Por Da Redação; Para O TechTudo


O webOS é o sistema operacional exclusivo das Smart TVs da LG. A plataforma teve lançamento no Brasil em 2014 e está presente na maioria dos televisores da fabricante anunciados desde então. O software conta com navegador próprio, lojas de aplicativos e interface simples.

Com concorrentes como Tizen, da Samsung, e Android TV, os clientes podem ficar em dúvida sobre qual Smart TV escolher, afinal, o sistema operacional de cada aparelho pode oferecer experiências de uso bastante diferentes. Para conhecer os prós e contras do webOS, leia o texto abaixo, que analisa detalhes importantes da plataforma da LG.

TV com webOS: conheça as vantagens e desvantagens do sistema da LG (Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Vantagens

1) Interface

A interface do webOS é uma das características mais elogiadas da plataforma, seja pelas cores, a posição dos itens ou o visual moderno. Com poucos menus principais, quase tudo que o usuário precisa está disponível na tela, com navegação que lembra a troca de canal em TVs convencionais. Além disso, o software tem a vantagem de contar com um design diferenciado em relação aos rivais, como Android TV e Tizen.

2) Velocidade

webOS: controle ajuda a deixar o sistema mais responsivo (Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

O  webOS é bem veloz, com transições rápidas, sem travamentos ou problemas do tipo. Segundo a LG, de uma atualização para outra, o software ficou 60% mais rápido para abrir aplicativos e 70% menos lento para navegação. Para completar, o controle remoto Smart Magic promete maior precisão na conexão com a Smart TV.

3) Multitarefas

Graças ao bom funcionamento, o sistema da LG permite que o modo multitarefas funcione com leveza. Com isso, é possível, por exemplo, ajustar as configurações ao mesmo tempo em que acessa a programação dos canais. Essa modalidade é especialmente útil para Smart TVs, afinal, são aparelhos que reúnem comandos que vão além de TV normais, e é comum que seja preciso realizar mais de uma tarefa simultaneamente.

webOS conta com modo multitarefas eficiente (Fabrício Vitorino/TechTudo) — Foto: TechTudo

Desvantagens 

1) Loja de apps limitada

Ao contrário da Android TV, o webOS não tem uma loja de aplicativos completa como a Google Play Store. Isso, obviamente, tem uma influência direta nas opções de programas para baixar nas Smart TVs da LG, que contam com menor quantidade de serviços.

Softwares como Netflix, Globo Play e serviços de streaming estão presentes na loja da LG, mas, caso o usuário queira ir além do básico, é possível que encontre mais opções no Tizen ou Android TV.

webOS tem loja com menos aplicativos que o Android TV (Fabrício Vitorino/TechTudo) — Foto: TechTudo

2) Navegador pode apresentar lentidão

Apesar das melhorias na usabilidade e do alto desempenho, o navegador nativo do webOS pode rodar com lentidão ou ter problemas em endereços da web com Flash. Ainda que não sejam tão comuns, essas são ocorrências que podem frustrar o usuário e atrapalhar a experiência de uso.

3) Configurações de difícil acesso

Mesmo com boa usabilidade e interface intuitiva, o menu de configurações do webOS nas Smart TVs não é dos mais simples, o que pode consumir algum tempo dos usuários até que se consiga entender como alterar os ajustes do aparelho.

Qual Smart TV comprar? Consumidores dão dicas de modelos no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo