Jogamos a beta fechada de Quake Champions; confira o teste do game

Testamos o beta mais recente do game e contamos o que achamos dele.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por André Luiz de Mello Pereira, para TechTudo

Quake Champions, nova versão do jogo de tiro da Bethesda para PC ainda não tem data de lançamento. Porém, a empresa já realizou betas fechados para testar os aspectos do game, inclusive o gameplay. O TechTudo teve acesso à fase mais recente do títul. Veja, agora, nossas impressões.

O beta de Quake Champions trouxe uma experiência limitada, mas satisfatória em relação ao game completo. Foram liberados nove personagens, dois cenários e dois modos de jogo: Deathmatch e Team Deathmatch, ambos bastante comuns aos fãs de jogos de tiro em primeira pessoa.

Quake Champions: jogamos a beta do game (Foto: Divulgação/Bethesda) Quake Champions: jogamos a beta do game (Foto: Divulgação/Bethesda)

Quake Champions: jogamos a beta do game (Foto: Divulgação/Bethesda)

Você não precisa de uma máquina muito potente para jogar

Quake Champions conta com bons gráficos e desempenho, graças ao fato de não precisar de uma máquina muito potente para rodar. Com um computador com processador Intel i5, 8 GB de memória RAM e uma placa de vídeo AMD Radeon HD 7700, foi possível rodar o game com gráficos na configuração média e, dependendo da partida, na alta.

Visor contra Ranger em Quake Champions (Foto: Divulgação/Bethesda) Visor contra Ranger em Quake Champions (Foto: Divulgação/Bethesda)

Visor contra Ranger em Quake Champions (Foto: Divulgação/Bethesda)

Para quem quiser realizar streamings e capturas do jogo, talvez seja necessário uma máquina um pouco superior para manter uma boa qualidade de imagem e de taxa de frames durante o gameplay. Vale lembrar que isso é baseado no beta fechado do título, podendo mudar até o seu lançamento.

O fato de Quake Champions rodar em máquinas um pouco mais modestas é animador, já que por ser um jogo gratuito e online, quanto maior o número de jogadores, melhor será a experiência.

Isso ficou bem claro durante os testes pelo número de jogadores disponíveis para partidas de Team Deathmatch em comparação aos que entravam em Deathmatch. Por se tratar de um beta fechado, o número de jogadores era limitado, mas muito poucos tentavam a versão em times dos combates, fazendo com que a espera para fechar o número necessário para essas partidas fosse muito alto.

Imagem do gameplay de Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello) Imagem do gameplay de Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello)

Imagem do gameplay de Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello)

Nove personagens para escolher

Quake Champions tem um esquema bastante similar ao visto em outros jogos de tiro. Utilizando o sistema popularizado em Overwatch e MOBAs, você controla personagens distintos e com habilidades próprias, que fazem a diferença dentro do campo de batalha.

Inicialmente, o jogador conta apenas com o Ranger, o soldado do primeiro Quake, disponível. Para jogar com os outros personagens, é necessário comprá-los com dinheiro real, ou usar uma moeda in-game para “alugar” um personagem por 24 horas.

Essa moeda in-game é recebida ao jogar as partidas comuns e realizando alguns desafios, como eliminar um jogador que o matou, ficar entre os três primeiros colocados, realizar um headshot, entre outros. O preço dos personagens não pareceu abusivo, e o tempo de 24 horas é o suficiente para testar o campeão.

Tela de seleção de personagens de Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello) Tela de seleção de personagens de Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello)

Tela de seleção de personagens de Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello)

Esse tipo de transação já havia sido comentada pela própria Bethesda, de que campeões teriam que ser comprados com dinheiro real ou alugados. Mas, durante o beta, uma terceira opção foi mostrada, e tornou as coisas mais interessantes para quem deseja uma experiência realmente gratuita.

Ao final de cada partida, o jogador ganha pontos de experiência, que aumentam o nível e ajuda com o matchmaking. Ao subir de nível, você ganha uma caixa com itens, geralmente cosméticos para os seus personagens. Durante os testes, uma dessas caixas trouxe um campeão, que ficou disponível na conta.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Isso significa que existe a chance de você conseguir todos os campeões de maneira aleatória, jogando e conseguindo caixas de itens.

Quake Champions disponibiliza recompensas para o jogador ao fim das partidas (Foto: Divulgação/Bethesda) Quake Champions disponibiliza recompensas para o jogador ao fim das partidas (Foto: Divulgação/Bethesda)

Quake Champions disponibiliza recompensas para o jogador ao fim das partidas (Foto: Divulgação/Bethesda)

Tiroteio frenético

Talvez o ponto mais antecipado dos fãs de Quake em relação a Champions é o seu gameplay. A ideia de um novo jogo da série ser gratuito fez com que muitos acreditassem que sua jogabilidade fosse alterada para se comportar melhor a um público maior.

Basta você jogar um minuto de uma partida de Deathmatch para notar que toda a correria e emoção de uma partida online de Quake está ali em Champions. Durante o beta fechado, a maioria dos jogadores se concentrou em partidas de todos contra todos, o que fez com que boa parte dos testes tivesse que ser feito nesse modo.

Caso você esteja acostumado com FPS como Call of Duty e Battlefield, talvez estranhe o fato de começar uma partida com dois ou três inimigos bem próximos e atirando.

Quake Champions traz tiroteios frenéticos (Foto: Divulgação/Bethesda) Quake Champions traz tiroteios frenéticos (Foto: Divulgação/Bethesda)

Quake Champions traz tiroteios frenéticos (Foto: Divulgação/Bethesda)

Se por um lado isso parece uma bagunça, por outro faz com que o jogador tenha que aprender tudo rapidamente. O gameplay é bem intuitivo até para quem não está acostumado com Quake. Os dois cenários liberados no beta fechado eram grandes o suficientes para que o jogador conseguisse respirar em alguns momentos para testar algumas novidades.

As habilidades dos personagens fará alguns jogadores se lembrarem de Overwatch. Aqui, você recupera sua habilidade após um breve período, que pode ser diminuído se você localizar pequenas ampulhetas espalhadas pela arena.

As armas ficam espalhadas pelo cenário, assim como um ponto que, quando capturado por um jogador, torna seu personagem mais forte, aumentando sua defesa e seu ataque. Caso o jogador com esse item capturado seja eliminado, outro pode capturá-lo rapidamente ou deverá aguardar o seu reaparecimento.

Momento de tiroteio em Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello) Momento de tiroteio em Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello)

Momento de tiroteio em Quake Champions (Foto: Reprodução/André Mello)

Esse ponto de captura para melhorar seu personagem torna as partidas ainda mais tensas, pois quanto mais próximo do item aparecer no cenário, maior será a chance de a maioria dos jogadores se aglomerarem em um espaço pequeno. Isso pode gerar um tiroteio frenético, assim como uma boa oportunidade para você utilizar habilidades e realizar um estrago entre seus inimigos.

Alguns pontos devem ser melhorados, como o respawn do lado de inimigos, o que muitas vezes acaba gerando um abate instantâneo, mas o beta fechado mostra que Quake Champions já consegue entregar uma experiência interessante aos jogadores. Com a adição de novos modos de combate, armas e cenários, a tendência é apenas que isso fique ainda melhor.

Quake Champions será lançado para PCs, ainda sem data de lançamento anunciada. A Bethesda já informou que, apesar de estar preparando o game para computadores, não descarta uma futura versão do jogo para consoles.

*Colaborou Rodrigo Rosalinski

Qual o melhor jogo da Bethesda? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo
DEU RUIM!
Nova brecha de segurança permite que dados protegidos da CPU possam ser interceptados por malwares; atualizações devem corrigir o problema
5G VEM AÍ!
Fabricante quer expandir conexão para Internet das Coisas e outras áreas além da telefonia móvel.
BANIDO PARA SEMPRE!
Sistema VAC pode banir de forma permanente usuários de Counter-Strike: Global Offensive que usem hacks ou cheats 
Foto: (Divulgação)
SÓ CRAQUE!
Conheça as etapas, campeonatos e principais nomes do circuito organizado pela EA Sports
Foto: (Fifa 17 trará mudanças nas cobranças de escanteio e pênaltis (Foto: Divulgação/EA))
SABIA DESSAS?
Dramatic Finishes que reproduzem momentos marcantes do anime e bizarras distorções dos lutadores estão entre curiosidades do jogo
FOTOS, VÍDEOS E MUITO MAIS!
Veja alternativas para conversar com os amigos enviando fotos, vídeos e documentos pelo desktop
Foto: (Nicolly Vimercate/TechTudo)
QUAL É O MELHOR?
Smartphones têm câmera dupla traseira e tela com bordas finas; preços estão abaixo dos R$ 2 mil.
Foto: (Thássius Veloso/TechTudo)