no Android e quer levá-lo para o Windows, poderá fazer isso com o código atual, sem ter que refazer o trabalho”, disse.

Terry Myerson, vice-presidente de software da Microsoft, confirma Cortana em português (Foto: Elson de Souza / TechTudo) — Foto: TechTudo

Terry Myerson revelou, porém, que para fazer uso dos aplicativos universais e levar os apps para outros aparelhos da empresa, será preciso desenvolver especificamente para Windows 10.

Windows Insider

Por fim, o executivo da Microsoft revelou duas informações aguardadíssimas. A primeira é que o Windows Insider, programa que libera versões prévias do Windows, não vai acabar após o lançamento oficial do sistema. A expectativa da Microsoft é que os usuários continuem recebendo versões futuras e testando as novidades da plataforma antes que essas cheguem ao grande público.

Já sobre a data de lançamento do Windows 10, Myerson disse que será “quando o sistema alcançar a qualidade desejada”. Ou seja, a Microsoft deve estender um pouco mais os testes antes de avisar quando finalmente os usuários poderão baixar a nova plataforma em seus computadores domésticos.

Mais do TechTudo