Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A GoPro Hero4 Session, relançada apenas como Hero Session, é uma das câmeras de entrada da marca e que pode ser encontrada no Brasil com facilidade. Com design muito compacto, ela oferece especificações técnicas, e preço, inferiores aos da Hero5 Session, que a substitui.

Mas, numa comparação direta entre essas câmeras e outras opções disponíveis, será que ainda vale à pena investir no modelo de geração anterior? A seguir, você fica por dentro do que a Hero4 Session tem a seu favor e em que pontos essa câmera pode deixar a desejar.

Câmera tem design extremamente compacto e grava em 1440p — Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo Câmera tem design extremamente compacto e grava em 1440p — Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo

Câmera tem design extremamente compacto e grava em 1440p — Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo

Do que você abre mão investindo na Hero4 Session

A GoPro Hero4 Session, ao contrário de uma comparação entre Hero4 e Hero5 Black, apresenta uma série de desvantagens nas configurações que podem acabar sendo decisivas para muita gente.

Para começar, a resolução da câmera é bem inferior à Session mais nova: são 1440p a 30 quadros por segundo para vídeo e 8 megapixels para fotos. A Hero5 Session grava em 4K e fotografa a 10 megapixels. Além disso, a Hero4 não conta com GPS e estabilização eletrônica de imagens, recurso poderoso das GoPro mais atuais para imagens de maior qualidade, sem tantas tremidas.

Extremamente compacta, a Session não conta com visor LCD e exige que o usuário tenha um app em mãos, se desejar acompanhar o que a câmera enxerga, fotografa e grava. Além disso, a Hero5 Session oferece comandos por voz.

Em que você sai ganhando com a Hero4 Session

Hero5 Session tem especificações melhores e qualidade de imagem superior — Foto: João Gabriel Balbi/TechTudo Hero5 Session tem especificações melhores e qualidade de imagem superior — Foto: João Gabriel Balbi/TechTudo

Hero5 Session tem especificações melhores e qualidade de imagem superior — Foto: João Gabriel Balbi/TechTudo

A grande vantagem desse modelo em relação às demais GoPro está no preço. É possível encontrar a câmera a R$ 1.100, em média, no mercado brasileiro. Sua sucessora, a Hero5 Session, sai por R$ 1.600 no mercado brasileiro.

Consideravelmente mais baixo, o preço da Hero4 Session acaba colocando a câmera num patamar muito mais acessível, algo que deve ser suficiente para despertar o interesse de consumidores mais casuais, que não exigem vídeo em 4K e podem conviver com as limitações técnicas da GoPro de entrada.

Qualidade de imagem

Sem estabilização eletrônica de imagem, 4K e modo noturno, a Session pode não atender as necessidades de quem tem ambições mais profissionais, ou exige muito do equipamento. O preço, e o perfil técnico da câmera, acabam a direcionando para quem precisa de um acessório mais simples e tem uso mais casual em mente.

Outras opções

Mesmo a R$ 1.100, a GoPro ainda é muito mais cara do que concorrentes de especificações até melhores, ainda que questões como a qualidade de imagem de câmeras baratinhas possa ser inferior, mesmo com ficha técnica melhor.

Exemplos são as GoCam, de origem chinesa, encontradas a preços na casa dos R$ 200 e que oferecem especificações similares ou superiores à Hero4 Session. A Atrio FullSport, da Multilaser, grava em 4K e fica por R$ 550.

Portas e conexões

Extremamente pequena, câmera não tem espaço para tela LCD — Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo Extremamente pequena, câmera não tem espaço para tela LCD — Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo

Extremamente pequena, câmera não tem espaço para tela LCD — Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo

A GoPro Hero4 Session repete uma distinção que ocorre na comparação entre Hero4 e Hero5 Black: a geração anterior tem porta micro-USB convencional, enquanto que a nova Hero5 Session adota o conector USB-C. Entretanto, é interessante observar que a escolha do conector se restringe ao encaixe, já que as GoPro com USB-C continuam operando com as velocidades do antigo USB 2.0.

Ambas oferecem entrada para cartões de memória microSD. A Hero5 Session, por permitir gravar em 4K, se beneficia de unidades muito mais rápidas (e caras).

Ambas oferecem conectividade de rede sem fio para uso do aplicativo oficial da GoPro nos smartphones.

Bateria dura pouco

A duração de bateria na Hero4 Session é praticamente igual à que o usuário encontraria na Hero5 Session. Em média, gravando em Full HD, ambas devem aguentar por duas horas de operação.

Qual é o melhor drone para comprar no Brasil? Descubra no Fórum do TechTudo.

Testamos a GoPro Hero 4 Session

Testamos a GoPro Hero 4 Session

MAIS DO TechTudo