Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Com a confirmação das especificações técnicas dos AMD Threadripper, que chegam ao mercado em agosto, a AMD deu os contornos do que promete ser uma interessante disputa pelo consumidor que busca alta tecnologia e desempenho superior em seus computadores.

O que chama atenção são os preços competitivos dos super processadores de 16 núcleos da AMD diante dos valores já anunciados pela Intel para o i9 7960X, processador que também oferece 16 núcleos e chegará ao mercado custando US$ 900 a mais que o seu concorrente (R$ 2.890, em conversão direta sem impostos).

Especificações: Threadripper 1950X

Threadripper tem mais vias PCIe — Foto: Divulgação/AMD Threadripper tem mais vias PCIe — Foto: Divulgação/AMD

Threadripper tem mais vias PCIe — Foto: Divulgação/AMD

Ambos os processadores somam 16 núcleos e 32 threads. Em termos de velocidade, segundo a AMD, o processador opera entre 3.4 e 4.0 GHz. O Intel Core mais parecido com o anúncio da AMD é o modelo i9 7900X, que soma dez núcleos, e tem velocidades entre 3.3 e 4.3 GHz. Os valores precisos de velocidade do 7960X ainda não foram revelados pela Intel.

A vantagem do processador da AMD está na capacidade dessa CPU em operar com 60 linhas PCIe em contraste das 44 suportadas em todos os i9 lançados pela Intel até o momento. Isso é importante porque é por meio de interfaces PCIe que o usuário instala placas de vídeo, SSDs de alta performance e outros periféricos especializados, em casos de computadores com aplicação mais profissional.

Performance: empate

Por usar mesmas características dos Ryzen, Threadripper pode oferecer performance superior em alguns cenários — Foto: Divulgação/AMD Por usar mesmas características dos Ryzen, Threadripper pode oferecer performance superior em alguns cenários — Foto: Divulgação/AMD

Por usar mesmas características dos Ryzen, Threadripper pode oferecer performance superior em alguns cenários — Foto: Divulgação/AMD

No momento, não existem comparativos independentes entre as duas CPUs que possam determinar com segurança qual dos dois é melhor e, por isso, o resultado mais justo é mesmo o empate, por mais que indícios apontem o super processador da AMD como vencedor. Se os números da AMD forem realistas, o Threadripper apresenta vantagens consideráveis em processamento acionando os múltiplos núcleos.

Isso pode ocorrer em virtude de um recurso criado pela AMD nos processadores Ryzen, dos quais o Threadripper é parte: o SMB aplica de forma inteligente porções ociosas da CPU para melhorar a performance em aplicações que tiram proveito de múltiplos núcleos de processamento.

Compatibilidade: empate

Preço bem salgado torna a vida do i9 mais difícil, especialmente se a performance esperada dos Threadripper se confirmar — Foto: Divulgação/Intel Preço bem salgado torna a vida do i9 mais difícil, especialmente se a performance esperada dos Threadripper se confirmar — Foto: Divulgação/Intel

Preço bem salgado torna a vida do i9 mais difícil, especialmente se a performance esperada dos Threadripper se confirmar — Foto: Divulgação/Intel

Tanto Threadripper como i9 exigem que o consumidor invista em novo hardware. No mínimo, será necessário adquirir uma placa-mãe nova: no caso da AMD, ao contrário do soquete AM4 usado por todos os Ryzen, o Threadripper encaixa na nova plataforma TR4. A Intel repete a mesma abordagem: os i9, e na verdade qualquer processador da série Extreme, precisa de soquete LGA 2066.

Custo-benefício: AMD Threadripper

Aqui a vantagem da AMD é muito grande. O preço anunciado do 1950X é muito inferior ao cobrado pela Intel no 7960X, tudo isso com uma perspectiva de performance que pode ser até superior ao produto da Intel em muitos casos. A diferença de valores é tão grande que mesmo as vantagens teóricas da CPU da Intel acabam relativizadas.

Um exemplo é o suporte à tecnologia Optane. No momento, as unidades desses aceleradores de memória disponíveis são voltadas a consumidores com máquinas mais lentas e sem SSDs e é improvável que alguém invista pesado num processador i9 sem considerar o uso de um SSD na máquina, deixando a oferta da tecnologia da Intel bastante inconsequente.

Disponibilidade: empate

A princípio, a AMD sai em vantagem nesse aspecto porque promete o lançamento comercial dos novos produtos para o mês de agosto. Do lado da Intel, o i9 7960X faz parte de uma série de processadores que só deve ser lançada no mercado em outubro.

Conclusão

A AMD atingiu um equilíbrio de custo-benefício altamente positivo com seus processadores Threadripper: alta performance, tecnologia e contagem de núcleos em um pacote que é consideravelmente mais barato do que o produto similar oferecido pela Intel. Na prática, mesmo sem análises de performance independentes disponíveis no momento, fica difícil defender o preço tão mais salgado do i9.

MAIS DO TechTudo