Por Da Redação; Para O TechTudo


A Hello mal chegou ao Brasil e já vem despertando curiosidade nos usuários de Android e iPhone (iOS). Idealizada pelo mesmo criador do Orkut, Orkut Buyukkokten, a rede social apresenta novas funções como as Personas e traz um conjunto de regras e políticas bastante específicas. Para ajudar a entender melhor o que é permitido ou não dentro do novo espaço, vamos mostrar algumas curiosidades, como uma área reservada a pessoas adeptas ao nudismo, ainda que a rede não aceite conteúdo sexual.

Vale notar que os termos de uso estão disponíveis apenas no aplicativo da rede social, sem uma versão adicional na web.

Hello aplicativo (Foto: Anna Kellen Bull/ TechTudo) — Foto: TechTudo

1. Não é preciso convite, mas pode convidar

Ao contrário do Orkut em seus primeiros dias, o Hello não exige que o usuário tenha um convite para se cadastrar. No entanto, o aplicativo oferece um conjunto limitado de solicitações para enviar aos amigos, mesmo que eles possam aderir ao app por conta própria. Basta fornecer nome e e-mail ou telefone.

2. Você também é responsável pelos seus convidados e amigos

Sempre que um usuário recebe um pedido de amizade, a Hello informa que ele deve aceitar apenas pessoas que conhece e nas quais confia. O internauta é responsável não só pelas suas ações como também pelas dos amigos na rede social. Nos termos de serviço, a empresa revela ainda que “a Hello se reserva o direito de suspender um Titular de Conta com base nas ações de seus convidados”.

Hello aceita cadastros sem convite, mas usuário ganha solicitações para amigos (Foto: Reprodução/Elson de Souza) (Foto: Hello aceita cadastros sem convite, mas usuário ganha solicitações para amigos (Foto: Reprodução/Elson de Souza)) — Foto: TechTudo

3. É proibido para menos de 18 anos, mas não pode pornografia

Para entrar na Hello é preciso ser maior de idade, mas isso não significa que é possível postar conteúdo pornográfico. Segundo as diretrizes da comunidade, você pode paquerar à vontade, mas é proibido conteúdo sexualmente explícito. Por outro lado, usuários que desejam explorar a beleza do corpo humano podem aderir à Persona “nudista”, que busca conectar os simpatizantes do nudismo.

4. Todos os seus posts são públicos, todos mesmo

Sabe todos aqueles controles de privacidade para escolher quem vê sua publicação no Facebook? Na Hello, nenhum deles está presente. Por padrão, todos os posts que você faz podem ser visualizados por qualquer usuário, seja seu amigo ou não. A única forma de fugir isso é através dos posts anônimos, Em vez de limitar o conteúdo a um grupo de usuários, esconde sua identidade. Bastante polêmico.

5. Você pode postar anônimo, desde que pague por isso

A Hello aceita que os usuários façam publicações sem revelar sua identidade na rede social, mas é preciso desembolsar 100 moedas virtuais para isso — cada pacote de moeda tem um preço que vai de R$ 3,19 para 200 moedas a R$ 159,90 para 13.000 moedas. O mesmo vale para comentários anônimos em posts, nos quais o autor pode ter a identidade escondida por um preço de 50 moedas.

6. O Hello pede respeito, nada de bullying e perseguição

Em suas diretrizes, o Hello destaca que busca construir uma comunidade positiva e diversificada. Portanto, não serão aceitos “bullying, ódio ou violência, nem trollagem ou provocações”, descrevem os criadores. A rede ainda lista que não é certo incentivar mal comportamento ou ataques com base na raça, etnia, nacionalidades, sexo, identidade de gênero, afiliações religiosas, deficiências ou doenças.

7. Você pode denunciar posts de usuários fora dessa conduta

Assim como outras redes sociais, a Hello também permite que o usuário reporte conteúdo inadequado para a moderação do site. Para isso, basta clicar nas reticências abaixo do post, escolher denunciar e descrever os motivos pelos quais a publicação deve ser removida. Em suas diretrizes, a empresa afirma que denunciar é realmente importante e que o usuário “também será recompensado” por isso.

Hello aceita que você faça denúncias com comentários em publicações ofensivas (Foto: Reprodução/Elson de Souza) (Foto: Hello aceita que você faça denúncias com comentários em publicações ofensivas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)) — Foto: TechTudo

8. Tudo o que você publicar é seu, não precisa daquela corrente 

A Hello pede que seus usuários sejam criativos e reforça que “tudo o que você publicar, continua sendo seu”. Ao contrário de muitas das rivais, não possui botão para compartilhamento de posts e nem permite salvar posts. Isso dificulta bastante a criação de correntes ou repost de conteúdo alheio.

O app também tem uma política para direitos autorais, desencorajando os usuários a postarem conteúdo que infrinjam patentes, marcas registradas e outros direitos de propriedade intelectual. “Nós respeitamos direitos de ator (sic) e esperamos que você faça o mesmo”, diz o documento de diretrizes.

9. As compras de moedas são todas em dólar

O conteúdo pago da Hello — as moedas virtuais — pode ser comprado dentro do próprio aplicativo, no menu de configurações. Inicialmente, a rede social exibiu o preço em dólar americano, já que a empresa é sediada nos Estados Unidos. Entretanto, já exibe preços em reais, veja a tabela:

Tabela

Preço  Moedas   Promoção
R$ 3,19   200  -
 R$ 15,99 1100  10% OFF
 R$ 31,99 2300  15% OFF 
R$ 64,99   4800 20% OFF 
 R$ 159,90 13000   30% OFF

As compras são feitas via loja de aplicativos, como a Play Store, a App Store e a Amazon Appstore.

Nos termos de serviço, a Hello explica ainda que “todas as compras são finais e nenhum reembolso será realizado”. Ou seja, caso o usuário desista de usar suas moedas, não será possível recuperar o dinheiro gasto e nem transferi-la para outras pessoas, já que isso também não é permitido.

10. Após excluir, dados duram 30 dias

Caso o usuário opte por excluir a sua conta, a Hello irá ocultar o seu perfil por até 30 dias, na verdade. Segundo os termos da rede, o conteúdo estará inacessível “através dos Serviços”, mas poderá ser recuperado caso o usuário faça novamente o cadastro no período. Após esse prazo, o conteúdo deverá ser excluído, mas a Hello avisa que parte dele, como informações inerentes a compras, moedas virtuais e feedbacks, poderão continuar armazenado em cópias de segurança por algum tempo adicional. 

Se o Orkut e o MSN voltassem, você usaria em 2016? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo