GT Sport aposta em diversão sem perder o realismo; confira o teste

Game de corrida da Sony investe em realismo moderado para brigar com rivais Forza e Project Cars

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Diego Borges, da GameXP

Gran Turismo Sport é o novo game da franquia de corrida exclusiva para o PS4. O título marca a chegada da série na nova geração de consoles, apostando em elementos que o consagraram para desbancar rivais como Forza e Project Cars. O TechTudo teve a oportunidade de testar o game na GameXP e traz todos os detalhes. Confira:

Correndo atrás de seus rivais

Por mais que Gran Turismo seja conhecido como uma franquia pioneira em levar o máximo de realismo possível para dentro de um game, muitos hoje bebem de sua fonte e detêm o "título". Enquanto a rivalidade tinha apenas Forza como concorrente direto, a briga era limitada ao console exclusivo ao qual cada um pertence. Em outras palavras, era mais um confrontro Sony vs Microsoft do que uma briga direta no gênero.

GT Sport na GameXP (Foto: Diego Borges / TechTudo) GT Sport na GameXP (Foto: Diego Borges / TechTudo)

GT Sport na GameXP (Foto: Diego Borges / TechTudo)

Com a chegada de Project Cars, ambos os jogos acabaram perdendo esse status de "simulador". Isso porque o game Slightly Mad Studios aposta tão alto no nível de simulação que chega a cair no desgosto de jogadores mais casuais diante de tamanha complexidade no quesito jogabilidade.

Largando de trás, GT Sport procura ser a retomada da franquia diante de concorrentes tão à frente. Vale lembrar que o último jogo da série foi lançado ainda na geração passada, no PS3. Enquanto Forza, por exemplo, parte para seu terceiro título só nessa atual geração de videogames.

Diante desse cenário, a estratégia da Sony é apostar no que ainda sobrou de diversão em jogos que buscam incansávelmente o nível máximo de realismo. Para isso, a empresa busca colocar seu game na linha que separa um nível mais alto de simulação com um nível de casualidade que muitos jogadores do PS4 ainda possuem.

Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Poliphony Digital) Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Poliphony Digital)

Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Poliphony Digital)

E isso ficou muito claro em nossos testes. Mesmo com a possibilidade de jogar o game com um volante e pedais (que simulam um carro de corrida de verdade), é possível notar o quanto ainda é divertido se aventurar nessas corridas. Os movimentos de direção do carro são mais suaves e não exigem tanto esforço para mantê-lo na pista. Claro que isso varia de modelo para modelo, uma vez que carros com menos velocidade são mais fáceis de se conduzir em circutios mais travados.

Além desses movimentos variarem de um veículo para o outro, a sensação de velocidade também é notada a partir de cada modelo. Em outras palavras, ficou mais nítida a força da aceleração de acordo com o potencial do carro escolhido, assim como são os veículos da vida real, o que acaba influenciando na hora de iniciar o processo de desaceleração para contornar as curvas, não sendo uma espécie de macete o tempo e o local exato do procedimento.

Visual que encanta

Além da jogabilidade, o visual sempre foi um dos atrativos da franquia - sendo até o motivo do atraso de muitos seus seus títulos. Em GT Sport é possível notar que a nova geração de videogames só fez bem ao game. O nível de detalhes do jogo impressiona, mesmo aos acostumados a jogar os títulos concorrentes.

Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Sony) (Foto: Jogos mais esperados de 2017 para PlayStation 4: Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Sony)) Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Sony) (Foto: Jogos mais esperados de 2017 para PlayStation 4: Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Sony))

Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Sony) (Foto: Jogos mais esperados de 2017 para PlayStation 4: Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Sony))

Chama atenção o cuidado que GT Sport tem com o ambiente externo das corridas. Ao invés de um amontoado de pixels mal feitos, há um capricho com elementos que compoem uma corrida, como árvores, guardrails, mecânicos, fiscais e até mesmo torcida. Claro que com toda a velocidade do jogo, isso só é possível notar nos momentos de replay, que por sua vez impressionam e passam a sensação de estarmos assisitindo a uma corrida de verdade.

E as grandes estelas do jogo, os carros, não poderiam ficar de fora desse capricho. Não são as suas formas que impressionam, mas também oturos componentes como aerofólios e adesivos que enfeitam as suas latarias. E não param por aí. Em nossos testes, presenciamos alguns acidentes e a forma com os danos são causados também agradam, não só pelo impacto visual de ver pedaços dos carros voam pela tela, mas também pelas consequências no desempenho do veículo.

Vale a pena?

GT Sport promete ser uma bela retomada da franquia. Entretanto, se a intenção da Sony é voltar a ser referência no quesito simulação, seus concorrentes ainda estão na frente. Mas não encare isso como uma má notícia, principalmente para você, jogador casual, que não tem a intenção de se tornar um piloto profissional através de um jogo de videogame.

MAIS DO TechTudo