Microsoft libera bots na Cortana; pizzaria já adotou a novidade

Companhia liberou o primeiro conjunto de APIs para que os programadores criem funcionalidades extras.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Thássius Veloso, de Seattle (EUA)*

Os desenvolvedores interessados em criar funções para a Cortana, assistente virtual da Microsoft, poderão lançar novos aplicativos a partir desta quarta-feira (10). A companhia liberou o primeiro conjunto de APIs para que os programadores criem funcionalidades extras, uma promessa feita ainda no ano passado.

A Cortana é uma marca registrada do Windows 10, onde ela interage com usuários tanto por texto quanto por voz. Atualmente, o sistema operacional está presente em 500 milhões de dispositivos (PCs, celulares e videogames Xbox One).

Cortana, assistente de voz da Microsoft (Foto: Divulgação/Microsoft) Cortana, assistente de voz da Microsoft (Foto: Divulgação/Microsoft)

Cortana, assistente de voz da Microsoft (Foto: Divulgação/Microsoft)

A assistente, porém, tem um adesão menor: 141 milhões de usuários mensais no planeta, de acordo com a Microsoft. A contagem leva em consideração o aplicativo do buscador Bing e outros serviços da Cortana presentes no Android, iPhone (iOS) e alto-falantes da Harman.

Os desenvolvedores interessados em criar funções para a assistente devem buscar o Cortana Skills Kit (developer.microsoft.com), porém, no momento está disponível apenas em território americano.

Um dos usos inusitados da nova tecnologia foi revelado pela Domino's. A rede de pizzarias criou uma skill ("competência", em inglês) para que a Cortana compreenda e encomende pizzas ao gosto do freguês. A função foi publicada dentro da Bot Framework, espécie de central de bots mantida pela Microsoft.

Os programadores que já criaram bots para a assistente da Amazon, chamada de Alexa, poderão reutilizar parte do código ao portar as funcionalidades para que sejam compatíveis com a Cortana.

De olho nos desenvolvedores de Mac

Outra novidade apresentada na conferência Build da Microsoft é a versão do Visual Studio 2017 para mac OS. O aplicativo foi anunciado hoje, com as mesmas funções da versão para Windows. Há suporte a celulares, web e nuvem; Xamarin.IoT; e ferramentas do Docker.

*O jornalista viajou a convite da Microsoft

Windows 10 sem som: como voltar a ter áudio no PC? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo