Por Da Redação; Para O TechTudo


Um novo plano lançado pela Apple prevê o conserto gratuito de Macbooks Pro cujas telas de retina se desgastaram e começaram a apresentar problemas. O caso ganhou repercussão a partir de março, quando passou a ser chamado de Staingate. A expectativa é que pelo menos 6 mil pessoas tenham sido afetadas pelo problema, que resultou na criação de uma página no Facebook para catalogar os casos e a ameaça de mover um processo legal contra a fabricante devido aos danos causados.

O problema ocorre devido ao acumulo de danos na cobertura anti-reflexiva dos Macbooks. Isto pode acontecer, por exemplo, devido a pressão exercida na tela pelo próprio teclado do equipamento quando está fechado ou o uso incorreto de materiais de limpeza. O resultado é que a tela parece ficar riscada ou com bolhas de ar, o que dificulta o manuseio dos dispositivos.

A Apple não admitiu oficialmente o problema e não divulgou o novo programa em suas páginas. Os usuários afetados pelo problema estariam sendo contatados diretamente pela empresa para fazer o conserto em suas lojas.

Usuários terão direito ao reembolso caso já tenham consertado seus Macbooks (Foto: Reprodução/Staingate) — Foto: TechTudo

Os clientes que enfrentaram o dano e já pagaram por uma nova tela terão o direito a serem reembolsados. O benefício é válido para quem tem Macbook com menos de três anos ou que até um ano depois do dia 16 de outubro de 2015.

O problema surgiu a partir de março, quando foi reportado por vários consumidores em páginas como as comunidades de suporte da Apple e no Facebook. O caso foi chamado de Staingate e resultou na criação de um banco de dados online com informações e imagens das telas.

O TechTudo entrou em contato com a Apple Brasil para falar sobre esta questão e o que os consumidores brasileiros podem fazer, caso notem que seus aparelhos estão com o defeito. Em resposta, a assessoria afirmou simplesmente que a empresa está a par do caso, mas sem dar mais detalhes.

Mais do TechTudo