Por Fonte; Para O TechTudo


O Continuum, que faz os celular funcionar como PC, foi uma bela novidade trazida pela Microsoft durante a apresentação dos novos Lumia 950 e Lumia 950 XL. De forma geral, a ferramenta transforma os smartphones da empresa em computadores portáteis, com suporte a acessórios como mouses, monitores e teclados.

Se você ficou interessado e que saber mais sobre o Continuum, o TechTudo traz sete detalhes importantes sobre a funcionalidade inovadora, que promete integrar dispositivos móveis aos computadores.

Continuum transforma celulares com Windows 10 em computadores portáteis (Foto: Reprodução/Microsoft) — Foto: TechTudo

1 – Quase um computador de bolso

De acordo com a fabricante, o Continuum é capaz de fazer com que o Lumia 950 simule a interface do Windows 10 em computadores, quando conectado a um monitor externo. O recurso funciona ainda com teclado e mouse sem fio ou via conectores USB ligados.

O Modo Continuum oferece menu Iniciar baseado na tela principal do smartphone, inclusive com live tiles dispostas na mesma localização. Além disso, há a presença da assistente virtual Cortana e a barra de tarefas, além dos atalhos da versão para PC. Todos os aplicativos, porém, são executados somente em tela cheia.

2- Suporta apenas aplicativos universais

Um dos grandes trunfos da Microsoft são os aplicativos universais, que compartilham os mesmos códigos entre PCs, celulares e outras plataformas. É a partir disso que o Continuum consegue gerar apps com interface e funções de desktop dentro do celular.

Para rodar um programa no seu aparelho, no entanto, é preciso que ele esteja disponível na loja do Windows 10 Mobile e seja universal. Ou seja, o usuário não poderá utilizar um software clássico, como o Photoshop, instalado a partir de arquivos executáveis (.exe), pois esses têm arquitetura incompatível com o sistema móvel.

3 – Telefone independente da segunda tela

O serviço oferecerá a possibilidade de usar o telefone normalmente enquanto estiver conectado a um monitor. Com isso, você poderá, por exemplo, enviar SMS enquanto visualiza e-mails na tela auxiliar. A exceção vai para o caso de o usuário abrir o mesmo app ativo no monitor, o que vai fechar o programa no modo Continuum.

4 – Uso de atalhos do Windows

Para facilitar o dia a dia, a Microsoft permitirá usar os mesmos atalhos do Windows para computadores. Para copiar um texto em outro aplicativo, basta pressionar “Ctrl+C” no teclado e usar o “Ctrl+V” no programa em que deseja colar o conteúdo. Além disso, será possível usar o “Alt+Tab”, para alternar entre softwares abertos. Isso tudo com o mesmo padrão visual do Windows 10 para PC.

5 – Há um dock especial para a funcionalidade

Continuum pode funcionar a partir de Microsoft Display dock para conectar periféricos ao smartphone (Foto: Reprodução/Microsoft) — Foto: TechTudo

Além do Lumia 950, a Microsoft apresentou um dock voltado especialmente para o Continuum. Trata-se do Display Dock, que traz entrada USB-C para ser ligada ao telefone e saídas DisplayPort, HDMI e três entradas USB. Com ele, o usuário poderá conectar acessórios para usar o Continuum, ao mesmo tempo que carrega o celular pela entrada USB-C. Apesar do anúncio, a Microsoft não deu informações sobre preço ou disponibilidade do aparelho adaptador.

Qual o melhor Windows de todos os tempos? Comente no Fórum do TechTudo.

6- Não é exclusividade da smartphones Lumia

Embora o Lumia 950 e o 950 XL sejam os grandes carro-chefes da ferramenta e do Windows 10, a novidade não é exclusiva dos aparelhos da Microsoft. O modo híbrido, inclusive, foi demonstrado anteriormente em um telefone da Acer, o Jade Primo, na IFA 2015, em setembro. Além disso, é bastante provável que a função faça parte de novos tops de linhas lançados pela HTC, Samsung e Lenovo, que também fabricam aparelhos com Windows.

7 – Telefones antigos ficaram de fora

Continuum estará presente apenas em telefones novos como os Lumias 950 e 950 XL (Foto: Reprodução/Microsoft) — Foto: TechTudo

Embora o Windows 10 Mobile chegue na maioria dos smartphones com Windows Phone 8, a Microsoft revelou que a funcionalidade depende de componentes mais novos para funcionar. Assim, tops de linha como o Lumia 1520 e o Lumia 930, provavelmente, não terão capacidade de se transformar em PCs portáteis, mesmo com a atualização.

Mais do TechTudo