Por Bruno Soares, para o TechTudo


Em tempos de streaming e mp3, o smartphone e os fones de ouvido têm sido os principais companheiros dos fãs de música. Por conta da praticidade, o hábito de escutar as faixas com o som alto, como era bastante comum antigamente, pode acabar sendo deixado de lado. Mas muita gente ainda gosta de aumentar o volume no máximo para aproveitar o som sozinho ou com os amigos.

O TechTudo preparou dicas para quem prefere curtir um som à moda antiga e com qualidade, ao mesmo tempo em que não quer abrir mão das tecnologias disponíveis hoje. Confira e se prepare para transformar sua casa em uma verdadeira festa.

Dicas úteis para quem gosta de música além dos fones de ouvido — Foto: Divulgação/Chromecast Dicas úteis para quem gosta de música além dos fones de ouvido — Foto: Divulgação/Chromecast

Dicas úteis para quem gosta de música além dos fones de ouvido — Foto: Divulgação/Chromecast

Invista em conectividade

Uma casa bem conectada é uma casa com mais mídia. Por isso mesmo, para quem gosta de escutar música alta, é importante investir em uma boa conexão Wi-Fi, já que esse recurso é um grande facilitador da reprodução de música sem a necessidade de fios, de um dispositivo para o outro.

Um dispositivo muito útil e que depende bastante do Wi-Fi é o Chromecast Audio. O aparelho, voltado especialmente para a transmissão de música, custa cerca de R$ 189 no varejo online. Ele pode ser conectado a caixas de som por meio de um cabo de áudio, mas para que transmita as músicas do smartphone é necessário que o usuário baixe um aplicativo e faça o pareamento com o celular utilizando a rede sem fio.

Chromecast Audio ajuda a transmitir música — Foto: Divulgação/Chromecast Chromecast Audio ajuda a transmitir música — Foto: Divulgação/Chromecast

Chromecast Audio ajuda a transmitir música — Foto: Divulgação/Chromecast

Outra opção é o Chromecast comum (cerca de R$ 300) que, quando ligado à televisão por meio de um cabo HDMI, pode ser pareado com dispositivos móveis como smartphones, tablets e notebooks, transmitindo seu conteúdo diretamente na televisão. Além disso, ele é compatível com o serviço de streaming Spotify, o que deixa tudo mais fácil. Para quem usa serviços concorrentes, como o Apple Music, por exemplo, é possível transmitir a tela do celular ou do notebook, fazendo com que a saída de áudio passe a ser o aparelho de TV.

Uma possibilidade interessante pode ser investir em uma Smart TV. Alguns modelos e marcas também oferecem suporte para o Spotify e ainda têm a função de espelhar telas. Tanto o Chromecast como as Smart TVs são dependentes do Wi-Fi.

Smart TVs: modelos podem ser bons para reproduzir música — Foto: Divulgação/Philco Smart TVs: modelos podem ser bons para reproduzir música — Foto: Divulgação/Philco

Smart TVs: modelos podem ser bons para reproduzir música — Foto: Divulgação/Philco

Invista em qualidade de som

O usuário pode ficar meio desanimado sobre transmitir suas músicas para a TV, já que muitos aparelhos não oferecem qualidade suficiente para esse tipo de áudio, porém, existem alguns produtos que ajudam a resolver esse problema. Os Home Theaters, por exemplo, são um conjunto de dispositivos de áudio que promete deixar o som da sua televisão com mais qualidade. Diversas marcas como Philips, LG e Samsung têm seus próprios modelos. É possível encontrar aparelhos como esses por preços baixos como R$ 189 até valores mais altos como R$ 6.500.

Há, ainda, a alternativa de investir em mini systems com conexão Bluetooth. Dessa forma, você não só pode transmitir as músicas do seu celular via Wi-Fi, como também será capaz de reproduzir seus antigos CDs. O modelo CM4650, da LG, por exemplo, faz tudo isso e custa cerca de R$ 599. O mesmo ocorre com o modelo SC-AKX200LBK, da Panasonic, que sai em torno de R$ 635.

Mini systems com Bluetooth podem ser uma alternativa útil — Foto: Divulgação/Panasonic Mini systems com Bluetooth podem ser uma alternativa útil — Foto: Divulgação/Panasonic

Mini systems com Bluetooth podem ser uma alternativa útil — Foto: Divulgação/Panasonic

As caixas de som Bluetooth também podem ser companheiras muito úteis. Várias delas têm uma boa qualidade de áudio, apesar do tamanho compacto. A UE Megaboom (R$ 899) e a JBL Charge 3 (R$ 649) têm funções que permitem conectar o mesmo celular a diversas caixas diferentes, criando um som bem encorpado e potente.

Aproveite seus dispositivos e acessórios antigos

Dê uma vasculhada em seus dispositivos antigos. Pode ser, por exemplo, que seu aparelho de som tenha entrada USB. Dessa forma, é possível transmitir para ele os arquivos salvos no seu celular. Outro velho amigo é o pendrive, que pode ser "espetado" nesses rádios e ajudar a reproduzir música em alto e bom som. O mesmo pode ocorrer com aparelhos de DVD. Talvez você tenha, também, uma boa caixa de som com cabo P2, o mesmo usado nos fones de ouvido e, assim, pode conectá-la ao seu smartphone.

Tem um aparelho de DVD antigo? Veja se ele não tem entrada USB — Foto: Divulgação/Philips Tem um aparelho de DVD antigo? Veja se ele não tem entrada USB — Foto: Divulgação/Philips

Tem um aparelho de DVD antigo? Veja se ele não tem entrada USB — Foto: Divulgação/Philips

Outro acessório barato e que pode te ajudar a otimizar os aparelhos que você já tem em casa são os receptores Bluetooth que, quando conectados a dispositivos de som, possibilitam que ele seja emparelhado com celulares e tablets que não têm, por si só, essa função. Em lojas do varejo, é possível encontrar modelos a R$ 27.

Vale a pena comprar caixa de som Bluetooth? Comente no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo