Samsung revela primeiras memórias flash de 1 Tb e promete SSDs de 2 TB

Tecnologia 3D NAND amadurece e torna possível a chegada de SSDs para consumo doméstico com capacidades mais altas

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A Samsung informa que já é capaz de produzir seus chips 3D NAND na capacidade de 1 Tb (terabit). O aumento da densidade possível nesses chips pode permitir que, com o empilhamento de 16 deles, SSDs com módulos de 2 TB se tornem realidade já em 2018.

Embora os preços dessas unidades não devam ser baratos, o avanço deve favorecer a queda de preço nos discos de estado sólido por conta do melhor rendimento. Além de aplicações em SSDs para computadores e laptops, essa tecnologia pode ser usada para criação de unidades de armazenamento em celulares e tablets.

Caso cada um dos oito módulos do SSD na foto tivesse 16 camadas de células de 1 Tb, o total chegaria a 16 TB (Foto: Divulgação/Samsung) Caso cada um dos oito módulos do SSD na foto tivesse 16 camadas de células de 1 Tb, o total chegaria a 16 TB (Foto: Divulgação/Samsung)

Caso cada um dos oito módulos do SSD na foto tivesse 16 camadas de células de 1 Tb, o total chegaria a 16 TB (Foto: Divulgação/Samsung)

Há uma distinção importante a se fazer: SSDs de 2 TB já existem, mas o que a Samsung está prometendo são módulos de 2 TB, abrindo a possibilidade para que unidades sólidas do futuro, voltadas para o consumidor comum, atinjam quantidades muito maiores de espaço.

A tecnologia 3D NAND, basicamente, consiste em células (ou chips individuais) que são organizados em camadas verticais. Cada camada corresponde a um chip e o somatório de todos eles resulta no total de capacidade disponível em um único módulo.

SSDs podem, e na maioria das vezes têm, diversos módulos que, somados, dão a capacidade total da unidade. Por conta disso, a fabricação de módulos de alta capacidade para armazenamento, pode se mostrar fundamental no barateamento da tecnologia no futuro.

Além de vantagens relacionadas a consumo de energia e velocidade (a eletricidade encontra menos resistência e distâncias para vencer num design vertical do que encontraria num horizontal), SSDs que usam tecnologia 3D NAND costumam ser mais resistentes e confiáveis.

Via Samsung

MAIS DO TechTudo