Por Da Redação; Para O TechTudo


As novas gerações do MacBook podem aparecer com o Touch ID, sensor de impressões digitais da Apple, usado há alguns anos no iPhone. A possibilidade é garantida pela patente que explica o uso de sensores biométricos desse tipo em computadores, como laptops e desktops, registrada pela Apple em 2007.

O documento explica o funcionamento do sensor no mesmo estilo daqueles usados em outros notebooks, celulares, tablets e nos recentes Surface, lançados pela Microsoft. O sensor identificaria o padrão único de impressões digitais dos usuários para garantir acesso seguro ao sistema e tornar o processo de login e autenticação no Mac mais seguro.

Patente da Apple explica o uso de sensores biométricos, para identificar impressões digitais, em laptops e computadores de mesa (Foto: Reprodução/USPTO) — Foto: TechTudo

Além da aplicação no MacBook, o documento explica que os sensores biométricos, no estilo do Touch ID, poderiam também ser adaptados ao uso de computadores de mesa. Nesse caso, o sensor seria acoplado nos teclados dos iMacs.

Atualmente, usuários dos computadores da Apple podem tirar proveito dos sensores de impressões biométricas dos iPhones através do aplicativo FingerKey, que estabelece uma conexão via Bluetooth com o smartphone para usar o sensor no computador.

A patente já é antiga, é contemporânea do primeiro iPhone, mas foi divulgada apenas agora pelo USPTO, órgão norte-americano que gerencia o registro de ideias. A publicação do documento, vale lembrar, não garante que a Apple usará a tecnologia em seus futuros produtos.

Mais do TechTudo