Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


Comprar o Galaxy S5 usado pode ser uma boa opção para os usuários que querem ter um celular barato, mas fazem questão de algumas especificações. Mesmo com lançamento em 2014, o smartphone da Samsung conta com uma câmera de qualidade, além de ser resistente à água. Porém, o Android desatualizado e a pouca memória interna disponível podem não agradar muitos usuários.

Atualmente, é possível encontrar o aparelho por cerca de R$ 1 mil nas principais lojas online. Na época em que foi apresentado – o S5 chegou ao Brasil em abril de 2014 –, seu preço era R$ 2,6 mil. Para te ajudar a definir se comprar o antigo Galaxy usado ainda vale a pena, o TechTudo separou três pontos positivos e negativos do smartphone para que você possa avaliar.

Veja se vale a pena comprar o Galaxy S5 usado (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

PONTOS POSITIVOS

1) Qualidade da tela

Apesar de ser um aparelho antigo, o Galaxy S5 conta com uma tela que proporciona ao usuário uma boa experiência de uso. Com um tamanho de 5,1 polegadas, o celular oferece uma resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), resultando em uma densidade de 432 ppi (pixels por polegada).

Além desses números, o display do S5 oferece ainda a proteção do Gorilla Glass 3. Portanto, para as pessoas que fazem questão de ter uma tela de qualidade, o ex-top de linha da Samsung ainda pode ser uma ótima alternativa.

Tela do Galaxy S5 é Full HD (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

2) Resolução da câmera

Outro ponto que ainda é positivo no Galaxy é a câmera. A principal (na parte de trás do aparelho) tira fotos com 16 megapixels, enquanto a frontal tem 2 MP. Números que o colocam ao lado de muito celulares lançados recentemente.

O destaque mesmo, porém, vai para a gravação de vídeos. Capaz de filmar em 4K (2160p), na traseira, e Full HD (1080p), na frontal, o aparelho promete capturar momentos do dia a dia do usuário com boa qualidade.

Câmera do Galaxy S5 grava em 4K (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

3) Resistência à água

Outro ponto bastante útil no dia a dia é a resistência à água do Galaxy S5. Apesar de a Samsung não aconselhar mergulhar o aparelho na água, a proteção IP67 permite que o celular resista por até 30 minutos embaixo d’água, com uma profundidade de até 1 metro.

Segundo a fabricante, para isso, é preciso se certificar que tanto a tampa traseira quanto as outras entradas do smartphone estejam devidamente fechadas.

Galaxy S5 tem resistência à água (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

PONTOS NEGATIVOS

1) Android desatualizado e modificado pela Samsung

Se você é o tipo de usuário que faz questão de ter um celular com o sistema operacional atualizado, comprar o Galaxy S5 usado pode ser um pouco frustrante. Mesmo após o lançamento do Android 7.0 Nougat, a sétima versão do sistema operacional do Google, o Galaxy S5 roda o Android 6.0 Marshmallow. Vale lembrar que ele chegou ao mercado com o sistema na versão 5.0 Lollipop, o que significa que já teve uma grande atualização de Android.

Galaxy S5 tem Android desatualizado (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

Além disso, a Samsung também costuma fazer muitas modificações na interface do Android, incluindo aplicativos e alterando o visual – o que pode ser decepcionante para quem gosta da ter a experiência do Android puro. Nesse caso, vale a pena pesquisar um pouco os smartphones da Motorola, que, atualmente, são os que estão mais próximos de proporcionar essa experiência de uso.

 2) Design “antigo”

Por ser um celular lançado em 2014, ou seja, há mais de dois anos, é normal que o seu design não tenha mais nenhuma grande novidade. No caso dos aparelhos da Samsung, porém, há um adendo: a maioria dos smartphones da companhia segue a mesma identidade visual.

Portanto, se o design é algo muito importante para você, o S5, provavelmente, não é o celular mais indicado.

Design do Galaxy S5 pode desagradar alguns usuários (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

3) Memória interna de apenas 16 GB

Esse ponto é bastante importante: as pessoas que comprarem o Galaxy S5 precisam ter em mente que a capacidade de armazenamento do smartphone é de 16 GB. E a memória disponível para o usuário acaba sendo ainda menor, por conta do espaço que o sistema operacional ocupa.

Sendo assim, é bastante recomendável que, junto com o aparelho, um cartão de memória seja comprado – ainda mais se o Galaxy for usado para fazer muitas fotos, vídeos e baixar apps pesados.

Como atualizar o Android no Galaxy S5? Descubra no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo