Por Melissa Cruz Cossetti, da redação


O Mercado Livre confirmou ao TechTudo que está derrubando todos os anúncios do Nintendo Switch feitos por vendedores na sua plataforma. Nos últimos três dias, as vendas do próprio console, jogos e também acessórios têm durado pouco tempo no site de e-commerce. Para cumprir a legislação, vendedores que cadastraram o videogame foram informados sobre a proibição e seus anúncios foram desativados. Custando US$ 299 nos Estados Unidos (por volta de R$ 990, pelo câmbio do dia), o console era vendido por cerca de R$ 1.699 por lojistas brasileiros.

Tela do Switch roda jogos em resolução HD — Foto: Divulgação/Nintendo

Em nota assinada pela empresa, o Mercado Livre alega que o Nintendo Switch ainda não foi lançado oficialmente pela Nintendo, que não tem representação no Brasil. Sendo assim, não foi homologado pela Anatel e não tem as licenças necessárias para ser vendido por terceiros. Com a escassez de anúncios, os poucos que ainda conseguem se manter no ar subiram os preços até R$ 3 mil.

Mercado Livre suspende as vendas do Nintendo Switch — Foto: Reprodução/MercadoLivre

“O Mercado Livre, companhia de tecnologia líder em e-commerce na América Latina, esclarece que a venda do Nintendo Switch por terceiros é proibida pela legislação brasileira, uma vez que o produto ainda não foi lançado no mercado nacional pela Nintendo ou distribuidor autorizado e também não possui os registros pelas agências reguladoras competentes. Desse modo, e conforme previsto em nossos termos e condições, o produto ainda não pode ser comercializado no site", informou a assessoria de imprensa do MercadoLivre.

Mais do TechTudo