Gwent ganha campanha que mistura Pokémon e Diablo

Campanha foi apresentada pela primeira vez ao público brasileiro na BGS 2017.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Felipe Vinha, para o TechTudo

Gwent, jogo de cartas da CD Projekt RED para PS4, Xbox One e PC, está na Brasil Game Show 2017, em São Paulo, com um estande temático, decorado e com muitas estações de teste para quem quer arriscar duelos. Mas a principal novidade ficava a portas fechadas, dentro da uma sala privada, onde o TechTudo esteve presente para conferir: o modo campanha chamado “Thronebreaker”, que chega em breve, e adicionará elementos que lembram os clássicos Diablo e também Pokémon TCG — do Game Boy Color!

Gwent + The Witcher

Gwent Thronebreaker é uma expansão para o cardgame que adiciona um modo de campanha de verdade. Nada de escolher sua história por menus ou contada apenas por duelos, como em jogos concorrentes, no mesmo estilo. O jogador controla um personagem no mapa, mas não apenas isso, temos história tão relevante presente que podemos dizer que este adicional “continua” a saga de The Witcher.

Gwent na BGS: jogo terá modo campanha (Foto: Reprodução/Felipe Vinha) Gwent na BGS: jogo terá modo campanha (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Gwent na BGS: jogo terá modo campanha (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

O “Continua” veio em aspas por conta da cronologia, apenas. Thronebreaker tem eventos que se passam antes de toda a saga The Witcher, focados na Rainha dos Reinos do Norte, Meve. Ela aparenta ser a personagem central, e única a ser controlada pelo jogador. No momento da apresentação da nova versão, vimos um pouco da jogabilidade de exploração de mapa — isso mesmo, você anda com Meve por aí, explorando locais e falando com as pessoas.

De longe, Thronebreaker lembra um pouco a série Diablo. Não há combates em tempo real, mas toda a visão isométrica, ambientação medieval e gráficos dinâmicos estão lá. Há diálogos que aparecem no mapa, mas também há conversas com opções guiadas pelo jogador, mais voltado para o que já era The Witcher. Os combates, entretanto, são somente pelo sistema de cartas do próprio Gwent.

Gwent ganha campanha Thronebreaker (Foto: Reprodução/Felipe Vinha) Gwent ganha campanha Thronebreaker (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Gwent ganha campanha Thronebreaker (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Meve parece ser uma excelente personagem para começar esse tipo de saga, essa expansão com campanha. É uma figura que ainda não foi explorada por completo no universo de The Witcher e ter sua representação em Gwent é ideal para também apresentar esta saga a novos jogadores — já que usar a figura “cansada” de Geralt poderia ser um erro.

Campanha com mais cartas!

A expansão Thronebreaker trará 20 cartas inéditas para os baralhos dos jogadores. Quando você comprá-la — sim, será paga, mas ainda sem preço — receberá versões normais desses cards automaticamente. “Normais” pois você ainda poderá destravar edições especiais, com efeitos 3D ou animações, em caixas compradas com dinheiro real ou obtidas como recompensas por níveis ou rankings.

Thronebreaker tem exploração de cenários e interação (Foto: Reprodução/Felipe Vinha) Thronebreaker tem exploração de cenários e interação (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Thronebreaker tem exploração de cenários e interação (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

As cartas não foram tão detalhadas, pois apenas poucos turnos foram mostrados na demonstração. Meve, porém, tem seu próprio card. E seu baralho é formado por súditos, soldados ou efeitos que combinam com sua forma de governar. Todos os personagens que aparecerem durante os combates seguirão o mesmo estilo.

De tudo o que vimos na BGS, a expansão de campanha do Gwent foi o que mais surpreendeu, pois era inesperado, da forma que foi feito. Pokémon TCG, de 1998, é um dos poucos jogos de cartas que possuem sistema de campanha neste estilo, com exploração de mapas e interação entre personagens, e é possível notar que Thronebreaker possivelmente pega alguma inspiração deste conceito, mas de forma única.

Estande de Gwent na BGS 2017 (Foto: Reprodução/Felipe Vinha) Estande de Gwent na BGS 2017 (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Estande de Gwent na BGS 2017 (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

A CD Projekt ainda não tem data ou preço para o pacote de expansão, como já foi informado, mas garante que esse deve ser o primeiro de muitos. Com Thronebreaker, ela está levando Gwent além e, muito mais importante, distanciando-se dos concorrentes. Se fizer sucesso, como tudo nos games, é possível que tenhamos mais elementos assim em jogos no mesmo estilo. Todos sairão ganhando.

The Witcher 3 é o melhor jogo de RPG? Comente no fórum do TechTudo!

MAIS DO TechTudo