As 12 novidades mais interessantes do macOS High Sierra, sistema da Apple

Atualização tem novidades para Fotos, Mail, Safari e outros apps e recursos

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Paulo Alves, para o TechTudo

A Apple lança nesta semana o macOS High Sierra, uma atualização gratuita para usuários de computadores Mac. O sistema herda o mesmo design de versões anteriores, mas promete uma série de melhorias em aplicativos nativos e recursos de performance. Pela primeira vez, o software terá suporte para realidade virtual, e ainda oferece um sistema de arquivos que deve acelerar o desempenho de tarefas locais. Entre os apps que recebem novidades, os destaques vão para Safari, Fotos e Mail.

O macOS High Sierra é compatível com modelos de MacBook e iMac fabricados desde 2009; e de MacBook Pro, MacBook Air, Mac Mini e Mac Pro produzidos a partir de 2010. Veja, a seguir, os 12 principais recursos da versão.

macOS Hight Sierra é o novo sistema da Apple para computadores (Foto: Divulgação/Apple) macOS Hight Sierra é o novo sistema da Apple para computadores (Foto: Divulgação/Apple)

macOS Hight Sierra é o novo sistema da Apple para computadores (Foto: Divulgação/Apple)

Safari

O navegador Safari ganha vários recursos no novo macOS, incluindo modo de leitura fixo para sites selecionados pelo usuário, bloqueador de anúncios integrado e pausa automática de vídeos em páginas na web. O programa ainda estreia atualizações no WebKit, tecnologia da Apple para a internet que otimiza páginas para o Safari. Segundo a empresa, o browser está até 4,3 vezes mais rápido na renderização de JavaScript.

Safari tem modo de leitura e outros novos recursos (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Safari tem modo de leitura e outros novos recursos (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Safari tem modo de leitura e outros novos recursos (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Mail e Spotlight

O conjunto de melhorias do aplicativo de mensagens eletrônicas Mail começa com um sistema de buscas mais inteligente, integrado ao Spotlight. Em tese, o serviço é capaz de encontrar mensagens mais rapidamente por meio de palavras-chave. Há ainda um novo modo de tela cheia que aproveita melhor o display, e um recurso de armazenamento de mensagens que economiza até 35% de espaço em disco. Fora do Mail, o Spotlight também passa a oferecer informações sobre voos.

Mail ganhou pesquisa melhorada e modo tela cheia (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Mail ganhou pesquisa melhorada e modo tela cheia (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Mail ganhou pesquisa melhorada e modo tela cheia (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Fotos

O aplicativo nativo de fotos do macOS ganhou interface mais organizada, que inclui uma aba de memórias com galerias curadas digitalmente usando a biblioteca do iCloud. Há ainda uma série de novas ferramentas de edição, com novos filtros, seletor de cores e editor de curvas para melhorar o aspecto das imagens.

É possível ainda exportar o conteúdo para outro programa, como Photoshop ou Pixelmator, para fazer ajustes específicos, e retornar a imagem para o Fotos facilmente. Em geral, o app está mais aberto, passando a aceitar o download de extensões para adicionar recursos extras, como no editor da Adobe.

Fotos tem novas ferramentas de edição (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Fotos tem novas ferramentas de edição (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Fotos tem novas ferramentas de edição (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Na hora de editar Live Fotos, o programa permite aplicar os mesmos efeitos disponibilizados no iOS 11: Loop, Vai e Volta, e Longa Exposição.

Formatos de arquivos HEVC e HEIF

Outra melhoria para editar conteúdo multimídia é o suporte a arquivos dos tipos HEVC para vídeo e HEIF para fotos. Também novidades no iOS 11 para iPhone, os novos tipos de compressão reduzem o tamanho das capturas ao mesmo tempo que mantêm a qualidade do material. Usuários de iPhone 7 ou superior, com o sistema atualizado, poderão transferir os arquivos para o Mac e editar nativamente. No Windows, é preciso converter antes de realizar alterações.

Apple File System

O macOS High Sierra passa a usar um novo sistema de arquivos proprietário da Apple, chamado de Apple File System. Segundo a empresa, a tecnologia permite maior desempenho nos computadores da marca, com aumento de velocidade do disco em tarefas como copiar e colar arquivos pesados. Os reflexos da novidade, porém, tendem a aparecer de várias formas, possivelmente até acelerando a performance de Macs antigos.

Realidade virtual e Metal 2

Mac roda conteúdo em realidade virtual pela primeira vez (Foto: Divulgação/Apple) Mac roda conteúdo em realidade virtual pela primeira vez (Foto: Divulgação/Apple)

Mac roda conteúdo em realidade virtual pela primeira vez (Foto: Divulgação/Apple)

O High Sierra traz conteúdos em realidade virtual para os computadores da Apple. Desse modo, os dispositivos passam a ser compatíveis com aparelhos como o HTC Vive para, entre outras tarefas, jogar games com alto grau de imersão. A novidade é facilitada por melhorias no Metal 2, a API gráfica da Apple para criação de experiências com riqueza de detalhes visuais. Uma das vantagens do recurso é a integração com aprendizado de máquinas na GPU, expandindo as possibilidades para desenvolvedores de apps e jogos.

Siri

A Siri estreou no Mac na versão Sierra e ganha duas novas funções na atualização mais recente. A assistente pessoal da Apple agora conta com voz mais natural e próxima a de um ser humano. A fabricante promete variações de tom, ênfase e ritmo em conversas. Em conjunto com o Apple Music, a inteligência artificial também passa a aceitar comandos para tocar músicas, selecionando faixas baseadas no gosto do usuário.

Siri tem voz mais natural e toca músicas no High Sierra (Foto: Divulgação) Siri tem voz mais natural e toca músicas no High Sierra (Foto: Divulgação)

Siri tem voz mais natural e toca músicas no High Sierra (Foto: Divulgação)

Notas

Ao criar anotações, usuários de Mac notarão mais ferramentas disponíveis, como tabelas, fixação de notas e busca interna. Ao usar o último recurso, será possível encontrar trechos específicos dentro de um texto.

App de Notas tem fixação e busca aprimorada (Foto: Apple) App de Notas tem fixação e busca aprimorada (Foto: Apple)

App de Notas tem fixação e busca aprimorada (Foto: Apple)

FaceTime

O FaceTime tem um novo recurso que permite capturar a tela da videochamadas e transformar em uma Live Foto. O amigo do outro lado recebe uma notificação, e você pode compartilhar o conteúdo no iMessage para relembrar uma conversa com alguém importante – a foto vai para a galeria e pode ser acessada também no iPhone e no iPad.

Copiar e colar universal

A área de transferência universal que estreou no macOS Sierra ficou melhor na nova versão. Agora o recurso funciona com qualquer arquivo. Basta copiar normalmente com "Command+C" para ter o item disponível em outros dispositivos conectados com a sua conta. A Apple faz a transferência do conteúdo pela internet e mantém por um curto período disponível para usar em outros iPads, iPhones e Macs.

iCloud e Compartilhamento familiar

Compartilamento familiar está mais fácil de usar (Foto: Divulgação/Apple) Compartilamento familiar está mais fácil de usar (Foto: Divulgação/Apple)

Compartilamento familiar está mais fácil de usar (Foto: Divulgação/Apple)

O compartilhamento familiar está mais fácil de usar no High Sierra, com uma tela única para gerenciar apps e serviços comprados para vários membros de um mesmo grupo familiar. O administrador da conta pode controlar o espaço disponível para cada pessoa e saber quanto elas estão consumindo. Já o iCloud, serviço de armazenamento em nuvem da Apple, passa a permitir compartilhamento de links diretos de arquivos, compartilhamento de documentos para edição e acesso dentro de apps compatíveis, como o Photoshop.

Touch Bar

MacBook Pro com Touch Bar ganha novos botões (Foto: Divulgação/Apple) MacBook Pro com Touch Bar ganha novos botões (Foto: Divulgação/Apple)

MacBook Pro com Touch Bar ganha novos botões (Foto: Divulgação/Apple)

O MacBook Pro com Touch Bar ganhou seis novos controles, incluindo ajuste de brilho e volume; botão para ativar Night Shift e AirPlay, além de atalhos para espelhamento, configuração de display secundário e música em reprodução. Outra novidade está no seletor de cor, que exibe um novo visual com mais espaço para trabalhar. Por fim, ao assistir a um vídeo, a barra sensível ao toque do computador mostra novos atalhos para legendas, tela cheia e modo PiP (que abre uma janela flutuante para você continuar navegando normalmente por apps enquanto vê um conteúdo).

Vale a pena sair do Windows e ir para o macOS? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo