AMD apresenta processadores Ryzen mobile para notebooks ultrafinos

Novos processadores prometem performance gráfica superior graças à tecnologia Vega

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A AMD lançou os novos processadores Ryzen em versões para notebooks. Os Ryzen R5 2500U e Ryzen R7 2700U chegam com a dura tarefa de recuperar a imagem da marca em um mercado dominado pela Intel há anos. Para dar conta da tarefa, os processadores são tidos como "os mais rápidos do mundo para ultrabooks". Ambos quad-core, os novos Ryzen chamam atenção pela oferta de GPUs embutidas que usam a arquitetura Vega, mesma tecnologia aplicada nas placas de vídeo mais rápidas da marca na atualidade.

Ryzen finalmente chega aos notebooks com R5 2500U e R7 2700U (Foto: Divulgação/AMD) Ryzen finalmente chega aos notebooks com R5 2500U e R7 2700U (Foto: Divulgação/AMD)

Ryzen finalmente chega aos notebooks com R5 2500U e R7 2700U (Foto: Divulgação/AMD)

O Ryzen R5 2500U tem quatro núcleos que pulsam a frequências que oscilam entre 2 e 3.6 GHz. Em termos de processamento gráfico, o processador carrega uma GPU Vega com oito unidades computacionais (para comparação, a Radeon Vega 64 tem 64 dessas unidades) que, por sua vez, operam a uma velocidade máxima de 1.100 MHz.

O processador R7, no entanto, é mais interessante. Também quad-core, o 2700U tem velocidades entre 2.2 e 3.8 GHz. A placa gráfica é reforçada, contendo 10 unidades computacionais que operam a 1.300 MHz. Tanto o R5 como o R7 oferecem o SMT, tecnologia da AMD capaz de simular outros quatro núcleos de processamento, fazendo com que o processador se comporte como um octa-core, em determinadas situações.

Com TDP (Thermal Design Power) de 15 watts, ou seja, a quantidade de energia que precisa ser dissipada do periférico para bom funcionamento, os processadores devem ser competitivos diante dos Intel, repetindo o cenário dos desktops. Um ponto interessante a ser observado é como as GPUs Vega se comportam em notebooks, sobretudo diante da dificuldade da Intel em criar placas gráficas de alta performance para seus processadores.

Este lançamento é importante porque marca o retorno da AMD a um mercado em que a marca tem estado ausente por anos, em virtude da dificuldade de arquiteturas anteriores aos Ryzen competirem com o equilíbrio de performance e consumo oferecido pela rival Intel.

No momento, Lenovo IdeaPad 720S e HP Envy x360 são os primeiros notebooks a receberem os novos Ryzen.

Qual GPU é melhor para jogos atuais? Comente no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo