Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


A internet é enorme e não se resume apenas aos sites mais famosos. "Escondida" do grande público está a deep web. Apesar da fama de ser perigosa, existe uma parte dessa rede que pode ser útil. Para entendê-la, é necessário conhecer o Tor Browser, seus sites e alguns aspectos que compõem essa estrutura – que facilita a privacidade e a liberdade de expressão. Por isso, saiba o que são sites ".onion", tudo o que pode ser encontrado, perigos e cuidados, e como acessar da forma mais segura possível.

Conheça e veja como acessar sites da rede Tor (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) — Foto: TechTudo

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Na rede Tor, os endereços de sites terminam em “.onion”, bem diferente dos domínio normais que a maioria dos usuários estão acostumados. Além disso, não é possível acessá-los com um navegador normal. Isso porque endereços que terminam com “.onion” são pontos da rede Tor que pertencem a chamada “deep web”.

Esse "lado obscuro da web" possui diversos sites ".onion", alguns com conteúdos muito desagradáveis, e muitos deles podem ser fraudes. Por isso, o recomendável é ficar longe desse tipo de site. Mas, nem tudo é ruim na rede, use-a para o caso de visitar um site específico e por uma boa razão.

O que é um site .onion

Tor, ou The Onion Router é uma rede de computadores de anonimato que é parcialmente financiada pelo governo dos EUA. Ela foi projetada para ajudar as pessoas em países onde o acesso à Internet pode ser censurado ou monitorado.

Quando o internauta se conecta usando Tor, sua atividade na Internet é enviada através dessa rede com a intenção de torná-la anônima. Por esse motivo, fica livre de bisbilhoteiros e há a possibilidade de acessar sites bloqueados no seu país. Apesar dessas vantagens, nesse tipo de conexão, a navegação é mais lenta do que a normal.

Então, quando o acesso ao Google é feito usando Tor, o pedido se alterna entre diferentes pontos da rede, antes que ele atinja um “nó de saída”. Esse "nó de saída" entra em contato com o Google para o usuário, e depois envia de volta os dados de resposta.

O site do Google vê isso como o endereço IP do "nó de saída" e se comunica com ele, em vez do endereço IP do internauta. Nesse exemplo, o tráfego pode ser monitorado, especialmente se a saída dele não for criptografada.

Já um site “.onion” são pontos de endereço para um serviço oculto Tor (um servidor que só pode ser acessado por meio do Tor). Isso significa que a atividade de navegação não pode ser monitorada por alguém observando os nós de saída Tor. Isso também significa que alguém que hospeda um site pode esconder esse servidor usando essa rede, de modo que (em teoria) ninguém possa encontrá-lo. 

Por exemplo: o Facebook mantém um endereço Tor oficial, um serviço escondido em “https://facebookcorewwwi.onion/”. Isso permite que qualquer um possa acessar o Facebook, sem que sua conexão saia da rede Tor, onde poderia facilmente ser monitorada. Essa dica pode ser muito útil em países que bloqueiam a rede social.

Como acessar sites .onion com o navegador Tor

Como já citado, para acessar um endereço ".onion", é preciso usar o navegador Tor. Esse browser é uma versão modificada do Firefox, configurado para se conectar a sites por meio da rede Tor. Ele está disponível para Windows, Mac e Linux.

Passo1. Faça o download do Tor Browser. Depois de baixar e instalar, clique no ícone do navegador na área de trabalho;

Passo 2. Na primeira execução, será exibida a janela “Configurações da Rede Tor”. Para continuar, clique no botão “Ligar”;

Iniciando uma conexão (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) — Foto: TechTudo

Obs.: Imediatamente, será iniciada uma conexão com a rede Tor, para que você possa acessar os sites ".onion".

Conectando na rede Tor (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) — Foto: TechTudo

Passo 3. Depois de executar o navegador Tor, digite o endereço .onion na sua barra de endereços. Por exemplo: para acessar o serviço oculto do Facebook, você deve digitar o endereço “https://facebookcorewwwi.onion/” (sem as aspas) e teclar enter;

Acessando o Facebook via rede Tor (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) — Foto: TechTudo

Passo 4. Outro exemplo: para acessar o serviço oculto do mecanismo de busca DuckDuckGo, digite “http://3g2upl4pq6kufc4m.onion/”.

Acessando o mecanismo de busca DuckDuckGo via rede Tor (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) — Foto: TechTudo

Não acesse sites .onion através de proxies como o tor2web

Também é possível acessar sites ".onion" sem usar o navegador Tor, usando proxies como o Tor2web (www.tor2web.org). O proxy se conecta ao Tor e, em seguida, encaminha o tráfego por meio da Internet regular.

No entanto, isso não é recomendável. Nessa situação, o site acessado mantém o seu anonimato, mas alguém monitorando sua conexão pode ver o site que você está se conectando.

O fornecedor de serviços também pode ver com o que você está se conectando, além de todas as senhas e outras informações privadas, fornecidas através da conexão.

Qual é o seu navegador preferido? Opine no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo