Por Vinícius Mathias, para o TechTudo


Madden NFL 18 é novo jogo da franquia de futebol americano da EA Sports. Com lançamento marcado para o dia 25 de agosto para PS4 e Xbox One, o game promete trazer as maiores mudanças desde sempre em relação a um título anterior. Confira o que vem de bom por aí.

Longshot – o modo história semelhante aos do Fifa 17 e 18

Desde “Livin’ Da Dream”, que conta a trajetória de Freq no NBA 2K16, o modo história passou a ser esperado em outros jogos de esporte. A EA deu seu primeiro passo com Alex Hunter na categoria The Journey no FIFA 17. O sucesso rendeu a volta da modalidade para o FIFA 18 e uma expansão à outra franquia.

Longshot de Madden NFL 18 — Foto: Divulgação/EA Sports Longshot de Madden NFL 18 — Foto: Divulgação/EA Sports

Longshot de Madden NFL 18 — Foto: Divulgação/EA Sports

A aposta agora é a versão história no Madden. Em Longshot, saberemos mais da vida de Devin Wade, quarterback de sucesso no High-School. Após ficar três anos longe dos gramados, Wade busca o sonho de jogar na NFL. Um destaque do modo é a presença do ex-jogador dos Dolphins Dan Marino como mentor do protagonista.

Co-op no Ultimate Team

O jogo em equipe volta a fazer parte do Madden Ultimate Team (MUT). O MUT Squads é uma modalidade 3x3 em que cada um é responsável por montar uma parte do time. Haverá três opções de escolha: Offensive Captain, Deffensive Captain e Head Coach.

O capitão ofensivo montará a jogada com as cartas de ataque e de times especiais. Ele também será responsável por trazer o playbook e chamar todos os lances ofensivos. Ao atacar, começará como quarterback e depois poderá ser qualquer atleta que outro player não esteja controlando. Na defesa, poderá jogar em qualquer posição.

Madden NFL 18: MUT Squads é a novidade 3x3 no Ultimate Team  — Foto: Divulgação/EA Madden NFL 18: MUT Squads é a novidade 3x3 no Ultimate Team  — Foto: Divulgação/EA

Madden NFL 18: MUT Squads é a novidade 3x3 no Ultimate Team — Foto: Divulgação/EA

O capitão defensivo tem o mesmo princípio, porém (logicamente) com a defesa. Diferentemente do ofensivo, ele não inicia “preso” a alguém e pode selecionar qualquer um em campo. No ataque, poderá estar em qualquer posição, exceto quarterback.

O técnico é o único que não utiliza ninguém do seu clube para a partida. Ele traz a carta do head coach, do estádio e dos uniformes. É responsável por pedir os timeouts e aceitar/recusar os resultados das faltas. Além disso, ele pode controlar jogadores na defesa e no ataque (exceto quarterback). Caso algum capitão caia/saia da partida, o técnico acumulará a respectiva função.

Novidades no gameplay e Frostbite 3

A famosa engine que motorizou Battlefield 1, FIFA 17 e Mass Effect: Andromeda finalmente estreia no Madden. Com ela, chegam uma série de novidades gráficas e de movimentos que prometem impactar mais no jogo.

O maior diferencial será o Target Passing, em que não é mais necessariamente obrigatório dar um passe direto para o recebedor. Agora será possível fazer uma jogada no estilo “ponto futuro” do futebol para que o recebedor busque a bola. Um alvo mostra onde ela cairá (semelhante ao escanteio do FIFA 17, por exemplo).

Madden NFL 18: target passing pode mudar radicalmente a dinâmica do jogo — Foto: Divulgação/EA Madden NFL 18: target passing pode mudar radicalmente a dinâmica do jogo — Foto: Divulgação/EA

Madden NFL 18: target passing pode mudar radicalmente a dinâmica do jogo — Foto: Divulgação/EA

Madden 18 trará mecânicas e movimentos mais semelhantes à realidade e terá uma maior opção de ajustes ao dispor dos técnicos. A EA promete um destaque especial na batalha territorial entre wide receivers e cornerbacks, uma vez que o contato entre eles pode determinar uma mudança mais brusca na rota dos jogadores.

Tem para iniciante, para hardcore e para competitivo

Madden 18 vem para satisfazer todos os tipos de players. Para isso, além dos diversos níveis de dificuldade (Rookie, Pro, All-Pro e All-Madden), há três estilos de jogo: Arcade, Simulation e Competitive.

Arcade é para os mais casuais. É o modo em que recepções milagrosas e jogadas espetaculares são mais comuns de acontecer. Os pass rushers ganham da linha ofensiva na maioria das vezes e é mais fácil quebrar tackles dos defensores. A chance de field goals longos entrarem são maiores e a possibilidade de lançar uma interceptação é menor.

Simulation é para aqueles mais hardcores que querem uma experiência mais real a de um jogo de verdade. Lesões e faltas ocorrem numa frequência semelhante aos números da vida real da NFL e o cansaço afeta diretamente o desempenho dos atletas. Os jogadores de overall alto serão muito mais bem-sucedidos do que os de over baixo, mas também estarão suscetíveis a erros chocantes.

Madden NFL 18 tem estilo de jogo para todos os gostos — Foto: Divulgação/EA Madden NFL 18 tem estilo de jogo para todos os gostos — Foto: Divulgação/EA

Madden NFL 18 tem estilo de jogo para todos os gostos — Foto: Divulgação/EA

Competitive é o modo criado para campeonatos. Nele, o jogo é mais equilibrado e “menos aleatório”, deixando que a habilidade do player seja mais importante do que a “sorte” ou “azar”. Um exemplo é a chance reduzida de um ataque ganhar uma jogada de passe em que o recebedor esteja bem marcado. Assim, o Competitive evita que bolas lançadas a esmo sejam efetivas.

Mais difícil para fazer trocas e contratações

Historicamente, a inteligência artificial nunca foi lá um primor quando o assunto são negociações nos jogos de esporte. No caso do Madden, a EA decidiu dificultar e deixar o processo mais “real” no modo Franchise. Agora calouros, quarterbacks, running backs e jogadores no primeiro ano de um novo vínculo possuem um valor bônus de troca em seus contratos. Isso torna mais difícil negociá-los.

Outra mudança é que agentes livres não aceitarão mais propostas irrisórias. Era comum atletas aceitarem o mínimo de salário, caso houvesse apenas um time interessado. Agora a chance de um atleta aceitar uma proposta de até 30% (do valor inicial pedido por ele) é zero, e de 31 a 70% é bem baixa.

Só para a geração atual

O novo jogo é o primeiro a não ser produzido para PS3 e Xbox 360 desde o Madden 2005. Madden NFL 18 será lançado apenas para PS4 e Xbox One.

A versão normal custa R$ 209,90 na PSN e R$ 209 na Xbox Live (R$ 188,10 com EA Access) e poderá ser jogada no dia 25 de agosto. Já a versão G.O.A.T dá acesso antecipado de três dias (22 de agosto) ao preço de R$ 279,90 na PSN e R$ 279 na Live (R$ 251,10 com EA Access).

Qual o seu jogo de esporte favorito? Opine no Fórum do TechTudo!

Mais do TechTudo