Facebook começa a trabalhar com algoritmos contra notícias falsas

Rede Social está melhorando sua ferramenta contra o que chama de 'fake news'.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Camila Peres, com Reuters, TechTudo, Rio de Janeiro

Denúnciar um post não será suficiente para que o Facebook determine se aquela notícia é verdadeira ou falsa. A rede social está começando a trabalhar com algoritmos para identificar possíveis farsas e enviá-las aos verificadores de informação (checadores, como se chama no Brasil). Nos últimos anos, o Facebook foi muito criticado e apontado como uma das principais plataformas de divulgação de 'fake news', já que qualquer usuário pode criar uma página.

O objetivo desse tipo de verificação é acabar com rumores e ajudar os usuários a tomarem decisões conscientes quando se depararem com boatos em seu feed de notícias. Por enquanto, o Facebook está testando essa ferramenta de checagem automática — que filtra possíveis erros no link — nos Estados Unidos, na França, na Holanda e na Alemanha.

Em comunicado, o site disse que começará a usar algorítimos para detectar e enviar links aos verificadores de informação, potencialmente mostrando os resultados da checagem abaixo do artigo original. O Facebook seguirá testando outra ferramenta, a de "artigos relacionados", e trabalhará em outras mudanças para conter informações falsas.

Facebook esta formas automáticas de barrar notícias falsas na rede social (Foto: Reuters) Facebook esta formas automáticas de barrar notícias falsas na rede social (Foto: Reuters)

Facebook esta formas automáticas de barrar notícias falsas na rede social (Foto: Reuters)

"Além de ver quais histórias são contestadas pelos verificadores, as pessoas querem mais contexto para tomar decisões informadas sobre o que leem e compartilham", disse a gerente de produto do feed de notícias, Sara Su. Ela também afirmou que o Facebook continuará testando a ferramenta em outras regiões e trabalhará em outras mudanças no feed de notícias para acabar com as informações falsas.

Eleição Presidencial 2016 x Notícias no Facebook

O Facebook resolveu lançar uma ferramenta para reduzir o número de notícias falsas compartilhadas na rede social em 2017. Em 2016, muitas pessoas fizeram críticas à plataforma, acreditando que o resultado das eleições presidenciais norte-americanas teve influência dos posts falsos. O mesmo problema também foi discutido na Europa, já que os eleitores franceses foram bombardeados por notícias falsas na rede social antes das eleições presidenciais na França, em maio.

MAIS DO TechTudo