macOS High Sierra: o que muda no novo sistema da Apple para computador

Veja todas as novidades para Safari, Fotos e outros apps, além da chegada do Mac ao mundo da realidade virtual.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Paulo Alves, Para o TechTudo

A Apple anunciou durante a conferência WWDC, nos Estados Unidos, seu novo sistema operacional para iMac e MacBook. O software é chamado de macOS High Sierra e traz novidades para os principais aplicativos do macOS como Safari, Mail e Fotos. Há também promessa de mais velocidade na hora de copiar arquivos e executar outras tarefas que dependam do desempenho do disco. Com o software, a Apple ainda entra, finalmente, no mundo da realidade virtual com recursos para conteúdo imersivo.

O High Sierra chegará como atualização gratuita para atuais usuários do macOS Sierra a partir de setembro. Confira todas as novidades.

Apple anunciou novo macOS na WWDC (Foto: Reprodução/Apple) Apple anunciou novo macOS na WWDC (Foto: Reprodução/Apple)

Apple anunciou novo macOS na WWDC (Foto: Reprodução/Apple)

Safari vs Chrome

O navegador nativo Safari está mais mais econômico e rápido. Segundo a Apple, uma nova tecnologia de Java Script torna o browser da maçã até 80% mais veloz do que o rival Google Chrome. O programa também ganha bloqueio automático de vídeos e músicas reproduzidas por sites sem o consentimento do usuário (autoplay), e impede o rastreamento de publicidades.

Mail & Spotlight

No Mail, usuários poderão ter acesso a uma nova busca inteligente que usa o Spotlight para encontrar mensagens com o mínimo de palavras-chave possível. Além disso, há um novo modo split view para digitar e-mails confortavelmente com a caixa de entrada aberta na lateral.

Saiba o que muda no macOS High Sierra (Foto: Reprodução/Apple) Saiba o que muda no macOS High Sierra (Foto: Reprodução/Apple)

Saiba o que muda no macOS High Sierra (Foto: Reprodução/Apple)

Photos

No Photos há uma nova barra de ferramentas fixa para agilizar a edição e inteligência na hora de usar a mesma foto em outros editores, como o Photoshop. Sem precisar converter nada, o programa irá sincronizar as mesmas alterações com outros apps para não perder o trabalho em curso. Sendo assim, o Photos transforma a foto em um projeto de edição compatível com outros editores.

Ao abrir o feed de fotos do usuário, o Photos também começará a identificar rostos para organizar álbuns de acordo com as pessoas ou animais que aparecem na cena. Assim como no Google Photos, a Apple usa inteligência artificial para aprender e reconhecer as pessoas na imagem.

Apple Photos reconhece rostos automaticamente (Foto: Reprodução/Apple) Apple Photos reconhece rostos automaticamente (Foto: Reprodução/Apple)

Apple Photos reconhece rostos automaticamente (Foto: Reprodução/Apple)

Performance em Macs antigos

macOS Sierra e, depois, macOS High Sierra copiado arquivos (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

A Apple estreia no macOS High Sierra algumas tecnologias que devem deixar o sistema mais rápido até em Macs mais antigos. O software é o primeiro com o sistema de arquivos Apple File System, que aumenta consideravelmente a velocidade para copiar e colar arquivos no computador. Em uma demonstração no palco da WWDC, um Mac com Sierra demorou vários segundos para executar uma tarefa que o mesmo computador com High Sierra vez quase instantaneamente.

Já o desempenho em vídeos pelo qual o Mac é tão famoso deve ficar ainda melhor. Programas como o Final Cut serão até 40% mais eficientes na renderização de vídeos usando o padrão de compressão h.264, que é um dos mais populares para conteúdo em alta definição.

Realidade Virtual

O Mac enfim será compatível com realidade virtual (Foto: Reprodução/Apple) O Mac enfim será compatível com realidade virtual (Foto: Reprodução/Apple)

O Mac enfim será compatível com realidade virtual (Foto: Reprodução/Apple)

A Apple enfim anunciou a compatibilidade do macOS com tecnologia de realidade virtual (RV), algo que vinha sendo exclusividade de PCs com Windows. A plataforma gráfica Metal passa a ser compatível com VR, o Final Cut Pro X ganha suporte a vídeos esféricos, e desenvolvedores enfim poderão criar aplicativos e jogos com um novo SDK do Steam VR, Unity e Unreal para Mac.

Com a novidade, dispositivos de realidade virtual como HTC Vive e Oculus Rift poderão também ser usados em MacBooks.

Vale a pena sair do Windows e ir para o Mac OS? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo