Versão do Windows 10 para celulares chega ao fim, confirma executivo

Falta de aplicativos teria sido principal motivo para fim do Windows 10 Mobile.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A versão para celulares do Windows 10 chegou ao fim. A confirmação do posicionamento da Microsoft veio por meio de uma série de tuítes de Joe Belfiore, um dos principais executivos da companhia. As declarações efetivam o que, na prática, já se via há mais de um ano na plataforma móvel.

Além de esclarer como ficará o suporte do sistema, o representante da empresa de Redmond também deu algumas explicações sobre os fatores que levaram a versão móvel do Windows à morte. Vale lembrar que em julho deste ano, a Microsoft havia desligado o suporte estendido ao Windows Phone 8.1.

Windows 10 Mobile passará a contar apenas com atualizações pontuais de segurança e correção de bugs (Foto: Marvin Costa/TechTudo) Windows 10 Mobile passará a contar apenas com atualizações pontuais de segurança e correção de bugs (Foto: Marvin Costa/TechTudo)

Windows 10 Mobile passará a contar apenas com atualizações pontuais de segurança e correção de bugs (Foto: Marvin Costa/TechTudo)

Joe Belfiore afirma que a Microsoft continuará oferecendo atualizações de segurança e updates para correção de bugs do sistema. Entretanto, “desenvolver novos recursos e hardware não é o foco”, diz o tuíte. Em outro post no microblog, o executivo declarou que a empresa desistiu do sistema por conta da “variedade de apps e hardware” oferecida no Android, plataforma rival presente na maioria dos smartphones.

Ainda sobre a pouca quantidade de aplicativos, outras declarações ajudam a entender o que encorajou o desembarque da Microsoft do mercado dominado por Android e iOS, sistema presente em iPhone e iPad. “Nós tentamos muito incentivar desenvolvedores de apps”, enfatizando inclusive que a Microsoft investiu dinheiro e chegou a criar – ela própria – apps para terceiros, num esforço para povoar loja de aplicativos do sistema e atrair mais desenvolvedores e usuários.

No entanto, a conclusão é de que “o volume de usuários é muito baixo para que a maioria das companhias invista”. Assim, muitos aplicativos populares nas outras plataformas acabaram inexistindo no Windows para celulares, o que contribuiu para manter a falta de interesse em celulares com o sistema.

Em série de tuítes, executivo da Microsoft admite o fim da linha para o Windows 10 Mobile (Foto: Reprodução/Filipe Garrett) Em série de tuítes, executivo da Microsoft admite o fim da linha para o Windows 10 Mobile (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Em série de tuítes, executivo da Microsoft admite o fim da linha para o Windows 10 Mobile (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Microsoft no Android e iPhone

O fim do sistema operacional dedicado a celulares fortalece a posição da Microsoft enquanto fornecedora de apps e serviços para as plataformas que antes eram rivais. Aplicativos como Office e serviços da Microsoft, como a Cortana e Skype, passam a ser o foco da desenvolvedora para sistemas operacionais móveis.

Com informações: Twitter, The Verge e BGR

MAIS DO TechTudo