Por Da Redação; Para O TechTudo


O plano de assinatura do YouTube que permite assistir vídeos sem propagandas e anúncios deve chegar já em outubro deste ano. Após confirmar, no primeiro semestre desse ano, que iria exibir conteúdo sem propaganda por um custo mensal, o Google definiu o dia 22 de outubro como prazo final para que donos de canais aceitem os novos termos de serviço.

O deadline pode indicar, portanto, que essa será a data escolhida para lançamento oficial da novidade.

A informação foi repassada neste domingo (27), via e-mail, a donos de canais do YouTube nos Estados Unidos. Segundo a mensagem, os 'youtubers' que não aceitarem os novos termos terão seus vídeos automaticamente tornados privados e, consequentemente, tirados do programa de monetização.

Segundo o Google, a medida serve para “garantir que os fãs que optam por pagar por uma experiência livre de anúncios possam assistir aos mesmos vídeos que estão disponíveis na experiência suportada por anúncios”.

Segundo rumores, o plano deve custar US$ 10 mensais, e incluir acesso ao conteúdo do Youtube Music Key, serviço de streaming de músicas. Dessa forma, com uma tacada só, o Google poderia se tornar um grande concorrente de plataformas como Spotify e Netflix

Como baixar vídeos do YouTube pelo Real Player? Comente no Fórum do TechTudo.

Ainda não se sabe quando a modalidade paga do YouTube chegará para os consumidores finais, mas, uma coisa é certa: o plano deverá se manter nos Estados Unidos. Por enquanto, donos de canais brasileiros ainda não são obrigados a aceitar os novos termos de uso para manter seus vídeos no ar.

Confira a mensagem enviada pelo Google aos youtubers norte-americanos na íntegra:

Google determina 22 de outubro como prazo final para que youtubers aceitem os novos termos de serviço (Foto: Reprodução/Neowin) — Foto: TechTudo

Via Neowin

Mais do TechTudo