JBL Pulse 2: veja se ainda vale comprar a caixinha de som Bluetooth

Lançado em 2015, modelo conta com luzes LED e resistência à água

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Raquel Freire, para o TechTudo

A Pulse 2 é uma das caixas de som Bluetooth de maior sucesso da JBL. A popularidade se deve em grande parte pelo corpo repleto de luzes LED interativas, capazes de mudar de cor conforme a música e até com o ambiente. Feito para animar festas em casa, o modelo pode ser encontrado facilmente nas principais lojas do varejo nacional, onde custa em média R$ 750.

Uma dúvida pode intrigar quem está pensando em comprar o aparelho: ainda vale a pena? A segunda geração da Pulse foi lançada em 2015 e, dois anos depois, pode não estar em pé de igualdade com modelos mais recentes. Abaixo, o TechTudo levanta os principais aspectos a se considerar antes de adquirir uma caixinha Bluetooth e avalia se a Pulse 2 continua merecendo atenção em 2017.

Veja se ainda vale a pena comprar uma JBL Pulse 2  (Foto: Divulgação/JBL) Veja se ainda vale a pena comprar uma JBL Pulse 2  (Foto: Divulgação/JBL)

Veja se ainda vale a pena comprar uma JBL Pulse 2 (Foto: Divulgação/JBL)

Por que um modelo antigo?

A principal vantagem na compra de aparelhos mais antigos é a redução do preço. A queda, frequente no preço de eletrônicos em geral, também ocorreu com a caixa de som Bluetooth da JBL.

A Pulse 2 chegou ao Brasil em novembro de 2015, com preço de R$ 1.499. Hoje em dia é possível encontrar o modelo à venda por R$ 750 - ou seja, a metade do custo.

Especificações defasadas?

A Pulse apresenta especificações compatíveis com sua faixa de preço. Ela tem os mesmos 16 W de potência total que a JBL Flip 4, lançada recentemente pela companhia por R$ 699, por exemplo.

Com R$ 700 também dá para comprar a Sony SRS-X2, cuja potência é de 20 W. Já a Roar Travel, da HP, que apresenta 15 W de potência total e sai por R$ 800. Como se pode perceber, a capacidade sonora tem pouca variação no espectro de R$ 700 a R$ 800.

Lógico que a potência RMS não é a única especificação a ser levada em conta. Frequência de resposta, impedância, sensibilidade, tamanho dos trandutores e outros dados da ficha técnica contam bastante, especialmente se você está procurando por qualidade de som.

Pulse 2 tem ficha técnica compatível com sua faixa de preço (Foto: Divulgação/JBL) Pulse 2 tem ficha técnica compatível com sua faixa de preço (Foto: Divulgação/JBL)

Pulse 2 tem ficha técnica compatível com sua faixa de preço (Foto: Divulgação/JBL)

Os recursos também podem ser decisivos, como resistência à água, suporte a NFC ou entrada de cabo de áudio. Para quem prioriza todos esses fatores, há caixinhas Bluetooth portáteis que podem sair mais em conta - a própria Sony SRS-X2, já mencionada, tem uma ficha levemente mais robusta.

Mas o fato é que a Pulse 2 tem nas suas luzes de LED seu grande atrativo, e óbvio que isso conta no preço. Pesadas as vantagens e desvantagens dos concorrentes que custam entre R$ 700 e R$ 800, pode-se dizer que o modelo da JBL não deixa a desejar para caixas de som recentes.

Qualidade sonora

O TechTudo não realizou testes com a Pulse 2. Mas, a julgar pela experiência com a primeira Pulse, o som promete agradar mesmo os ouvintes exigentes.

A primeira versão da caixa de som, que tem trandutores de 40 mm e potência total de 12 W, conseguiu reproduzir áudio limpo e sem problemas de equalização, mesmo no volume máximo. Durante a avaliação também não foi percebido falhas ao executar músicas com diferentes tipos de batidas.

Assim como primeira geração, JBL Pulse 2 tende a apresentar boa qualidade de áudio (Foto: Divulgação/JBL) Assim como primeira geração, JBL Pulse 2 tende a apresentar boa qualidade de áudio (Foto: Divulgação/JBL)

Assim como primeira geração, JBL Pulse 2 tende a apresentar boa qualidade de áudio (Foto: Divulgação/JBL)

Na segunda geração do aparellho, que tem speakers de 45 mm e potência final de 16 W, a tendência é que a qualidade sonora seja ainda melhor. Vale lembrar, porém, que o modelo é voltado para ambientes não muito grandes, como residências ou salões de festas pequenos.

Conectividade

Principal conectividade da Pulse 2, o Bluetooth 4.1 pode ser ligado a dispositivos até 10 metros de distância. Qualquer aparelho com suporte à tecnologia é capaz de se conectar à caixa de som, mas celulares e tablets Android e iOS contam com apps como o JBL Connect e o JBL Music, que pemitem controlar o alto-falante e aumentam as funcionalidades.

Pulse 2 tem Bluetooth 4.1 e apps para iPhone e Android (Foto: Divulgação/JBL) Pulse 2 tem Bluetooth 4.1 e apps para iPhone e Android (Foto: Divulgação/JBL)

Pulse 2 tem Bluetooth 4.1 e apps para iPhone e Android (Foto: Divulgação/JBL)

Além disso, o sistema de som da JBL traz uma entrada auxiliar P2 e conector micro USB. Este último é destinado apenas ao carregamento da bateria, que tem 6.000 mAH de capacidade e dura até 10 horas de reprodução de música, segundo a fabricante.

Recursos

O principal recurso da Pulse 2 são as luzes LED. Na segunda geração, a tecnologia JBL Prism faz com que a caixa mude de cor de acordo com o ambiente. O sensor também consegue deixar duas Pulse 2 na mesma cor quando agitadas simultaneamente. Além disso, a caixa altera o esquema de cores conforme a batida da música, assim como na primeira versão.

Outro diferencial é a possibilidade de se conectar a até três dispositivos ao mesmo tempo, permitindo reunir playlists de várias pessoas. O movimento inverso também é possível: duas caixas Pulse 2 podem realizar conexão com um mesmo smartphone para aumentar a potência sonora.

Luzes de LED são destaque no design da Pulse 2 (Foto: Divulgação/JBL) Luzes de LED são destaque no design da Pulse 2 (Foto: Divulgação/JBL)

Luzes de LED são destaque no design da Pulse 2 (Foto: Divulgação/JBL)

Com corpo resistente a respingos, a caixinha Bluetooth pode ficar de baixo de chuva ou mesmo ser lavada na torneira. O aparelho não é à prova d'água, o que significa não aguentar submersão.

Assistência técnica e garantia

A JBL dá garantia de um ano à Pulse 2. Há pontos de assistência técnica espalhados por todo o Brasil, que podem ser consultados através do site da companhia. Nos casos de defeito, se não houver loja na cidade a fabricante arca com os custos de envio do produto para a assistência técnica mais próxima via Correios.

JBL Pulse 2 é resistente a respingos de água  (Foto: Divulgação/JBL) JBL Pulse 2 é resistente a respingos de água  (Foto: Divulgação/JBL)

JBL Pulse 2 é resistente a respingos de água (Foto: Divulgação/JBL)

Qual a melhor caixa de som para PC? Comente no Fórum do TechTudo

Caixa de som Bluetooth: cinco dicas para usar melhor

Caixa de som Bluetooth: cinco dicas para usar melhor

MAIS DO TechTudo