Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Google reforçou a segurança de seus serviços do pacote G Suite para impedir que usuários acabem instalando plugins maliciosos ou, até mesmo, que criminosos usem os serviços de Internet da gigante de buscas para distribuir vírus e arquitetar ataques. As mudanças consistem em avisos mais destacados no navegador de Internet para que o usuário tenha cuidado ao vincular seus dados a um plugin ou aplicativo desenvolvido por terceiros, além de dar ao Google maior controle sobre as formas pelas quais esses serviços se relacionam com as contas dos usuários.

Processo de verificação se torna mais criterioso para impedir que ataques sejam realizados a partir dos serviços do Google — Foto: Melissa Cruz/TechTudo Processo de verificação se torna mais criterioso para impedir que ataques sejam realizados a partir dos serviços do Google — Foto: Melissa Cruz/TechTudo

Processo de verificação se torna mais criterioso para impedir que ataques sejam realizados a partir dos serviços do Google — Foto: Melissa Cruz/TechTudo

Do ponto de vista do usuário, a mudança mais perceptível é uma janela de aviso que alerta quando o aplicativo a ser executado, e vinculado a uma conta Google, é de origem duvidosa. Nos mesmos moldes daquile que você visualiza no Windows ao tentar rodar um aplicativo cuja origem não pode ser verificada pela Microsoft, o aviso busca alertar o usuário para riscos mais graves de segurança.

Google passa emitir aviso de segurança  — Foto: Reprodução/Google

Google passa emitir aviso de segurança — Foto: Reprodução/Google

Uma medida assim poderia ter contribuído para impedir que um sofisticado ataque phishing em maio, que usava um convite falso para edição colaborativa de um documento do Google Docs, no Google Drive, roubasse dados de contas de usuários Gmail — implicando troca de senhas das contas para evitar problemas.

Outra novidade é um processo de verificação mais criterioso, que além do aviso sobre apps não verificados, lembra o usuário a respeito da importância de verificar se, por exemplo, o nome do aplicativo sendo vinculado à conta é de confiança. Em maio, o ataque phishing que usava o Docs conseguiu se propagar com grande facilidade porque usava o nome de Google Docs, por exemplo.

Como mudar o email do Gmail? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo