Por Da Redação; Para O TechTudo


O FaceGlória, uma nova rede social voltada pra cristãos que não se sentiam representados em plataformas tradicionais como o Facebook, vem tomando fôlego e sendo alvo de polêmicas. No resumo da própria página, o foco está da plataforma está descrito como “a rede social perfeita para você compartilhar o amor e a sabedoria cristã com outras pessoas”. Mas, e você, já sabe tudo sobre o FaceGlória? Veja em detalhes no que o site de relacionamentos se parece com o tradicional Facebook.

FaceGlória pretende lançar o FaceGlory, uma rede internacional para cristãos (Foto: Reprodução/FaceGlória) — Foto: TechTudo

FaceGlória.com existe há dois anos

Atilla Barros, criador do FaceGlória, conversou com o TechTudo e liberou os termos de uso do site, antes mesmo de o documento entrar no ar. Barros também revelou detalhes sobre o começo da rede. A ideia surgiu em um grupo de amigos que sentiam a necessidade de uma rede social que fosse mais familiar. Mas, apesar do domínio FaceGlória.com já existir há dois anos, o site só foi ao ar este mês.

“Criamos uma rede social que não era muito boa e, agora, contratamos uma empresa que nos ajudasse”, explica Barros. Ao todo, são 30 pessoas responsáveis pelo desenvolvimento e manutenção.

Inicialmente, o projeto seria lançado somente em outubro, mas foi adiantado para acompanhar a Marcha para Jesus 2015, ocorrida no dia 4 de junho. Também por isso, a versão disponível ainda é Beta. Atilla faz questão de citar que existem erros, mas que deverão ser corrigidos em até 30 dias.

Sem preconceitos e sem beijo gay

"Não é permitido fotos de pessoas nuas, fotos de beijo gay, violência ... " - Atilla Barros, FaceGlória

De um lado, se a criação de uma nova rede social foi necessária por causa do teor dos posts no Facebook, cenário de fortes polêmicas envolvendo religião, de outro é preciso notar que algumas regras devem ser esclarecidas para ser membro do FaceGlória, conhecido como 'Facebook Evangélico'. Algumas já existem na rede de Mark Zuckerberg, como a restrição à nudez.

“Não é permitido fotos de pessoas nuas, fotos de beijo gay, violência, palavrões, fotos com consumo de álcool, cigarro ou drogas. A gente quer que a rede social seja para a família, mesmo”, detalha Barros.

Sem demônios

O fundador do site, no entanto, não deixa de frisar, que a rede "não tem nenhum preconceito e que quaisquer pessoas são bem-vindas". Isso inclui os homossexuais, desde que respeitem as regras, ainda não publicadas no site.

Para se cadastrar no FaceGloria são necessários alguns dados. É preciso cadastrar um nome – ele pode ser um apelido ou nickname, mas nomes com palavrões ou com palavras que sejam sinônimos de “demônio” são bloqueadas. Também é obrigatório informar e-mail e idade, além de por foto no perfil.

Rede para cristãos é criada no Brasil (Foto: Reprodução / Laura Martins) — Foto: TechTudo

Vem aí o FaceGlory.com, internacional

"O FaceGlória veio para ficar", diz. Já são 70 mil usuários e Atilla quer atingir 10 milhões de no prazo de três a cinco anos. Para impulsionar ainda mais, após a rede ser conhecida no Brasil, há planos de lançar uma plataforma internacional: a Faceglory.com. O domínio já é de posse do mesmo grupo.

Mistura de Facebook e Twitter

A rede social, em sua utilização, é uma mistura do Facebook com o Twitter. “O campo esquerdo é fixo: mostra a foto de usuário e o que fez durante a semana. Clicando em um amigo, você continua na sua página mas, no canto direito, é mostrado tudo o que seu amigo fez. No meio da tela é sua timeline”, explica Barros. Você não adiciona um amigo, passa a segui-lo, como no Twitter.

No FaceGlória, 'dar um Amém' é a nova curtida, como é no Facebook

Uma rede social sem segredos

Uma das grandes diferenças da plataforma é a substituição do termo “Curtir”, o famoso botão Like. Quando um amigo seu quer demonstrar que gostou de algo que você postou, ele deve clicar em “Amém”.

Também não há a possibilidade de fazer uma triagem de privacidade em seus posts. Tudo aquilo que é postado pode ser visto por todos os amigos que te seguem. “Não temos segredo, então todos os amigos poderão ver o que a pessoa posta. Para uma conversa mais fechada, pode ser utilizado o chat”, explica.

O bate-papo, inclusive, é um dos que sofrerão mudanças da versão beta para o lançamento final. Com a atualização, será possível enviar fotos, vídeos e áudios - o que ainda não é possível. Para conversar com alguém pelo chat, basta começar a seguir - não é necessário que o sigam de volta.

Melhor que o Facebook?

Uma das funções que já está disponível na versão beta é a busca com filtros, que não existe no Facebook. O usuário pode pesquisar somente entre amigos, postagens ou usuários específicos no FaceGlória. Mas, se você espera integrá-la à outra rede social, saiba que isso não está nos planos dos desenvolvedores.

Música Gospel

Por fim, há uma pegada musical. Por meio de uma conexão com o SoundCloud, os usuários podem escutar músicas gospel – a escolha das faixas na rádio foi feita pelos criadores. Em breve, a seleção musical poderá ser feita pelos próprios membros, desde que não sejam "músicas desrespeitosas". 

Quais são os problemas das redes sociais de hoje? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo