Por Pedro Cardoso, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Compradores da versão renovada do Nokia 3310, apresentada neste ano durante a feira de celulares MWC, em Barcelona, terão um benefício a mais: a troca garantida em caso de defeito do produto. Para que isto aconteça, basta que o usuário volte até a loja onde adquiriu o aparelho, sem a necessidade de enviar o dispositivo para a assistência técnica ou aguardar o posicionamento do SAC.

Apesar da substituição garantida por outra unidade, ela não vale em caso de queda ou de contato com água. Nessas situações, o consumidor terá que voltar até a loja original para possíveis reparos. Outros problemas de hardware ou software estão cobertos pela oferta. Os benefícios só estarão disponíveis nas lojas parceiras da fabricante, o que não inclui as importadoras.

Nokia anunciou a volta do Nokia 3310 na feira de celulares de Barcelona, em fevereiro — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Nokia anunciou a volta do Nokia 3310 na feira de celulares de Barcelona, em fevereiro — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Nokia anunciou a volta do Nokia 3310 na feira de celulares de Barcelona, em fevereiro — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

O Nokia 3310 (2017) foi apresentado na MWC deste ano com o objetivo de resgatar o conceito do celular original, que tinha a fama de inquebrável. O tijolão promete 22 horas de conversação e até 1 mês em standby. Ele traz uma tela de 2,4 polegadas, conexão micro USB, câmera de 2 megapixels com flash e saída para fone de ouvido de 3.5 mm. Além disso, o aparelho vem com o clássico jogo da cobrinha. Entretanto, apesar de todos esses benefícios, ele não suporta a instalação de aplicativos como WhatsApp, por exemplo.

O dispositivo chegou com preço de 49 euros em alguns países da Europa. Ele está disponível em quatro cores: amarelo, preto, prata e vermelho. Por enquanto, não há previsão de início das vendas do novo Nokia 3310 no Brasil.

Celular entra na categoria de dumbphone, pois não possui funções inteligentes — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Celular entra na categoria de dumbphone, pois não possui funções inteligentes — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Celular entra na categoria de dumbphone, pois não possui funções inteligentes — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Apesar deste retorno saudosista, a Nokia não é a mesma empresa do passado. Ela foi comprada pela Microsoft, para lançar os principais modelos de Windows Phone, e depois revendida para a HMD Global em 2016. O grupo finlandês possui funcionários da antiga Nokia e detém todos os direitos sobre a marca.

Moto G5, LG G6 e Nokia 3310: veja tudo o que rolou na MWC 2017

Moto G5, LG G6 e Nokia 3310: veja tudo o que rolou na MWC 2017

Com informações do Nokia Power User e TudoCelular

O Novo Nokia 3310 vem para o Brasil? Opine no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo