Facebook muda feed para reduzir links de sites com baixa qualidade

Alteração pretende melhorar também a qualidade do conteúdo que viraliza na rede social.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por João Kurtz, para o TechTudo

A guerra do Facebook para melhorar a qualidade das informações e bloquear notícias falsas que circulam em sua plataforma continua. O próximo passo da rede social foi anunciar uma nova mudança em seu algoritmo que pretende reduzir a aparição de artigos considerados clickbait no feed de notícias dos usuários.

A mudança foi anunciada na quarta-feira (10) e deve ser implementada dentro de poucos meses. A expectativa é que ela diminua a presença de publicações e anúncios com conteúdo considerado de baixa qualidade e spam.

Facebook muda feed de notícias novamente na rede social (Foto: Luciana Maline/TechTudo) Facebook muda feed de notícias novamente na rede social (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Facebook muda feed de notícias novamente na rede social (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

A alteração ocorre devido ao feedback de usuários. “Ouvimos dos membros da nossa comunidade e descobrimos que eles ficam desapontados quando clicam em um link que leva a um site com pouco conteúdo relevante ou com anúncios mal-intencionados. As pessoas esperam que a experiência ao clicar em uma publicação no Facebook seja simples e direta.”, explica a rede social.

As pessoas esperam que a experiência ao clicar em uma publicação no Facebook seja simples e direta

O novo algoritmo foi feito após a revisão de vários sites com links no Facebook para identificar os domínios com conteúdo ou anúncios mal-intencionados. Em seguida, uma inteligência artificial foi usada para entender se esse comportamento também ocorre em novas páginas. Quando o link de um site considerado ruim/enganoso é postado, ele pode aparecer menos do feed de usuários, além também de ser bloqueado no sistema de anúncios. A rede social, porém, não definiu a forma como categoriza sites de "baixa qualidade".

A atualização da política é uma extensão dos esforços da rede social para diminuir a quantidade de anúncios problemáticos que já foram implementadas desde 2016, além caminhas junto das novas diretrizes contra notícias falsas.

A plataforma aponta que algumas mudanças de comportamento podem surgir em suas páginas. Aquelas que não costumam compartilhar clickbait podem esperar um leve aumento em seu tráfego, enquanto as que abusam da prática — uma espécie de isca de cliques, com conteúdo destinado à geração de receita de publicidade, sem precisão na informação divulgada, usando de manchetes sensacionalistas ou imagens impactantes e polêmicas — devem experimentar uma diminuição de audiência em razão das novas mudanças do feed de notícias.

Via Facebook

MAIS DO TechTudo