Por Da Redação; Para O TechTudo


Apesar de a "versão final" do Windows 10 já ter sido lançada oficialmente, o Programa Windows Insider está longe de terminar. Na terça-feira (18), a Microsoft liberou a primeira build para novos testes do sistema após a atualização pública, que começou no dia 29 de julho. O update trouxe novidades para quem optou por continuar recebendo o software em estágio beta mesmo depois do upgrade final. Confira agora as inovações da build 10525 e tire dúvidas sobre novos updates que ainda vão chegar. 

Windows-10-Redacao-3 (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo) — Foto: TechTudo

Novas opções de cores

Nova build do Windows 10 permite trocar cor do Iniciar, de barras de tarefas e de título (Foto: Divulgação/Microsoft) — Foto: TechTudo

Após pedidos de muitos Insiders, a Microsoft adicionou a opção de escolha de cores no Menu Iniciar, na Central de Ações, na Barra de Ferramentas e nas Barras de título. A função vem desativada, mas pode ser ligada no menu Configurações > Personalização > Cores. A novidade, porém, só está disponível, por enquanto, para os membros do Fast Ring, grupo que ganha versões mais cedo que os demais.

Nova gestão de memória

A Microsoft também implementou uma nova forma de gerir a memória consumida por processos em execução. Agora, tudo o que estiver em desuso, mas ainda rodando no PC, será comprimido para ocupar menos bytes e mantido na memória RAM. O mecanismo anterior gravava o excesso no disco. Com isso, mais energia era consumida, o que prejudicava o desempenho.

O Gerenciador de Tarefas pode ter sobrecarga maior na memória porque o Windows manterá o máximo possível de processos ativos. Assim, o computador será mais veloz quando for reabrir apps fechados recentemente ou ferramentas que mantêm processos em segundo plano.

Insider Hub

Insider Hub poderá ser acessado por qualquer usuário do Windows para dar feedback (Foto: Divulgação/Microsoft) — Foto: TechTudo

Além disso, o Insider Hub e o Feedback do Windows agora fazem parte do sistema operacional para todos, independentemente se você é um Insider ou não.

As duas ferramentas servirão para que os usuários enviem avaliações, relatórios de bugs e sugestões de melhorias. Porém, a nova versão inacabada não inclui o que foi enviado em builds anteriores. Isso porque, para deixar a interface mais limpa, a Microsoft reteve informações anteriores em seus servidores. Mas você ainda pode ler comentários antigos no menu My Feedback.

O que não funciona?

Os softwares de teste têm a desvantagem de trazer alguns bugs. Na build 10525, os problemas estão na função de hotspot móvel, que não funciona, no app Filmes e Programas de TV, que precisa ser atualizado para não apresentar falhas, e nos pacotes de idiomas, que estão indisponíveis para uso inicial.

Como receber builds de teste

Para receber builds experimentais, basta habilitar nas configurações (Foto: Divulgação/Microsoft) — Foto: TechTudo

Se você já era participante do Windows Insider e não mudou suas preferências com a chegada do Windows 10 final, seu computador já pode fazer atualizações de teste direto da Microsoft. Em outros casos, basta optar por receber builds beta nas configurações. É só fazer o caminho Atualizações de segurança > Opções avançadas > Receber compilações de Participantes do Programa Windows Insider.

Nos dois casos, a build de teste será ativada automaticamente se o Windows 10 instalado já tiver sido ativado com uma chave original. Portanto, não há necessidade de inseri-la novamente. Isso vale também se você quiser desinstalar a compilação beta e voltar para a versão estável. Como a ativação é feita na máquina, a Microsoft sempre sabe se a cópia é original ou não.

Via Microsoft

Mais do TechTudo