Por Paulo Alves, para o TechTudo


O OnePlus 3T é um smartphone desconhecido no Brasil, mas reconhecido mundialmente por oferecer especificações promissoras, design elegante e preço baixo (em relação aos concorrentes no segmento de celulares top de linha, como o iPhone 7, Galaxy S8 e LG G6). O problema é que só é possível comprar via importação, já que o modelo não é vendido no mercado brasileiro.

A ficha técnica do dispositivo inclui memória interna de 64 GB ou 128 GB, memória RAM de 6 GB, além de recarga rápida de bateria, que impressionou em nossos testes. Mesmo assim, o dispositivo custa praticamente a metade do cobrado por modelos conhecidos da Apple e Samsung. Mas será que importar o OnePlus 3T com 60% de imposto vale mesmo a pena? Veja os pontos positivos e negativos antes de comprar.

Veja pontos positivos e negativos de importar o OnePlus 3T para o Brasil — Foto: Elson de Souza/TechTudo Veja pontos positivos e negativos de importar o OnePlus 3T para o Brasil — Foto: Elson de Souza/TechTudo

Veja pontos positivos e negativos de importar o OnePlus 3T para o Brasil — Foto: Elson de Souza/TechTudo

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

Pontos positivos

1. Processador e memória

O OnePlus 3T traz o processador Snapdragon 821, da Qualcomm, o mesmo presente no atual smartphone top de linha da LG, o LG G6. O celular ainda conta com memória RAM de 6 GB para rodar qualquer aplicativo e o sistema Android com leveza e sem travamentos. O número é tão alto, que até jogos pesados podem ficar sempre ativos na memória para acesso rápido.

O telefone não tem entrada para cartão de memória, mas compensa com pelo menos 64 GB de armazenamento. É o suficiente para baixar dezenas de apps e manter sua biblioteca de músicas no bolso. A versão mais cara dobra a quantidade de espaço interno para 128 GB, e torna o celular praticamente um HD portátil para arquivos importantes.

2. Android atualizado

Apesar da OnePlus não ser uma fabricante conhecida, está entre as mais ágeis em liberar atualizações do Android. O 3T já roda o Android 7.1.1 Nougat, que ainda não chegou em nenhum modelo comercializado atualmente no Brasil. E é provável que o Android O, próxima versão do software do Google, também seja disponibilizada no futuro.

A interface do celular é leve, e se parece, em termos de aparência, com o Android praticamente puro dos telefones da Motorola. O visual é limpo e o aparelho não traz muitos apps pré-instalados, deixando o armazenamento o mais disponível possível.

3. Câmeras

Celular tem duas câmeras de 16 megapixels de alta qualidade — Foto: Elson de Souza/TechTudo Celular tem duas câmeras de 16 megapixels de alta qualidade — Foto: Elson de Souza/TechTudo

Celular tem duas câmeras de 16 megapixels de alta qualidade — Foto: Elson de Souza/TechTudo

Smartphones chineses desconhecidos geralmente não são famosos pela qualidade fotográfica, mas esse não é o caso do OnePlus 3T. O aparelho traz um dos melhores conjuntos de câmeras do mercado, com um sensor traseiro de 16 megapixels que captura fotos similares às de tops de linha como iPhone 7, Galaxy S8 e LG G6. O mesmo vale para a captura de vídeos em 4K com estabilização óptica de imagem.

Nas selfies, o aparelho promete ser ainda melhor, com outra câmera de 16 MP na parte frontal. Nesse quesito, ele pode inclusive superar rivais de marcas famosas e entregar fotos com alto nível de detalhes até em ambientes escuros.

4. Preço

Mesmo com um pacote de recursos digno de celulares top de linha, o OnePlus 3T custa bem menos que seus principais rivais. Em sites de importação, o modelo de 64 GB pode ser adquirido por US$ 440, ou R$ 1.400 na cotação atual e sem impostos. No Brasil, esse é o preço de smartphones intermediários como o Moto G5 Plus e o Zenfone 3, que têm fichas técnicas bem mais modestas.

Mesmo ao aplicar o imposto sobre o valor original, o celular não passa dos R$ 2.600 – valor ainda bem abaixo do cobrado no Brasil por um iPhone ou Galaxy recém-lançados.

Pontos negativos

1. Sem garantia no Brasil

OnePlus 3T não tem garantia no Brasil — Foto: Foto: Elson de Souza/TechTudo OnePlus 3T não tem garantia no Brasil — Foto: Foto: Elson de Souza/TechTudo

OnePlus 3T não tem garantia no Brasil — Foto: Foto: Elson de Souza/TechTudo

A OnePlus não oferece garantia para produtos da marca em mercados que ela não atua. Portanto, ao comprar um 3T e importar para o Brasil, não há cobertura contra defeitos, mesmo que eles tenham sido originados de fábrica. Nesse caso, o usuário só tem como recorrer à loja virtual na qual o aparelho foi adquirido e tentar uma troca ou o reembolso dos valores.

2. Sem português brasileiro

O OnePlus 3T funciona sem maiores problemas em território brasileiro, incluindo a conexão com a rede 4G. No entanto, o smartphone não traz opção de idioma em português brasileiro. Como os aparelhos importados costumam ser fabricados para o mercado europeu, o celular só oferece português de Portugal – ou línguas como inglês e espanhol.

3. Sem acessórios oficiais

Ao importar o OnePlus 3T, também é importante ter em mente a escassez de acessórios no Brasil. Capas, fones e outros produtos compatíveis com o celular não são vendidos oficialmente no país. Até sites como o Mercado Livre têm dificuldade em oferecer opções para comprar.

A dica, nesses casos, é adquirir logo a sua capinha ao comprar o OnePlus 3T, já que lojas online que comercializam o aparelho também costumam oferecer acessórios.

4. Preço e data de chegada incertos

Preço final do aparelho só é descoberto na hora da tributação — Foto: (Foto: Elson de Souza/TechTudo) Preço final do aparelho só é descoberto na hora da tributação — Foto: (Foto: Elson de Souza/TechTudo)

Preço final do aparelho só é descoberto na hora da tributação — Foto: (Foto: Elson de Souza/TechTudo)

O preço do OnePlus 3T é muito mais baixo se comparado aos da concorrência, mas o valor quase sempre é incerto no ato da compra. Como a Receita Federal costuma taxar produtos de importação de até US$ 500 em 60%, o valor original de US$ 1.600 quase sempre muda ao chegar na Aduana. Aplicado o imposto padrão, o preço pode subir para até R$ 2.560.

O valor do imposto muda porque nem sempre o Governo aplica o mesmo percentual. Além disso, é preciso considerar o IOF e a a flutuação do câmbio entre a data de compra e o dia de compensação do cartão de crédito usado na transação online.

Quando um produto é taxado na importação, os Correios enviam uma correspondência para o endereço do destinatário informando o valor do imposto. A encomenda só é despachada após o pagamento do valor, o que acaba aumentando também o prazo de entrega.

Como comprar celular nos EUA? Descubra no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo