Por Paulo Alves, Para o TechTudo

Allo, rival do Google para WhatsApp, ganha versão Web para usar no PC Allo, rival do Google para WhatsApp, ganha versão Web para usar no PC

O Google Allo, mensageiro rival do WhatsApp para Android e iOS (iPhone), ganhou nesta terça-feira (15) uma versão para usar no PC. O Allo Web leva para o computador o bate-papo até então exclusivo do celular, incluindo a inteligência artificial Google Assistente, principal diferencial em relação à concorrência. Lançado em 2016 e, um ano depois, usa os mesmos moldes do WhatsApp Web para conectar o smartphone ao PC via código QR. A novidade, por enquanto, é exclusiva do Google Chrome para Windows e macOS.

Veja mais detalhes sobre os recursos disponíveis no Allo Web, quais funções do app para celulares não foram adicionadas na versão para desktop, suas principais diferenças em relaçao ao mensageiro rival e como acessá-lo no computador.

Google Allo ganha versão web para Chrome — Foto: Divulgação/Google

Google Allo ganha versão web para Chrome — Foto: Divulgação/Google

O que tem na versão web?

Além do assitente virtual, o Allo para web chega com várias funções já presentes no celular, como emojis, stickers, e compartilhamento de arquivos. Outro destaque são as respostas inteligentes, que ajudam a conversar com amigos de forma rápida sem precisar digitar todas as palavras. O Allo promete entender o contexto e sugerir mensagens automáticas, que só requerem um toque para usar. Como o recurso usa aprendizado de máquinas, a tendência é de que as sugestões melhorem com o tempo e se pareçam com respostas que o próprio usuário daria.

O aplicativo web do Allo ainda permite criar chats individuais (uma pessoa) ou em grupo. Já no "bate-papo anônimo", o software usa criptografia para preservar as informações trocadas da interceptação de terceiros.

Allo Web tem as mesmas respostas inteligentes do app para celulares  — Foto: Divulgação/Google

Allo Web tem as mesmas respostas inteligentes do app para celulares — Foto: Divulgação/Google

Google Assistente

O Google Assistente é o principal atrativo do Allo. Assim como no aplicativo para celulares, a inteligência artificial da gigante das buscas está disponível de forma isolada para consultas independentes e também dentro do chat com amigos. Nesse último caso, a ideia é usar o recurso para organizar eventos, buscar reservas em hotéis, restaurantes e informações relevantes para alimentar a conversa.

O que faltou?

Em relação à versão para smartphones com Android ou iOS, o Allo Web fica devendo o compartilhamento de áudio gravado na hora (é possível enviar sons já gravados em formato .mp3), da localização do GPS, de GIFs e fotos da webcam. Além disso, o Allo no navegador não oferece busca de emojis por palavras-chave.

Allo Web x WhatsApp Web

Assim como o WhatsApp, o Allo para Web também requer o celular conectado o tempo todo para funcionar. Caso o smartphone fique sem Internet, as mensagens enviadas no chat não são chegam ao destino, e a lista de contatos fica inacessível.

Por outro lado, o Allo perde para o rival na hora de transferir arquivos. Enquanto o WhatsApp suporta qualquer formato, a solução do Google é restrita às extensões de arquivos mais populares .pdf, .docs, .apk, .zip e .mp3.

Allo Web requer celular conectado — Foto: Reprodução/Paulo Alves Allo Web requer celular conectado — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Allo Web requer celular conectado — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Como acessar o Allo Web

Como usar o WhatsApp no computador - Tutorial

Como usar o WhatsApp no computador - Tutorial

Basta abrir o aplicativo do Allo no celular, acessar o novo item “Allo para Web” no menu lateral e ler um código QR Allo Web (g.co/alloforweb) usando o Google Chrome. Em seguida, a conta do usuário é sincronizada e recupera automaticamente as conversas pré-existentes para continuá-las no desktop.

Allo Web funciona com código QR — Foto: Reprodução/Paulo Alves Allo Web funciona com código QR — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Allo Web funciona com código QR — Foto: Reprodução/Paulo Alves

O Google Allo pode superar o WhatsApp? Opine no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo