Por Da Redação; Para O TechTudo


Improvisos ou, tecnicamente falando, POG (Programação Orientada à Gambiarra) são recursos bastante utilizados pelos brasileiros para resolver algum problema urgente. Eles são rápidos, geralmente fáceis de fazer e baratos, mas nem sempre seguras. Nesta lista o TechTudo separou dez casos de gambiarras que já foram usados por muita gente. Afinal, que nunca recorreu aos improvisos?

1. Usar uma latinha de refrigerante para aumentar o sinal do roteador

Lata de alumínio posicionada no roteador (Foto: Raquel Feire/TechTudo) — Foto: TechTudo

Esta é clássica! Se o sinal do seu roteador Wi-Fi está muito baixo uma saída, ao invés de comprar uma antena mais potente, é cortar uma latinha de refrigerante e colocá-la atrás da antena. Acredite, é fácil, eficiente e o melhor: barato! Aprenda a fazer o improviso com nosso tutorial.

2. Usar um toner que a impressora não suporta

Quando o toner de uma impressora acaba e não há outro do mesmo modelo para a troca, o que podemos fazer? Uma solução prática é usar um toner de uma outra impressora, encaixando-o na entrada do modelo em uso (às vezes é preciso ficar segurando) e fazer as cópias. Essa gambiarra é um excelente quebra-galho, mas não deve ser feita com frequência. O ideal é comprar um toner compatível o quanto antes, para evitar forçar o equipamento.

3. Durex no celular quebrado

Celular enrolado em durex (Foto: Felipe Alencar/TechTudo) — Foto: TechTudo

Imagine a cena: seu celular cai no chão e se espatifa todo. Trinca a tela, a capa traseira já não se prende ao corpo do celular, etc. Ótima oportunidade para comprar outro, concordam? Mas e se você estiver sem dinheiro? Basta juntar tudo e prender com durex! A opção não é ideal e nem esteticamente bacana, mas pode assegurar o funcionamento do smartphone por mais alguma tempo, até você conseguir comprar outro. Pra quem tem senso de humor, dá até pra brincar e dizer para os amigos que esse é um visual rústico, diferenciado.

4. Arrancar determinadas teclas do teclado

Essa POG era muito usada em lan houses. Alguns donos de lan house tiravam, propositadamente, algumas teclas do teclado. Por exemplo, alguns tiravam as teclas Alt e F4, para impedir os usuários de desligarem seus computadores. Quando uma máquina era muito usada para jogos, costumava-se tirar a tecla WinKey para impedir que o jogador tocasse nela acidentalmente e assim abrisse o menu Iniciar, atrapalhando a jogatina.

5. Conectar um plugue no novo padrão brasileiro nas tomadas antigas

Gambiarra de benjamins (Foto: Reprodução/YouTube) — Foto: TechTudo

Esta gambiarra realmente exige um PHD em POG ou, no mínimo, muita criatividade. Todos os aparelhos eletrônicos atuais vêm com o plugue no novo padrão brasileiro, que usa três pinos. Porém, na sua casa você pode ainda não ter trocado as tomadas. Nesses casos muita gente que não tem um adaptador em casa improvisa com benjamins.

Pegue um benjamim e encaixe em um dos pinos do plugue. Faça o mesmo com um segundo benjamim e deixe apenas o plugue de aterramento livre. Depois, pegue um terceiro benjamim e conecte os dois benjamins anteriores. Agora é só ligar na tomada. Mas atenção: o ideal é usar o adaptador, pois gambiarras desse tipo podem gerar algum tipo de curto circuito. Como o adaptador não é algo caro, pode ser melhor investir em um.

6. Serrar parte do gabinete para encaixar uma placa de vídeo

Placas de vídeo mais potentes ou top de linha são bem grandes. Elas ocupam dois slots da sua placa-mãe e são bem cumpridas. Porém, pode acontecer dela não caber no espaço livre que há no seu gabinete. A saída é serrar algumas baias para HD, afim de conseguir encaixar a placa de vídeo no lugar. Afinal de contas, ninguém vai deixar de usar uma placa de vídeo top de linha por causa de um gabinete pequeno, né?

7. Limpar a memória RAM com borracha

Limpando memória RAM com borracha (Foto: Reprodução/YouTube) — Foto: TechTudo

Cena clássica: você está usando o computador tranquilamente e, de repente, a tela trava e você não consegue fazer mais nada. Você reinicia a máquina e ela não retorna. Esses são sintomas de uma memória RAM oxidada. A solução é simples: abra o seu gabinete, retire os módulos de memória RAM e limpe os contatos com uma borracha. Sim, borracha normal, daquelas usadas nas escolas.

Se você não tem uma borracha dessas, pode pegar um chinelo de borracha e limpar do mesmo jeito (um chinelo limpinho, por favor). Mas lembre-se: isso é uma gambiarra! Trate de limpar os contatos da sua placa-mãe em um técnico o mais rápido possível.

8. Limpar o CD/DVD com pasta de dente e algodão

Limpe o CD com movimento retos, de dentro para fora (Foto: Raquel Freire/TechTudo) — Foto: TechTudo

Hoje está na moda o streaming de músicas e filmes. Mas é provável que você ainda tenha CDs de músicas e os DVDs de seus filmes preferidos. O que fazer se eles estiverem tão arranhados a ponto de não funcionarem mais? Simples. Basta você pegar um pouco de pasta de dente e algodão e dar um polimento na sua mídia óptica. O procedimento é semelhante ao polimento de um carro.

9. Super aquecimento? Use um ventilador!

Esse é outro caso clássico de Programação Orientada à Gambiarra. Se o seu gabinete não tem um sistema de arrefecimento muito bom, nada melhor do que retirar a tampa lateral dele, deixando exposto os componentes internos e então ligar um ventilador ligado na velocidade três, apontado para dentro do gabinete. Com esta gambiarra, garantimos que seu computador não vai mais sofrer com altas temperaturas (mas não podemos dizer o mesmo da sua conta de luz).

10. Emendar o fio do fone de ouvido

Tem gente que passa o dia inteiro ouvindo música e, para esses, não há fone de ouvido que dê conta do recado. Geralmente o fio interno se parte na extremidade do fone. Para resolver isso, basta desencapar o fio, retirar a parte quebrada e então unir novamente os fios. Agora é só fixar tudo com durex ou qualquer outra fita adesiva mais resistente.

Essas foram apenas algumas gambiarras. Existem muitas outras! Mas atenção: gambiarras podem ser perigosas ou danificar o seu aparelho, antes de fazê-las busque se orientar e evite riscos.

Mais do TechTudo