CBLoL 2017: confira o resumo de tudo que aconteceu no campeonato

Veja como foi o segundo split do campeonato brasileiro de League of Legends em nosso resumo.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Beatriz Benini, para o TechTudo

O segundo split do CBLoL 2017 foi marcado por times novos jogando bonito, equipes populares com muitos problemas e grandes movimentos de atletas se afirmando no cenário competitivo de League of Legends do Brasil. Essa etapa rebaixou a TShow e levou a INTZ, RED Canids, Team oNe e paiN Gaming às semifinais do torneio.

As principais partidas

As primeiras partidas da Team oNe e da ProGaming mostraram aos veteranos que eles também estariam na briga pelo campeonato. Isso também aconteceu com o placar de 2 a 0 da Team oNe contra a poderosa INTZ e o empate da ProGaming contra os, na época, campeões brasileiros, a Red Canids.

INTZ ficou no primeiro lugar no segundo split do CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games) INTZ ficou no primeiro lugar no segundo split do CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

INTZ ficou no primeiro lugar no segundo split do CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Além deles, vimos a Keyd Stars e a paiN Gaming com muitos problemas durante o campeonato. Porém, Kami e companhia se mostraram um pouco melhores para conseguir resultados importantíssimos com os empates contra INTZ, Team oNe e a própria Keyd Stars. O time de Takeshi, por outro lado, não teve a mesma sorte e terminou a competição frustrada na sexta colocação, posição que fez o time disputar a série de promoção.

Os confrontos finais definiram a última vaga para a semifinal. Keyd Stars e paiN Gaming sabiam que a chance poderia ser definida no último dia. A paiN Gaming enfrentou a Team oNe conseguindo um ponto no empate de 1 a 1, mas a Keyd entrou nervosa e contra a líder do campeonato perdeu de 2 a 0 para a INTZ.

Pain evoluiu durante a etapa e conseguiu chegar à final (Foto: Divulgação/Riot Games) Pain evoluiu durante a etapa e conseguiu chegar à final (Foto: Divulgação/Riot Games)

Pain evoluiu durante a etapa e conseguiu chegar à final (Foto: Divulgação/Riot Games)

Mas nem só de alegrias viveram os times do CBLoL. T Show e CNB não conseguiram se impor e foram considerados os times mais fracos no torneio. Principalmente a T Show, que não pontuou durante todo o campeonato.

Curiosidades

O segundo split mostrou que a Red Canids tinha perdido o seu posto de melhor time do Brasil depois de tamanha superioridade imposta por eles no primeiro split de 2017. Isso ficou ainda mais claro com o empate contra a ProGaming e a derrota por 2 a 0 contra a INTZ.

brTT e a Red Canids não conseguiram repetir as atuações do primeiro split de 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games) brTT e a Red Canids não conseguiram repetir as atuações do primeiro split de 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

brTT e a Red Canids não conseguiram repetir as atuações do primeiro split de 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

A INTZ vinha forte com um novo caçador que subiu do circuito desafiante com a Team oNe: Shini. O jogador rotacionou a titularidade com Turtle diversas vezes e pode ter assumido a posição depois do ritmo que colocava nas partidas e vitórias do time.

Mas foram os novatos que surpreenderam. Team oNe e ProGaming colecionaram vitórias e empates que os fizeram ganhar respeito frente às outras equipes. De repente, os dois viram que podiam almejar posições melhores e por pouco ambos conseguiram avançar às semifinais. Vale destacar que a ProGaming perdeu apenas uma vez durante todo o campeonato.

Team One surpreendeu as grandes equipes no CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games) Team One surpreendeu as grandes equipes no CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Team One surpreendeu as grandes equipes no CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Melhor jogador

É um posto complicado, pois o metagame variou e pudemos assistir uma bot lane em perfeita sintonia e um caçador protagonista em seus times. Micao e Jokster fizeram, mais uma vez, um torneio de ótima qualidade, o que levou a INTZ à liderança do CBLoL. Porém, 4Lan da Team oNe também merece elogios. O jogador veio da Remo Brave depois que a equipe subiu para a elite do esporte e não teve medo de impor seu jogo. Muito das estratégias e estilo da equipe rodam em volta do jungler.

Micao e Jokster brilharam no CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/League of Legends) Micao e Jokster brilharam no CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/League of Legends)

Micao e Jokster brilharam no CBLoL 2017 (Foto: Divulgação/League of Legends)

Pior jogador

A equipe da T Show sofreu em todas as partidas do CBLoL 2017 e não conseguiu evitar uma derrota - ao todo foram sete. Porém, há alguns atletas que mostraram boas jogadas em algumas partidas, como o meio Krastyel, mas o caçador Ferchu não conseguiu fazer muito neste torneio. Com picks até raros no cenário competitivo como Xin Zhao, o atleta pouco fez para mostrar que pode manter a titularidade da equipe.

Quem desceu e quem subiu

Com o fim da temporada brasileira de 2017 de League of Legends, a equipe campeã do Circuito Desafiante voltará ao CBLoL 2018. A Kabum pôde garantir sua volta sem passar pela série de promoção que teve Iron Hawks e Operation Kino sendo derrotados pela Keyd Stars e CNB, respectivamente, pelo mesmo placar: 3 a 0. O CBLoL 2018 será composto então pelos times INTZ, Red Canids, Team oNe, paiN gaming, ProGaming, Keyd Stars, CNB e Kabum.

A Kabum está de volta ao CBLoL (Foto: Divulgação/League of Legends) A Kabum está de volta ao CBLoL (Foto: Divulgação/League of Legends)

A Kabum está de volta ao CBLoL (Foto: Divulgação/League of Legends)

MAIS DO TechTudo