Por Da Redação; Para O TechTudo


Auscultadores, auriculares ou headphones. Assim como os nomes, os fones de ouvido também mudaram bastante e foram evoluindo ao longo dos anos. Mas você sabia que nem sempre o acessório foi utilizado para ouvir música? Confira a matéria que o TechTudo preparou e conheça a história dos fones de ouvidos e os seus primeiros modelos.

Confira a história dos headphones e sua evolução ao longo dos anos (Foto: Lucas Mendes/TechTudo) — Foto: TechTudo

Como surgiram os fones de ouvido

Criados em 1919 por Nathaniel Baldwin, os fones de ouvido surgiram com o intuito de ajudar na comunicação, sendo utilizados em amplificadores de telefones e ou de rádios. Na época, era muito usado para realizar as transmissões de veículos de comunicação, como o rádio. Porém, até aquele momento, o aparelho não era comercializado para o público, uma vez que era feito de materiais pesados e grandes.

Comercialização do acessório

Foi só a partir de 1930 que os fones de ouvido passaram a ser comercializados. Isso porque a empresa Beyerdynamic modernizou o modelo anterior e conseguiu desenvolver um dispositivo com maior qualidade e portátil.

Porém, o produto se popularizou no ano de 1958, quando John C. Koss e Martin Lange inventaram o primeiro fone de ouvido estéreo. A invenção tinha como objetivo criar um objeto que ajudasse os usuários a ouvirem suas músicas, sem perturbar as pessoas que estivessem no mesmo ambiente.

Evolução dos fones 

Os fones de ouvido nem sempre foram este acessório bonito e portátil como são atualmente. Os modelos na época eram grandes e tinham almofadas nas cápsulas, como mostra a figura abaixo.

Fones de ouvido antigos eram grandes e com almofadas nas extremidades (Foto: Divulgação/afflictor.com) — Foto: TechTudo

Mais tarde, na década de 1979, os headphones finalmente viraram febre graças ao sucesso dos walkmans. Com isso, os modelos ganharam uma nova identidade e ficaram bem mais portáteis. A Sony teve uma grande sacada ao lançar um walkman que já vinha com os headphones junto.

Modelo de walkman da Sony já vinha com os fones de ouvido (Foto: Divulgação/ The Verge) — Foto: TechTudo

Não satisfeita, a empresa lançou, no início de 1980, os fones “in ear headphones”, isto é, fones que ficavam dentro da orelha, mas ainda eram sustentados por um arco que contornava a cabeça do usuário. A novidade era super moderna, sem falar no peso do acessório que era muito mais leve.

Em 1980 fones já eram muito mais leves e com design mais bonito (Foto: Divulgação/ Sony) — Foto: TechTudo

Porém, apesar do sucesso, muitos usuários reclamavam que os novos headphones não isolavam bem o som acusticamente, o que fez com os fones com almofadas nas pontas voltasse a moda – mas claro, muito mais portáteis do que os antigos.

Os fones fizeram um sucesso enorme e, depois na década de 2000, os modelos vieram ainda maiores. O tamanho era compensado pelo isolamento acústico, o que melhorava a qualidade do som.

Em 2001, a Apple revolucionou o modo de ouvir música e, consequentemente, os fones de ouvido. A marca da maçã criou um modelo completamente diferente dos anteriores, muito menor e bem mais moderno. O acessório veio junto com o lançamento dos ipods, que em pouco tempo dominaram o mercado.

Em 2001, Apple revolucionou o modo de ouvir música e os fones de ouvido (Foto: Divulgação/ Apple) — Foto: TechTudo

Até que, em 2008, a novidade era outra: os fones de ouvido da Monster, o “Beats by Dr. Dre”. O headphone era uma ideia do rapper Dr. Dre com o produtor musical, Jimmy Iovine. Rapidamente, o acessório se tornou uma febre e todo mundo usava o queridinho dos usuários.

o Beats by Dr. Dre da Monster era o queridinho entre os usuários (Foto: Divulgação/ Monster) — Foto: TechTudo

Mais do TechTudo