Diferente do Snapchat, WhatsApp Status dispensa anúncios entre snaps

Snapchat está sendo citado como uma máquina de fazer dinheiro, exibindo novos formatos de publicidade.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Melissa Cruz Cossetti, da Redação

A chegada do WhatsApp Status fez muita gente comparar o mensageiro com as redes sociais Instagram e Snapchat — o Status, assim como os Stories do Instagram, somem sem durar muito tempo e ficam no topo da interface do app, estimulando novos posts. Já o Snap, vanguarda dos posts efêmeros, estimula toda sua potência de engajamento para vender publicidade e levantar receita exibindo anúncios entre um snap e outro — e onde mais couber. Para tirar dúvidas sobre a função, o TechTudo conversou com o time do WhatsApp.

Leia também:

Segundo a equipe do WhatsApp, embora tenha sido adquirido pelo Facebook, o time de desenvolvimento do mensageiro trabalha de forma independente, com os próprios projetos e cronogramas. Isso explica, por exemplo, porque o WhatsApp Status chegou depois do Instagram Stories e o Messenger Day foi o último a ser entregue aos usuários. Embora parecidos, os apps não conversam entre si.

Status WhatsApp no celular  (Foto:  João Gabriel Balbi/TechTudo) Status WhatsApp no celular  (Foto:  João Gabriel Balbi/TechTudo)

Status WhatsApp no celular (Foto: João Gabriel Balbi/TechTudo)

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

“Quando construímos novas funções, nós as lançamos quando a qualidade e a confiabilidade estão de acordo com os nossos padrões. Geralmente, não sincronizamos as datas de lançamento com outras equipes do Facebook”, disse uma porta-voz do WhatsApp. Sendo assim, não há recursos compartilhados.

Sem anúncios entre Status

Em meio à guerra de snaps, o Snapchat está sendo citado como uma máquina de fazer dinheiro, exibindo novos formatos de publicidade em todo o aplicativo e arrecadando recursos com a venda de filtros geográficos personalizados. O WhatsApp, porém, após a polêmica que trouxe o fim da ameaça de cobrança pelo uso do mensageiro, prometeu no fim de 2016 que o app seria de “graça para sempre”. Na mesma ocasião, baniu anúncios no app como fonte de receita.

Ao TechTudo, a equipe de comunicação do aplicativo manteve o posicionamento do ano passado. “Não temos planos para monetizar o recurso Status”, disse.

Não temos planos para monetizar o recurso Status

Com o lançamento do WhatsApp Status, que trouxe snaps para o aplicativo de mensagens, a nova interface deixou o mensageiro com “cara de rede social”. A mudança, porém, não foi muito bem recebida, gerando críticas por quem gostava de um WhatsApp mais funcional e leve, sem Status, Stories, ou qualquer outro tipo de recurso que não fosse o original: a troca de mensagens simples de texto.

Questionados sobre novos recursos que possam mudar novamente a natureza do aplicativo, a equipe preferiu não comentar sobre futuro. No entanto, planeja "lapidar o Status" para torná-lo melhor para as pessoas. Sendo assim, mais mudanças podem vir até que os posts temporários — bem aceitos ou não no WhatsApp — façam parte da rotina dos usuários do famoso mensageiro.

Ainda não conhece? Saiba usar o Status do WhatsApp

Como usar a nova função de status do WhatsApp

Como usar a nova função de status do WhatsApp

Como desatualizar o WhatsApp e deixar sem status? Troque dicas no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo