Por Da Redação; Para O TechTudo


Durante a apresentação do Nexus 5X e do Nexus 6P, o Google anunciou um novo leitor biométrico nos smartphones. Chamado de Nexus Imprint, o sensor fica localizado na traseira dos celulares e tem como grande atrativo a resposta rápida na leitura das digitais. Conheça mais sobre o Nexus Imprint e saiba do que a tecnologia é capaz. 

Sensores de impressão digital não são novidade em smartphones, mas o grande problema apontado pelos usuários sempre foi o tempo de resposta. Com o Imprint, o Google pretende resolver isso com a capacidade de leitura em 600 milisegundos. 

Além de leitura mais rápida, o sensor tem uma tecnologia que aprende com o usuário. Conforme a utilização do recurso, o Nexus ficará mais ágil e confiável, pois detectará os padrões de uso. 

A localização na traseira dos aparelhos foi pensada para facilitar o acesso à estrutura. A ideia é que, ao segurar o aparelho com apenas uma mão, o sensor fique sempre disponível para o dedo indicador. 

Além de poder desbloquear o smartphone, o Nexus Imprint pode ser usado para liberar aplicativos e,  como o Touch ID, da Apple, ser utilizado para confirmar pagamentos em terminais via NFC. 

O que você espera do Android M? Comente no Fórum do TechTudo.

Ao longo do tempo, a tendência é de que mais aplicativos usem a tecnologia, já que a leitura biométrica é nativa no Android M (6.0 Marshmallow). A tecnologia de impressão digital, inclusive, conta com uma API para facilitar a integração com os aplicativos. 

O Nexus Imprint, por enquanto, é tecnologia exclusiva dos novos Nexus. Os dispositivos são desenvolvidos pelo Google em conjunto com a Huawei e LG, respectivamente. Os preços partem de US$ 379 (R$ 1.552, na cotação atual) pelo Nexus 5X e US$ 499 (R$ 2.043, na cotação atual) pelo Nexus 6P.

As vendas são feitas pela Google Store inicialmente nos Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda e Japão. Ainda não há informações de quando os smartphones chegarão ao Brasil.

Mais do TechTudo