Nintendo Switch vs Wii U: qual é o melhor console?

Conheça as diferenças entre os dois e saiba se a Nintendo acertou com o novo console

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por André Luiz de Mello Pereira, para o Techtudo

O Nintendo Switch chegou e, apesar de não ter lançamento oficial no Brasil, o aparelho já pode ser encontrado por aqui. Por isso, Comparamos alguns pontos entre ele e o console anterior da empresa, o Nintendo Wii U, para você se decidir se vai comprar o videogame ou não.

Para decidirmos qual dos consoles é o melhor, abordaremos pontos como desempenho, a tela do tablet, serviços disponíveis, rede online, controles e jogos. Confira o comparativo entre Nintedo Switch vs Nintendo Wii U.

Saiba qual dos consoles da Nintendo é a melhor opção (Foto: (Foto: Reprodução/André Mello)) Saiba qual dos consoles da Nintendo é a melhor opção (Foto: (Foto: Reprodução/André Mello))

Saiba qual dos consoles da Nintendo é a melhor opção (Foto: (Foto: Reprodução/André Mello))

Desempenho e hardware

Um dos pontos mais aguardados desde o anúncio do Nintendo Switch era o seu desempenho em relação ao Wii U, o console anterior da empresa. Quando chegou ao mercado, o Wii U conseguia se aproximar bastante do poder de processamento de Xbox 360 e PS3, mas isso não foi suficiente, já que uma nova geração estava cada vez mais próxima.

O Switch ainda não se iguala com outros consoles, mas consegue superar o antecessor. Trazendo um chip Nvidia Tegra personalizado, o videogame traz mais poder para os jogos da Nintendo, conseguindo proporcionar resoluções maiores, seja através da tela portátil ou quando ligado a uma TV.

Enquanto o Wii U consegue apresentar gráficos com uma resolução, em média, de 720p na tela de TV, com alguns títulos recebendo upscale para 1080p, e apenas 420p no Gamepad, o Switch tem capacidade para imagens em 720p na sua tela portátil e 1080p quando conectado à TV.

O Nintendo Switch traz um processador mais potente (Foto: (Foto:Divulgação/Nintendo)) O Nintendo Switch traz um processador mais potente (Foto: (Foto:Divulgação/Nintendo))

O Nintendo Switch traz um processador mais potente (Foto: (Foto:Divulgação/Nintendo))

Ambos os consoles contam com modelos com 32 GB de armazenamento, com o Switch permitindo a conexão de cartões MicroSD de até 2 TB. Já o Wii U, possibilita a conexão de HDs externos para armazenar jogos e arquivos de save. O Wii U ainda utiliza de discos para seus jogos, enquanto o Switch conta com pequenos cartuchos de memória, algo que pode melhorar na rapidez na hora de carregar os games.

A bateria do Wii U, algo bem criticado por seus usuários, dura, em média duas horas. Segundo testes, o Switch, em modo portátil, podendo ser levado para qualquer lugar e realizando o processamento de imagens em uma resolução de 720p (com Zelda: Breath of the Wild), dura, em média, duas horas e 30 minutos.

Controles

O Wii U surpreendeu muita gente ao ser anunciado, até causando certa confusão na cabeça do público, que acreditou que o Gamepad era apenas mais um controle do Wii. Só que o console tinha um conceito interessante, de apresentar uma segunda tela para o jogador utilizar nos games, algo que não foi tão bem explorado por produtoras que apostaram em jogos para o videogame.

Gamepad do Wii U trouxe uma ideia interessante para o console (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo)) Gamepad do Wii U trouxe uma ideia interessante para o console (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

Gamepad do Wii U trouxe uma ideia interessante para o console (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

Outro elemento que o Wii U apresentou foi o de liberar a TV em que estava conectado, levando todo o gameplay para a tela do controle. Além do Gamepad, o Wii U conta com um Pro Controller, mais próximo dos joysticks tradicionais, e traz suporte para o Wiimote.

Já o Switch traz uma nova versão do Wiimote na forma do Joy-Con, um controle dividido em duas partes que pode ser utilizado ao ser conectado diretamente na tela do console, em algo bastante similar ao Gamepad do Wii U, assim como separados ou em um suporte.

O Joy-Con ainda vem em versões coloridas  (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo)) O Joy-Con ainda vem em versões coloridas  (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

O Joy-Con ainda vem em versões coloridas (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

Outra novidade do Joy-con é o fato de, ao ser dividido, cada parte pode operar como um joystick individual, permitindo multiplayer local sem a necessidade da compra de mais um controle. Assim como o Wii U, o Switch conta com um Pro Controller, com design um pouco mais comum.

Jogos e exclusivos

O Wii U teve uma vida difícil em relação a jogos lançados por produtoras terceiras, mas teve alguns títulos interessantes, como ZombiU e Lego City Undercover. Só que o console conseguiu mesmo fazer valer o seu investimento com games como Mario Kart 8, Super Mario 3D World, Pikmin 3 e Bayonetta 2.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild oferece a maior liberdade da série (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo)) The Legend of Zelda: Breath of the Wild oferece a maior liberdade da série (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

The Legend of Zelda: Breath of the Wild oferece a maior liberdade da série (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

Além desses, o console trazia retrocompatibilidade com jogos do Wii e o Virtual Console, uma forma de comprar títulos de gerações passadas da Nintendo, como NES, SNES e N64.

Pikmin 3 foi um dos destaques do Wii U  (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo)) Pikmin 3 foi um dos destaques do Wii U  (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

Pikmin 3 foi um dos destaques do Wii U (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

Já o Switch foi lançado com pouquíssimos jogos, tendo como destaque The Legend of Zelda: Breath of the Wild (também disponível para o WIi U).

Mesmo assim, o futuro do console tem potencial, já que o ele conta com o anúncio de Super Mario Odyssey, uma nova versão de Mario Kart 8, além de rumores sobre um possível Pokémon e vários títulos independentes já confirmados.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Por enquanto, não existe uma espécie de Virtual Console durante o lançamento do Switch, mas isso já é esperado para os próximos meses de vida do console.

Rede online

O Wii U, assim como o Wii, conta com uma rede online simples, a ponto de ser considerada a com menos vantagens dentre os consoles de sua geração. Através dela, é possível participar de partidas online, adicionando jogadores através de Friend Codes, um processo bastante criticado por seus usuários, que preferiam algo mais próximo da Xbox LIVE e PlayStation Network, com contas comuns e IDs de fácil compreensão, em vez de números específicos.

Já o Switch é o primeiro console da Nintendo a ter uma rede paga, com um serviço que exige uma mensalidade para permitir o multiplayer online. Ainda sem chegar completamente ao console, o serviço também terá ligação a um aplicativo de chat por voz, disponibilizado para smartphones.

Multiplayer online do Switch será gratuito nos primeiros meses  (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo)) Multiplayer online do Switch será gratuito nos primeiros meses  (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

Multiplayer online do Switch será gratuito nos primeiros meses (Foto: (Foto: Divulgação/Nintendo))

A Nintendo ainda não confirmou exatamente a data de lançamento de toda a rede da Nintendo, mas já é possível se cadastrar nela, podendo comprar jogos e baixar demos.

Uma vantagem que a rede do Switch deve trazer é a oferta de jogos de SNES e NES liberados mensalmente para seus usuários, com melhorias como modo online, o que permitirá partidas de multiplayer de games clássicos no console.

Serviços

O Wii U, como boa parte dos consoles do mercado, conta com alguns apps para que o seu usuário possa utilizar o videogame para outros fins além de jogos. É possível assistir filmes e séries por aplicativos da Netflix, YouTube, entre outros.

Já o Switch não traz nenhum tipo de app multimídia ou um navegador de internet. A Nintendo já confirmou que existem planos para trazer esse tipo de vantagem para o Switch, mas ainda é cedo para revelar qualquer estratégia para o console.

MAIS DO TechTudo