Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


League of Legends realiza torneios oficiais e organizados pela Riot Games durante todo o ano. A chamada “temporada” serve para selecionar times de cada região, apenas os melhores, que ao final daquele período disputarão o Mundial, valendo a premiação máxima em dinheiro, além da taça e a posição de campeão. Confira como é e saiba com participar:

Cenário Brasileiro X Cenário no Exterior

Por ser mais recente no Brasil do que no exterior, os torneios oficiais por aqui ainda são em menor número, apesar de já terem evoluído bastante atualmente. Por conta disso, focaremos apenas no cenário brasileiro e em como os jogadores podem fazer parte dessas competições, que são abertas para qualquer time tentar vitórias e conquistar vagas.

CBLoL de 2015 teve diversas novidades (Foto: Divulgação/Riot Games) — Foto: TechTudo

Circuito Desafiante

Em 2015, justamente pensando em equipes que estão surgindo ou crescendo, a Riot Games lançou no Brasil o “Circuito Desafiante”. O torneio é voltado para equipes menores terem a chance de um dia chegar ao Campeonato Brasileiro de League of Legends, onde está a “elite” das equipes nacionais. Pense no Circuito Desafiante como uma espécie de “Série B do LoL” no Brasil, se compararmos com futebol, por exemplo.

Circuito Desafiante foi uma das novidades do LoL em 2015 (Foto: Reprodução/Riot Games) — Foto: TechTudo

Neste circuito, as novas equipes disputam em seis eventos distintos e organizados por parceiros da Riot, onde somam pontos e sobem ou descem no ranking. Ao final da primeira fase, os três times com maior pontuação vão para a Série de Promoção disputar com os três últimos do CBLoL na luta pelas vagas na segunda etapa do torneio.

Como o Circuito nasceu em 2015, pode ser que ele tenha regras modificadas e aperfeiçoadas pela Riot em 2016. Mas o que valeu para participar foi o seguinte: qualquer jogador poderia montar sua equipe e participar dos eventos parceiros. Para isso, era necessário buscar informações com esses eventos sobre como inscrever a equipe.

Eventos menores formaram a série B do LoL (Foto: Reprodução/Riot Games) — Foto: TechTudo

Razer Challenge, Xtreme League e Go4LoL foram alguns desses torneios menores que deram a chance dos novos times participarem do Circuito Desafiante. Alguns estão garantidos para 2016, enquanto outros novos podem surgir. A principal dica é ficar de olho nas notícias sobre o cenário competitivo de League of Legends no Brasil para saber onde se escrever.

CBLoL e desafiante

O Campeonato Brasileiro de League of Legends, ou CBLoL, é dividido em duas temporadas no Brasil. Uma no primeiro semestre, que define o primeiro campeão que vai disputar a Final Regional, meses mais tarde. A outra acontece no segundo semestre e define o segundo time da Final Regional, que por sua vez vai dar uma chance de uma equipe nacional disputar o Mundial.

Como achar códigos do LoL? Opine no Fórum do TechTudo!

Diversas equipes participaram do CBLoL, como a Pain (Foto: Divulgação/Riot Games) — Foto: TechTudo

Antes disso, porém, existe a fase de confrontos, na qual as equipes se enfrentam em busca de pontos corridos. Também há a ligação do CBLoL com o Circuito Desafiante, onde entram as equipes que se classificaram para a segunda fase do torneio maior. Assim, os vencedores da Série de Promoção, os três melhores times, disputam com os três últimos colocados da primeira fase do CBLoL, que perigam serem “rebaixados para a Série B”.

Final Regional e estrelato internacional

Com a Final Regional decidida, o time brasileiro vencedor – e também vencedor do CBLoL após os dois segmentos – vai disputar as classificatórias para o Mundial. Atualmente existe o Desafio Internacional, ou Wildcard, realizado entre equipes da América Latina, para sair um representante da região no Mundial.

Final do CBLoL no Allianz Parque (Foto: Felipe Vinha / TechTudo) — Foto: TechTudo

Este ano, por exemplo, os brasileiros da Pain Gaming ganharam o CBLoL e a Final Regional e, em seguida, disputaram o Desafio Internacional com outros times da região. A final foi contra a KLG, do Chile, em Santiago, com vitória dos brasileiros. A partir disso, eles estavam classificados para o Mundial, onde disputaram apenas a fase de grupos, mas com bons resultados.

Disputas online e presenciais

Muitas disputas desses torneios, principalmente os menores, ocorrem de forma exclusivamente online. Outras são realizadas dentro do estúdio próprio da Riot Games, que fica em São Paulo. Grandes finais e a Final Regional do CBLoL são realizadas em locais para eventos e estádios de esportes tradicionais, com milhares de pessoas presentes na plateia, torcendo pelos seu time de preferência.

League of Legends: os chilenos da KLG se classificaram para jogar em casa contra a Pain (Foto: Reprodução/Felipe Vinha) — Foto: TechTudo

A Final Regional do CBLoL em 2015, por exemplo, ocorreu no estádio do Palmeiras, em São Paulo. Em 2014 ela foi realizada no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. A Riot Games sempre proporciona um espetáculo de apresentação em grandes finais, com direito a show musical em algumas ocasiões.

Todos os torneios e regras podem mudar para 2016, com alterações pontuais que a Riot Games costuma fazer, mas sem modificar o grande escopo de organização. A empresa costuma anunciar suas novidades para o próximo ano pouco tempo depois da Final Mundial, com detalhes apenas no início do ano que vem.

Mais do TechTudo