Por Da Redação; Para O TechTudo


O Java Runtime é uma tecnologia prática de exibição de conteúdo. É compatível com vários sistemas operacionais e navegadores, o que facilita a vida de programadores. Mas a máquina virtual deixou de funcionar no Chrome a partir da versão 45, lançada em setembro de 2015.

Isto ocorre porque o navegador não suporta mais o NPAPI, uma tecnologia necessária para fazer com que plugins de aplicativos como o Java, Silverlight e Unity, possam funcionar corretamente. Ainda assim, se você quiser usar o Java no Chrome, confira as dicas abaixo:

1. Use outro navegador

De acordo com o Google, o NPAPI foi bloqueado por ser antigo – criado em 1995 – e que apresenta riscos de segurança. Mas outros navegadores decidiram não bloquear a tecnologia, como o Microsoft Edge e o Firefox. A recomendação da Java e da gigante de buscas é que o usuário utilize outras opções para acessar este conteúdo.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Firefox é um dos navegadores recomendados que ainda rodam Java (Foto: Reprodução/Mozilla) — Foto: TechTudo

2. Use o Java Web Start

Normalmente, os plugins Java Runtime são rodados e processados diretamente a partir do navegador. O Java Web Start é uma alternativa que executa o conteúdo com a tecnologia NPAPI, independente da presença do plugin no navegador.

Web Start do Java funciona sem depender de compatibilidade do navegador (Foto: Reprodução/Java) — Foto: TechTudo

O software faz parte do Java Runtime Environment desde sua versão 5. Uma vez instalado, o programa roda automaticamente toda vez que o usuário acessar uma página que possua conteúdo Java.

Via Java e Google

Mais do TechTudo