Por Filipe Garrett, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Depois de muita expectativa, a Nvidia complementa a série de placas Ti com o lançamento da Geforce GTX 1070 Ti, intermediária com especificações técnicas superiores as da 1070 original e que tem performance suficiente para se posicionar como alternativa de custo-benefício superior à GTX 1080 e às novas Radeon Vega 56 e 64 da AMD. A seguir, você vai entender onde a GTX 1070 Ti ganhou reforços e porque a placa pode ser uma escolha melhor para quem está interessado em investir numa top de linha da Nvidia.

Especificações

Nova placa aumenta a quantidade de núcleos CUDA e tem melhora na velocidade do processador — Foto: Divulgação/Nvidia Nova placa aumenta a quantidade de núcleos CUDA e tem melhora na velocidade do processador — Foto: Divulgação/Nvidia

Nova placa aumenta a quantidade de núcleos CUDA e tem melhora na velocidade do processador — Foto: Divulgação/Nvidia

As placas de vídeo Ti da Nvidia são revisões que trazem aprimoramentos e maior performance a modelos com algum tempo de mercado. No caso da 1070 Ti, os avanços são vários: para começar, o processador gráfico tem 2.432 núcleos CUDA contra 1.920 da 1070 comum. Os núcleos CUDA são as unidades de processamento da placa e quanto mais delas, melhor: maior é a capacidade da placa de processar várias informações ao mesmo tempo, algo crucial em aplicações pesadas, como jogos.

Houve também melhoria na velocidade. A 1070 Ti tem clock básico de 1.607 MHz contra 1.506 da 1070 e turbo de 1.683 MHz (mesma máxima da 1070). Em termos de memória RAM, no entanto, não houve mudanças. A nova placa da Nvidia tem 8 GB de GDRR5, mesma quantidade presente na antecessora. Interessante observar que o GDDR5X, mais rápido, fica restrito às placas 1080 e Titan.

Além de conservar a mesma RAM da 1070, a nova placa da Nvidia também repete a interface de 256 bits. Esse valor refere-se ao canal de ligação entre GPU e memória, e quanto maior for o número, mais larga é essa banda, resultando num volume maior de dados trocados entre o processador gráfico e a memória da placa a cada instante.

Diferença de performance

Ainda não existem testes de benchmark disponíveis para uma comparação direta entre os desempenhos da 1070 Ti, da 1070 e mesmo da GTX 1080. Em linhas gerais, a Nvidia fala em três vezes mais performance do que a geração anterior, entretanto, essa medida é usada pela marca em mais ou menos todas as placas lançadas sob a série GTX 1000.

A marca não divulgou números detalhados, mas apresentou uma comparação que mostra a GTX 1070 Ti atingindo o dobro de performance relativa, se comparada à GTX 970 rodando games como The Witcher 3 e Tomb Raider.

1070 Ti deixa a 970 para trás com facilidade, segundo a Nvidia  — Foto: Divulgação/Nvidia 1070 Ti deixa a 970 para trás com facilidade, segundo a Nvidia  — Foto: Divulgação/Nvidia

1070 Ti deixa a 970 para trás com facilidade, segundo a Nvidia — Foto: Divulgação/Nvidia

O reforço na contagem de processadores CUDA e o aumento da velocidade de processamento da placa em comparação com a primeira geração das 1070 indica a ideia de que a GTX 1070 Ti será posicionada próxima à GTX 1080.

Se a nova placa da Nvidia tem 2.432 núcleos CUDA, a GTX 1080 tem 2.560. Em termos de velocidades, a comparação fica ainda mais próxima porque a GTX 1070 Ti roda nos mesmos 1.607 MHz da GTX 1080, perdendo por pouca margem apenas no boost: 1.733 MHz da 1080 contra 1.683 MHz da 1070 Ti. A única grande diferença técnica entre Geforce GTX 1070 Ti e GTX 1080 está na memória RAM, superior na 1080 em virtude da tecnologia GDDR5X.

A GTX 1070 Ti vale à pena?

1070 Ti tem performance elevada e preço competitivo — Foto: Divulgação/Nvidia 1070 Ti tem performance elevada e preço competitivo — Foto: Divulgação/Nvidia

1070 Ti tem performance elevada e preço competitivo — Foto: Divulgação/Nvidia

A ideia da Nvidia com as placas Ti está em aquecer o mercado depois da consolidação de suas arquiteturas com produtos que contam com melhor performance e, em geral, custo-benefício mais interessantes. É o caso da GTX 1070 Ti.

Como vimos, a novata tem perfil e especificações técnicas que a coloca num patamar muito próximo daquilo que a GTX 1080 entrega.

O grande trunfo da placa está nos preços: a Nvidia anuncia que a 1070 Ti estará disponível no mercado norte-americano, a partir da primeira semana de novembro, a US$ 399 (R$ 1.315, em conversão direta), valor sensivelmente mais baixo do que os US$ 549 (R$ 1.810) da GTX 1080. No Brasil, a GTX 1080 é vendida por preços a partir dos R$ 2.250, o que permite uma ideia de quanto a GTX 1070 Ti custará por aqui.

Como montar um PC gamer? Comente no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo