Por Da Redação; da Redação


O Telegram, mensageiro grátis concorrente do WhatsApp, ganhou sete milhões de novos usuários em 24 horas, segundo os criadores do app. O aumento do número de downloads ocorreu após o bloqueio do WhatsApp, na última segunda-feira (2), por determinação da Justiça de Sergipe. O mensageiro só voltou a funcionar na tarde desta terça-feira (3). 

Com a alta procura pelo Telegram, o app enfrentou problemas técnicos e novos usuários relataram não receber o SMS com o código de confirmação para ingresso na rede. Responsáveis pelo app atribuíram o problema ao pico inesperado de downloads. "Desculpem, Brasil! Suas redes de celular não conseguem processar tantos SMS de verificação quantos estamos enviando", informou o app em uma postagem no Twitter.

Fulano 'entrou no Telegram', informa mensagem sempre que algum contato faz um cadastro no mensageiro (Foto: Thássius Veloso/TechTudo) — Foto: TechTudo

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Um dos maiores destaques do Telegram é a sua função nativa de envio de stickers, imagens que servem para ilustrar as conversas, e GIFs animados, enquanto o WhatsApp só permite o envio de emojis. O app também permite mencionar pessoas durante conversas de grupo. Para isso, basta colocar um @ na frente do nome do contato e ele receberá uma notificação dizendo que foi mencionado.

Outro destaque é o chat secreto do Telegram, que deixa o usuário determinar o tempo que uma mensagem vai aparecer na tela do amigo. Depois de alguns instantes, o conteúdo enviado desaparece. Se o destinatário tiver feito um print da tela, o app também avisa deste ato.

O Telegram vai passar o WhatsApp? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo