Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


Se você quer um iPhone, o iPhone 4 é uma boa opção, principalmente por ser mais barato que os outros "irmãos". No entanto, com concorrentes como o Moto G, da Motorola, será que vale a pena mesmo levar um aparelho de 2010 para casa? Confira a nossa análise abaixo.

Desempenho: Moto G

O Moto G foi lançado em 2014, enquanto o outro, em 2010. A comparação, portanto, é vencida com facilidade pelo modelo mais novo. O aparelho, obviamente, tem hardware muito mais avançado do que o da Apple, o que é mais indicado para quem busca melhor performance.

Rodando Android, o Moto G tem processador Qualcomm Snapdragon 400 quad-core de 1,2 GHz, 8 GB de memória interna (com entrada microSD de até 32 GB) e 1 GB de RAM. O iPhone 4, por sua vez, tem apenas processador single-core Cortex-A8 de 1 GHz e 512 MB de RAM, com memória interna de 8 GB, 16 GB ou 32 GB.

Na bateria, 2.070 mAh a 1.420 mAh. Sem falar que o Moto G ainda tem versões com 4G, TV Digital e Dual-SIM – recursos que passam bem longe do iPhone 4. Ou seja, é muito mais completo.

Sistema operacional: Moto G

O Moto G é bom? Opine no Fórum do TechTudo

Não pelo fato de ter Android, mas por estar atualizado até a última versão do Android Lollipop, o Moto G leva vantagem sobre o iPhone 4, que não conta sequer com suporte ao iOS 8, que já será substituído pelo iOS 9. Se você quer um aparelho com plataforma atualizada, vá de Moto G.

Tela: iPhone 4

A análise aqui é pela qualidade, calculada pela densidade de pixels por polegada de cada um. Nessa conta, que é feita com a resolução dividida pelo seu tamanho de tela, melhor para o iPhone 4, que é menor, porém exibe maior detalhe nas imagens: 3,5 polegadas com 640 x 960 pixels e 330 ppi.

Para quem busca uma tela grande, independente da questão do número de ppi, o Moto G acaba por ser uma opção mais viável. Isso porque ele tem 5 polegadas, algo que é muito mais comum hoje em dia, com resolução razoável de 720 x 1280 pixels e uma densidade não muito inferior, com 294 ppi.

Dimensões: iPhone 4

Obviamente, o iPhone 4 é um aparelho mais compacto, e é melhor para quem busca um gadget menor para levar no bolso. Com quase 1,5 polegadas a menos de tela, seria difícil que não fosse. Ele mede apenas 115,2 x 58,6 x 9,3 mm com 137 gramas de peso. O Moto G, por sua vez, tem um corpo mais robusto, de 141,5 x 70,7 x 11 mm e 149 gramas.

Câmeras: Moto G

O iPhone 4 tem uma câmera excelente para a sua época. O problema é que isso foi há quase cinco anos. Assim, 5 megapixels não é nada hoje em dia. Na frontal, pior ainda, com resolução VGA. Não que o Moto G, que possui câmeras de 8 megapixels e 2 megapixels, respectivamente, seja um fenômeno da foto e vídeo, mas é superior.

Preço e Disponibilidade: Moto G

Achar um iPhone 4 em grandes lojas é muito difícil. Nem mesmo no site da Apple é possível. Você pode encontrá-lo apenas em sites de revendas, lojas especializadas e páginas como Mercado Livre, por R$ 700, em média. Já o Moto G é bem fácil de ser encontrado, e por um preço bem justo, de acordo com o que ele oferece: a partir de R$ 709.

Conclusão: Moto G

Se você quer ter um celular Apple sem gastar muito, compre, pelo menos, um iPhone 4S ou um iPhone 5C. O iPhone 4 está ultrapassado, vai completar cinco anos de vida em breve, não tem mais atualizações da Apple para o sistema operacional e possui hardware que está muito, mas muito abaixo do que o mercado oferece hoje.

O Moto G, por outro lado, é uma opção barata de smartphone com qualidade. Não tem hardware super potente, não conta com câmeras de altíssimo nível e nem com uma tela de resolução excelente, mas é um intermediário que pode servir para fazer tudo o que uma pessoa “comum” precisa com um smartphone.

Mais do TechTudo