Por Caio Bersot, para o TechTudo


As câmeras que fazem streaming de vídeos ao vivo ganharam popularidade com o lançamento de ferramentas como YouTube Live e Facebook Live. Essas câmeras podem transmitir vídeos em tempo real para redes sociais e até compartilhar fotos diretamente para sites como Instagram e Twitter. Mesmo com toda a praticidade, há pontos para analisar antes de comprar uma câmera desse tipo.

Ainda uma novidade no mercado nacional, câmeras com a função podem ter limitações como baixa disponibilidade ou preços altos. Ao mesmo tempo, são bastante úteis para quem precisa produzir conteúdo em tempo real e normalmente geram imagens de alta resolução. Para saber se vale a pena comprar uma câmera que faz streaming de vídeos, confira as vantagens e desvantagens abaixo.

Mevo Camera é uma das câmeras que fazem streaming de vídeos — Foto: Divulgação/Mevo Mevo Camera é uma das câmeras que fazem streaming de vídeos — Foto: Divulgação/Mevo

Mevo Camera é uma das câmeras que fazem streaming de vídeos — Foto: Divulgação/Mevo

Com a função de streaming de vídeos ao vivo, esses dispositivos ainda podem trazer outras características, como câmera de ação, câmera 360 graus e até webcam. No Brasil, há vários modelos à venda, seja em estoque no país ou para comprar em lojas estrangeiras com entrega no país. A Dokicam, por exemplo, é uma câmera 360 º pelo preço de R$ 330, enquanto a Frodo é uma câmera de ação capaz de compartilhar e editar vídeos em tempo real, pelo preço de R$ 799.

Prós

1. Portabilidade

Por causa da função de streaming de vídeos - que exige fácil locomoção -, as câmeras com a característica são, em geral, bastante portáteis. Esses são aparelhos que vão caber sem problemas em bolsas e, provavelmente, serão bem fáceis de carregar nas mãos. A portabilidade não é uma regra, mas é um detalhe presente na maioria das câmeras que fazem streaming, como a Moka360, câmera de R$ 366 que promete ser a menor do mundo.

2. Imagens de alta resolução

Um dos pontos mais interessantes sobre câmeras que fazem transmissão de vídeo ao vivo é que esses aparelhos geralmente acumulam funções, servindo para objetivos diferentes. Entre as especificações técnicas mais frequentes desse tipo de dispositivo estão as imagens de alta resolução. Seja com fotos ou vídeos, é comum que essas câmeras ofereçam resolução poderosa, inclusive material em 4K. Um exemplo é a Nico360, câmera de cerca de R$ 420 que filma em Full HD.

Muito além do streaming: Nico 360 é à prova d'água e filma em Full HD — Foto: Divulgação/Nico360 Muito além do streaming: Nico 360 é à prova d'água e filma em Full HD — Foto: Divulgação/Nico360

Muito além do streaming: Nico 360 é à prova d'água e filma em Full HD — Foto: Divulgação/Nico360

3. Praticidade

Ao dispensar cabos, conexão com computador e sincronização de arquivos, as câmeras que fazem streaming se tornam bastante práticas. Compartilhar fotos ou transmitir vídeos em redes sociais fica bem mais simples quando a câmera é capaz de fazer todo o caminho até a publicação. Há, inclusive, modelos capazes de transmitir e editar o material postado em serviços como YouTube Live, Periscope ou Facebook Live.

Contras

1. Dependência do Wi-Fi

Sem entrada para cartão SIM ou outra forma de conexão de internet própria, boa parte das câmeras que fazem transmissão de vídeos depende de conexão Wi-Fi. Isso pode influenciar inclusive na portabilidade dessas câmeras. Afinal, não há garantia de conexão wireless em todos os locais, principalmente em lugares de natureza selvagem, como trilhas ou passeios de barco. Mesmo a conexão Wi-Fi disponibilizada pela rede de alguns celulares pode não ter cobertura em cenários específicos. Com isso, em locais sem rede Wi-Fi, o uso da câmera pode ficar bastante limitado.

Moka360: câmera 360 graus é uma das menores do mundo — Foto: Divulgação/Moka360 Moka360: câmera 360 graus é uma das menores do mundo — Foto: Divulgação/Moka360

Moka360: câmera 360 graus é uma das menores do mundo — Foto: Divulgação/Moka360

2. Preço alto no Brasil

Seja por acumularem funções ou pela alta resolução, as câmeras que fazem streaming de vídeos podem ter preços bastante salgados no Brasil. Geralmente, os modelos vendidos por menos de R$ 500 são importados de fabricantes internacionais, sem cálculo de impostos e sem inclusão do valor do frete. Para completar, os modelos em estoque no Brasil podem ser bem raros e ter preço em torno de R$ 2.800, como é o caso da Mevo Camera.

3. Baixa disponibilidade no Brasil

Apesar de haver vários modelos disponíveis para importação e alguns à venda em lojas nacionais, ainda não é fácil encontrar câmeras que fazem streaming no Brasil. Por mais que seja possível comprar muitos modelos em sites estrangeiros de financiamento coletivo, esse produtos podem levar meses até que cheguem finalmente ao consumidor. Para quem precisa de um câmera do tipo a curto prazo, talvez valha a pena pensar em outras possibilidades.

Mais do TechTudo