Publicidade

Por Da Redação; da IFA 2015; em Berlim


O Yoga Tab 3 Pro ganhou um upgrade na IFA 2015. Apresentado como “tablet mais avançado para vídeos” e “otimizado para uso com Netflix” pela Lenovo, o Yoga, na verdade, tem agora especificações mais poderosas – que incluem aí uma atualização no seu badalado projetor.

Testamos o Zenfone Zoom: celular-câmera da Asus cumpre sua missão

Agora, o Yoga Tab 3 Pro roda num Intel Atom quad core x5-Z8500, com 2GB de RAM. A câmera traseira tem 13 megapixels e a frontal 5MP, além dos famosos alto-falantes JBL. A grande mudança, ao que parece, é na capacidade do projetor: se antes a imagem emitida pelo tablet era de 50 polegadas, agora o máximo chega a 70.



Pudemos testar rapidamente a qualidade do projetor, que, mesmo em ambiente iluminado e barulhento, consegue mostrar uma imagem bacana. A configuração – bem humilde – e a bateria, de 10.200 mAh, deixam no ar as perguntas: por quanto tempo a projeção aguenta? Não vai esquentar demais o tablet?


A Lenovo optou por apenas dois tamanhos de Yoga Tab: 8 e 10 polegadas, matando a versão 13 – talvez para privilegiar seus notebooks. A resolução ficou no QuadHD.

Qual é a melhor marca de tablets? Comente no Fórum do TechTudo.


O design é o grande atrativo da linha Yoga Tab. Com aspecto de revista, a traseira tem um suporte dobrável para o tablet ficar em pé sozinho, além de um apoiador cilíndrico, onde o usuário pode descansar a mão. Usá-lo na vertical ainda é esquisito, mas na horizontal talvez seja mais natural.


O Yoga Tab 3 Pro é o top de linha da família. É um tablet versátil, gostoso de usar, tem o projetor integrado e um Android bem limpo – sem aqueles apps indesejáveis que você não consegue desinstalar. Será vendido a partir de novembro, nos EUA, por US$ 399, e ainda não tem previsão de chegar ao Brasil. Ainda parece meio caro, sobretudo em comparação com os rivais mas, segue como uma boa alternativa.

Mais do TechTudo