Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Google Maps passa a contar com mapas detalhados de luas e planetas Google Maps passa a contar com mapas detalhados de luas e planetas

O Google Maps passa a partir de agora a contar com mais imagens — além da visualização em 3D com o Google Earth — de planetas e luas do Sistema Solar. Dessa forma, Mercúrio, Vênus, Plutão e Ceres (um planeta anão), além de um total de nove luas de Júpiter (Io, Europa e Ganímedes) e de Saturno (Mimas, Encélado, Dione, Reia, Titã e Jápeto) tornam-se destinos pelos quais você pode navegar, com acesso a mapas detalhados que apresentam pontos de interesse em cada um dos locais.

A inclusão desses corpos celestes não é a primeira iniciativa do Google em expandir os horizontes do Googles Maps para além da Terra. Em 2014 o serviço recebeu mapas da Lua e de Marte e, desde julho, usuários podem ver imagens da Estação Espacial Internacional (ISS) no Google Street View.

Europa, lua de Jupiter, é um dos novos pontos de interesse do Maps — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Europa, lua de Jupiter, é um dos novos pontos de interesse do Maps — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Europa, lua de Jupiter, é um dos novos pontos de interesse do Maps — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

A inclusão dos astros celebra a jornada da nave Cassini, lançada no espaço há vinte anos atrás para descobrir os segredos do platena Saturno e suas luas. Durante a missão, diz o Google, foram enviadas quase meio milhão de fotos de volta à Terra.

Cada um dos destinos revela a nomenclatura de pontos marcantes da superfície, permitindo que você conheça melhor a geografia das luas e planetas do nosso sistema.

Google Maps revela pontos da superfície de luas e planetas, como crateras, por exemplo. — Foto: Reprodução/Google Maps Google Maps revela pontos da superfície de luas e planetas, como crateras, por exemplo. — Foto: Reprodução/Google Maps

Google Maps revela pontos da superfície de luas e planetas, como crateras, por exemplo. — Foto: Reprodução/Google Maps

Entre os destinos que orbitam o planeta anelado, o usuário poderá encontrar luas como Encélado, que protagonizou uma revelação importante da missão da Nasa: a presença de água foi descoberta sob a crosta do sexto maior satélite natural de Saturno — o que sugere sinais de vida.

Embora não ofereça o mesmo nível de detalhes da superfície da Terra, o Maps permite que o usuário visualize mapas reproduzidos a partir de imagens coletadas pela missão espacial. O blog oficial do serviço traz um destaque para o artista Björn Jónsson, especializado em imagens astronômicas, que reuniu os mapas planetários de Europa, Ganímedes, Reia e Mimas, trabalhando com imagens da NASA e da Agência Espacial Européia.

Para ter acesso às novas imagens você pode aumentar o efeito de zoom da sua visão terrestre do Google Maps até conseguir ver o espaço ou clicar no link (google.com/maps).

Imagens 3D e visualização do Earth

Vale ressaltar que para usar o Google Maps completo com imagens 3D e visualização do Google Earth, é preciso estar atento aos requisitos de hardware, sistema e navegador. Ou seja, no computador, por exemplo, você deve usar sempre a versão mais recente do browser, seja o Google Chrome, o Internet Explorer, o Firefox, o Safari ou o Microsoft Edge.

Você também precisa checar a versão do seu sistema operacional. Os compatíveis são: macOS 10.12.0 e superiores, Windows 7 e superiores, Chrome OS com uma CPU Intel e Linux.

Além disso, não é possível visualizar o mapa em 3D caso o PC tenha alguns modelos de placa de gráfica antigos. Confira quais são na lista de ajuda do Maps (support.google.com/maps/answer).

Qual local você gostaria de ver no Google Street View? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo