Uncharted: The Lost Legacy muda protagonistas sem perder a essência

Nova aventura da série muda seus rostos principais, mas não perde a essência

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Thomas Schulze, para o TechTudo

Uncharted: The Lost Legacy é o mais novo capítulo da série desenvolvida pela Naughty Dog. Exclusivo do PlayStation 4, o título é uma expansão de Uncharted 4, embora o jogo base não seja necessário para seu funcionamento. Com lançamento previsto para 22 de agosto de 2017, a jornada de Chloe e Nadine alegrou os fãs da série na E3; entenda:

Uma vez ladra…

Apesar de estampar a capa de todos os jogos principais da série Uncharted já lançados, em Lost Legacy, a primeira grande expansão de Uncharted 4, não há qualquer sinal de Nathan Drake.

Ao invés de seguir o herói em sua busca por tesouros e aventuras ao redor do planeta, a nova jornada traz para os holofotes a dupla Chloe, vinda de Uncharted 2, e Nadine, saída diretamente de Uncharted 4.

Uncharted: The Lost Legacy explicará mais sobre o passado de Chloe (Foto: Divulgação / Sony) Uncharted: The Lost Legacy explicará mais sobre o passado de Chloe (Foto: Divulgação / Sony)

Uncharted: The Lost Legacy explicará mais sobre o passado de Chloe (Foto: Divulgação / Sony)

Caminho das Índias

O Legado Perdido que dá nome ao jogo traça um paralelo interessante com a protagonista Chloe. Afinal, ainda que muito do game não tenha sido revelado, já se sabe que a trama da jornada se baseia em descobertas sobre seu passado misterioso, além do peso sentido por sua herança indiana.

A Índia não é apenas um simples elemento narrativo para a construção da personagem de Chloe. O país também é o mapa principal da aventura, que tira forte inspiração da arquitetura, instrumentos e gêneros musicais únicos da região, o que causa um bom choque de cultura com o ocidente.

Uncharted: The Lost Legacy irá explorar bastante a realidade indiana (Foto: Divulgação / Sony) Uncharted: The Lost Legacy irá explorar bastante a realidade indiana (Foto: Divulgação / Sony)

Uncharted: The Lost Legacy irá explorar bastante a realidade indiana (Foto: Divulgação / Sony)

Versão final

Como o lançamento de Lost Legacy será em breve, a versão do game presente na E3 2017 está muito próxima de sua forma final e com a gráficos ultra realistas, especialmente em televisões 4K que já contam com um PlayStation Pro, um set que proporciona visões de tirar o fôlego.

Poucos jogos justificam um upgrade de equipamento tão grande e custoso, mas Uncharted oferece tamanha riqueza nos detalhes que explica rapidamente a existência do novo poderio de hardware. Cada quadro do jogo parece um cartão postal.

Uncharted: The Lost Legacy conta com lindos gráficos (Foto: Divulgação / Sony) Uncharted: The Lost Legacy conta com lindos gráficos (Foto: Divulgação / Sony)

Uncharted: The Lost Legacy conta com lindos gráficos (Foto: Divulgação / Sony)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Déjà-Vu

Como não poderia deixar de ser, a jogabilidade de Last Legacy é bastante similar ao que já foi mostrado em Uncharted 4. Na maior parte do tempo, Chloe precisa escalar muros íngremes, dar saltos impossíveis e escapar da morte certa por milímetros, como se o jogo fosse um grande filme de ação.

Os infames puzzles sobre empurrar caixas a fim de formar novos caminhos foram eliminados, e parece que Lost Legacy tentará implantar sistemas ainda mais instigantes em seu lugar. Há até piadinhas nos diálogos sobre o excesso de puzzles do tipo nos jogos anteriores da Naughty Dog.

Uncharted: The Lost Legacy será muito familiar para os velhos fãs (Foto: Divulgação / Sony) Uncharted: The Lost Legacy será muito familiar para os velhos fãs (Foto: Divulgação / Sony)

Uncharted: The Lost Legacy será muito familiar para os velhos fãs (Foto: Divulgação / Sony)

Hora de aventura

Na seção do jogo mostrada durante a E3 2017, Chloe e Nadine estão explorando uma espécie de antiga ruína no meio da selva indiana. É claro que o território não está tão abandonado assim, e logo elas são abordadas por inimigos letais.

Entre descidas por cachoeiras, segmentos de furtividade e até tiroteios, com direito a um tanque gigante disparando sem parar, o ritmo da aventura será instantaneamente familiar para os fãs, já que o layout dos mapas e estratégias de combate são parecidos com o que Drake fazia. Inclusive, Nadine atua como Sam, auxiliando Chloe a dar cabo dos rivais.

Uncharted: The Lost Legacy se sustenta na cooperação entre suas heroínas (Foto: Divulgação / Sony) Uncharted: The Lost Legacy se sustenta na cooperação entre suas heroínas (Foto: Divulgação / Sony)

Uncharted: The Lost Legacy se sustenta na cooperação entre suas heroínas (Foto: Divulgação / Sony)

Luz na passarela que lá vem ela...

Embora seja estranho ver Chloe e Nadine nos holofotes e trabalhando juntas após tantos anos como coadjuvantes, é inegável que bastam alguns segundos para que o jogador se apaixone pela dupla. Suas conversas são tão orgânicas quanto as de Drake e Sully, mas também ácidas como um papo com Sam.

O ótimo roteiro faz com que as personagens provem seu valor rapidamente. Por baixo das máscaras de garotas duronas, se escondem aventureiras com dramas muito ricos, que merecem ser contados.

Uncharted: The Lost Legacy tem ótimos roteiro e atuação (Foto: Divulgação / Sony) Uncharted: The Lost Legacy tem ótimos roteiro e atuação (Foto: Divulgação / Sony)

Uncharted: The Lost Legacy tem ótimos roteiro e atuação (Foto: Divulgação / Sony)

MAIS DO TechTudo