Microsoft confirma Office 2019; programas vão funcionar offline

Versão de testes deve ser liberada no segundo semestre de 2018. PowerPoint e Excel ganham melhorias em animações e gráficos.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A Microsoft anunciou nesta semana o Office 2019, próxima versão do pacote de aplicações de escritório e produtividade. As primeiras prévias liberadas para participantes de programas de testes estão previstas para a metade de 2018. O novo Office trará novas versões dos programas conhecidos pelos usuários do mundo todo, como Word, PowerPoint e Excel.

Além de confirmar o lançamento para o segundo semestre do ano que vem, a Microsoft adiantou que pretende ficar menos na nuvem com o novo Office, dando mais atenção a quem prefere adquirir as chamadas licenças vitalícias do produto.

Primeiras prévias do novo Office para insiders ficam disponíveis no meio de 2018 (Foto: Reprodução/Microsoft) Primeiras prévias do novo Office para insiders ficam disponíveis no meio de 2018 (Foto: Reprodução/Microsoft)

Primeiras prévias do novo Office para insiders ficam disponíveis no meio de 2018 (Foto: Reprodução/Microsoft)

Haverá melhorias no suporte aos recursos Ink, como o reconhecimento mais preciso de variações de pressão no traço e inclinação da caneta. O Excel também terá novas ferramentas de análise de dados, fórmulas e gráficos, enquanto o PowerPoint receberá reforço de novas animações, como Morph e Zoom, para apresentações ainda mais dinâmicas.

Para usuários corporativos, o novo Office trará o reforço de funcionalidades de gerenciamento, segurança e até controle por voz, disponíveis para aplicações.

A promessa de uma atenção maior para quem ainda prefere o modelo convencional de consumo de software, fugindo dos planos de assinatura do Office 365, pode agradar quem não se convenceu pelo modelo de distribuição de assinatura.

A notícia também pode acalmar usuários que ficaram preocupados com a informação de que serviços do Office 365 na nuvem, como edição colaborativa e outros, só seriam disponibilizados para assinantes a partir de 2020. De acordo com Jared Spataro, executivo da Microsoft em entrevista ao site ZDNet, o acesso será oferecido a todos os usuários do Office. A única diferença são funcionalidades que exigem processamento na nuvem.

O atual modelo, em que novas funcionalidades do Office chegam muito antes para quem é assinante mensal, continuará ditando o ritmo de atualizações de todos os aplicativos e serviços que fazem parte do pacote.

Erro no Excel, o que posso fazer para resolver? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo