Por Da Redação; Para O TechTudo


Os anos 80 foram repletos de grandes clássicos dos mais diversos gêneros, mas os filmes de ação com seus icônicos heróis parecem ter dominado aquela década. Confira alguns jogos antigos que foram criados baseados nesses filmes tão populares, apesar de nem sempre partilharem do mesmo sucesso ou qualidade.

Terminator 2: The Arcade Game (Fliperama, Super Nintendo, Mega Drive)

O game baseado no filme "O Exterminador do Futuro 2" utilizava o futuro pós-apocalíptico da franquia como pano de fundo para um jogo de tiro viciante onde o objetivo era eliminar outros exterminadores.

Em sua época, Terminator 2: The Arcade Game foi elogiado por usar as armas Super Scope e Menacer (Foto: Reprodução/Abandonia) — Foto: TechTudo

Nos consoles ele foi lançado com o nome de T2: The Arcade Game e foi um dos raros games a dar suporte às “armas” dos videogames, como a Super Scope no Super Nintendo e a Menacer no Mega Drive.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Predator (Commodore 64)

A aventura na selva em que Arnold Schwarzenegger interpreta o mercenário Dutch contra um caçador alienígena teve duas versões distintas. A maioria das pessoas apenas conhece a estranha versão do NES, na qual o protagonista usa uma roupa rosa e luta contra escorpiões. Porém, houve versões mais fiéis como a do Commodore 64.

Nestas versões, a selva é mais detalhada, as animações de Dutch são fluídas e os inimigos são soldados, além do próprio Predador.

O game Predator do Commodore 64 era mais fiel ao filme em relação ao NES (Foto: Reprodução/Wikiwand) — Foto: TechTudo

Robocop (Fliperama)

O policial do futuro ficou bastante conhecido nos fliperamas graças a um game criado pela Data East no qual jogadores avançavam pelas ruas de Detroit é atiravam em criminosos. O jogo não era exatamente excepcional.

RoboCop se movia um pouco devagar e a dificuldade era alta, mas a popularidade do personagem garantiu um relativo sucesso e algumas sequências.

O policial do futuro Robocop teve um jogo popular, mesmo que não fosse tecnicamente excepcional (Foto: Reprodução/YouTube) — Foto: TechTudo

Die Hard (Nintendo 8 Bits)

A série Duro de Matar teve um game razoável no PlayStation One e Saturno com Die Hard Trilogy, mas poucos jogadores sabem que houve também uma tentativa no NES. Enquanto a maioria dos títulos de ação optava por uma visão lateral, Die Hard tentou oferecer uma jogabilidade diferenciada.

Ele trazia uma visão aérea do protagonista John McClane como forma de melhor representar os andares do Nakatomi Plaza, mas isso dificultava um pouco os tiroteios.

Devido às dificuldades da jogabilidade, John McClane não é tão duro de matar no Die Hard do NES (Foto: Reprodução/YouTube) — Foto: TechTudo

Rambo 3 (Fliperama)

Atualmente, a lembrança de Rambo nos videogames ficou marcada pelo péssimo título de 2014, mas houve um tempo em que o soldado era sinônimo de jogos de tiro frenéticos nos fliperamas.

Rambo 3 permitia controlar o exército de um homem só em um intenso tiroteio sobre trilhos com suporte a um modo cooperativo com o Coronel Sam Trautman.

Antes do terrível Rambo: The Video Game o personagem teve bons jogos como Rambo 3 (Foto: Reprodução/VGMuseum) — Foto: TechTudo

Total Recall (Nintendo 8 Bits)

Conhecido no Brasil como O Vingador do Futuro, Total Recall foi uma boa aposta no gênero de ação em sua época, mas o game baseado no filme não teve a mesma sorte. A adaptação não usava muito do material original e acabava colocando os jogadores em fases genéricas que não tinham relação com o filme.

Ocasionalmente alguma cena era bem reproduzida, como o combate entre o protagonista Douglas Quaid e sua “esposa”, mas eram raras.

Total Recall é um exemplo do que não fazer em matéria de jogos baseados em filmes (Foto: Reprodução/SwankWorld) — Foto: TechTudo

Indiana Jones and the Last Crusade (Mega Drive, Master System)

Baseado no último filme da trilogia original de Indiana Jones, the Last Crusade era um game desafiador tanto no Mega Drive quanto em uma versão mais modesta para Master System.

O jogo trazia um Indiana Jones bem frágil, fácil de ser morto, e forçava erros ao exibir muita exploração com um limite de tempo apertado e quedas mortais. Apesar disso, havia muitos momentos que captavam perfeitamente o espírito dos filmes.

Mesmo com dificuldade alta, Indiana Jones and the Last Crusade captava o espírito aventureiro de Indy (Foto: Reprodução/GameFabrique) — Foto: TechTudo

Beverly Hills Cop (Commodore 64)

No Brasil chamado de Um Tira da Pesada, os filmes da série confiavam em uma mistura de ação e uma pitada de humor com o comediante Eddie Murphy. A adaptação para jogo tenta também dar esse dinamismo com vários estilos de jogabilidade diferentes combinados, mas não chega a fazer nada para sustentar o resto do game.

Beverly Hills Cop cai no erro de tentar muitos estilos de jogabilidade diferentes (Foto: Reprodução/GameFaqs) — Foto: TechTudo

Lethal Weapon (Super Nintendo)

A dupla da série de filmes Máquina Mortífera marcou presença no Super Nintendo com um game que mistura ação e plataforma. No papel de Riggs ou Murtaugh, o jogador pode escolher entre quatro missões disponíveis e explorar fases com desafios tradicionais do gênero, como plataformas móveis que exigem saltos precisos.

Apesar de não ser um jogo tão bom para os padrões do Super Nintendo, não é tão ruim quanto outras adaptações de filmes.

Lethal Weapon para o Super Nintendo traz uma experiência razoável baseada no filme mesmo que não seja memorável (Foto: Reprodução/YouTube) — Foto: TechTudo

Mad Max (Nintendo 8 Bits)

O nome pode enganar, mas Mad Max é um game baseado no segundo filme da série, quando o mundo foi devastado e resta ao protagonista Max tentar sobreviver com poucos recursos. O jogo até tem uma ideia interessante de vagar pelo deserto em seu carro, porém os controles não funcionam muito bem.

Ao chegar às minas abandonadas, Max pode explorá-las em um estilo de ação com visão aérea mais interessante. Atualmente, há opções muito melhores, como Mad Max para PS4, Xbox One e PC.

Mad Max tinha gráficos bons para sua época mas uma jogabilidade imprecisa e repetitiva (Foto: Reprodução/YouTube) — Foto: TechTudo

Qual o melhor jogo antigo de fliperamas? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo